Início » Internet » Trello chega ao Brasil e ganhará versão em português

Trello chega ao Brasil e ganhará versão em português

Paulo Higa Por

O Trello, ferramenta de gerenciamento de projetos pessoais e profissionais que usamos internamente no Tecnoblog, está se preparando para iniciar suas operações no Brasil. A empresa, que marcou um encontro com a imprensa brasileira para o final de maio, lançará uma versão em português do serviço na próxima terça-feira (19).

Será a primeira vez que o Trello sairá dos Estados Unidos. No momento, o serviço está disponível em inglês, e o primeiro idioma estrangeiro será o português do Brasil. Nessa fase inicial, não haverá operação física no país: a empresa possui uma equipe nos Estados Unidos dedicada ao Trello brasileiro e a executiva Alexia Ohannessian, no Rio de Janeiro, responsável pela estratégia de crescimento do serviço no país.

Interface em português do Trello, que será lançada no dia 19 de maio

Interface em português do Trello, que será lançada no dia 19 de maio

O serviço funciona de forma bem peculiar: cada projeto pode ser colocado em um quadro virtual, que terá espaços para os cartões de tarefas. Esses cartões são bastante flexíveis e permitem incluir, além da descrição da tarefa e um horário limite, documentos, imagens e links para arquivos.

Parece meio difícil usar o Trello no início, por isso, a empresa publicou alguns quadros de inspiração, com exemplos de como aproveitar o serviço para um trabalho em grupo, organizar uma festa ou planejar idas a restaurantes — aqui, usamos a ferramenta para gerenciar nossa publicidade.

A versão em português do Trello será lançada no dia 19 de maio. A ferramenta já pode ser usada em inglês de forma gratuita. Um plano pago, o Trello Gold, aumenta o limite de anexos para 250 MB e libera recursos de personalização adicionais.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Carlos Soares
Não sei como é o Trello. Em minha empresa a gente utiliza a ferramenta Kanban, que funciona ótimo. A interface do Trello parece-me mais complicada. Para além disso, depois de ler o artigo não tenho a certeza se o Trello pode ser aplicado a projetos sérios, sobretudo empresariais. Já no caso do Kanban, sei que é universal e não vou desistir dele.
Eduardo da Silva
Uso para estudar pro vestibular e me ajuda de uma forma absurda!
Filipe Melo
Entendi. De qualquer forma vale a pena testar o Todoist, Felipe. Acho bem interessante essa ferramenta.
Leandro
Utilizo como um scrum pessoal aqui na empresa, crio as abas (to do, doing, testing e done) e vou criando checklists para cada uma das tarefas. Muito bom, pena que muitas vezes não consigo ser tão disciplinado todos os dias. Mas ajuda demais no dia-a-dia.
Felipe Xavier
Acabei de ver, realmente a proposta de ambos é diferente. Enquanto o Todoist é mais focado em tarefas, o Runrun é na gestão de tempo/equipes.
Felipe Xavier
Filipe, até onde sei, o Todoist, é um gerenciador de projetos. O Runrun.it tem um gerenciador de tempo também. Em todo caso, vou analisar este, pois ainda não conhecia.
Carlos Aurélio
Show de bola esse serviço.
Tiago Celestino
Uso o Trello há tempos, inclusive para planejamento pessoal e achei interessante ter o serviço aqui no país já que abre porta para o valor do Gold seja "convertido" para a moeda local.
Tiago Celestino
Nadacse cria, tudo se copia e insere melhorias. ;)
Tiago Celestino
Se engana. Faz grande diferença para o mercado empresarial e até mesmo para usuarios comuns. Suporte local, criação de recursos para o mercado local, sem contar que existindo uma representação da empresa no país, você pode passar ter direitos de consumidor, ou seja, pode "reclamar" do serviço juridicamente. Obs.: ñ precisa xingar no Twitter ou outras redes sociais. ;)
Danillo Nunes
O diferencial do Trello não é ser uma empresa, é ser um serviço que já funciona via web para todo o mundo. A empresa em si só é interessante para press release. O Instagram nunca teve representação no Brasil, só “passou a ter” quando foi comprado pelo Facebook (esse sim já tinha). Quando isso aconteceu, ninguém soltou “Instagram chega ao Brasil”, porque: - A notícia de que ele foi comprado pelo Facebook por um caminhão de dinheiro era bem mais interessante; e, principalmente: - Ele “chegar ao Brasil” não faz diferença nenhuma para ninguém.
Caio Garcia
Sera que funciona bem com Kanban??
Paulo Higa
Por trás de um site tem uma empresa. Instagram tem representação no Brasil, e portanto já chegou ao país.
Danillo Nunes
“Chega ao Brasil”? Uai, é um site. Ele já funcionava por aqui. Você usa sua internet no Brasil e entra nele. O que eles estão fazendo é só localização (uau, que incrível!) e promoção. Claro que isso é importante para a empresa, mas para os usuários isso não faz a menor diferença. É uma nãotícia. Aliás, uma que já é repetida há 8 anos. Coisas que ainda não “chegaram no Brasil”: - Tinder; - Instagram; - WhatsApp (esse é melhor nem chegar, só vai servir para levar processo). Brasileiros já as usam normalmente.
ViewtfulJoe

é bom mas diante dos concorrentes falta mto recurso

Exibir mais comentários