Início » Aplicativos e Software » Mais barato que táxi: Uber lança uberX no Brasil para competir com os táxis comuns

Mais barato que táxi: Uber lança uberX no Brasil para competir com os táxis comuns

Paulo Higa Por

O polêmico serviço de transporte Uber lançou nesta sexta-feira (12) uma nova modalidade de serviço no Brasil: o uberX, com tarifa 30% menor que a do UberBlack. Com a novidade, o Uber passa a competir diretamente com os táxis comuns em preço, atraindo mais usuários e acirrando ainda mais a rivalidade com os taxistas, que já organizaram protestos contra o aplicativo nos últimos meses.

Segundo o Estadão, o serviço mais acessível estará disponível somente em São Paulo nesta fase inicial. O Uber já opera em outras três cidades, Brasília, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, através do UberBlack, que possui uma frota composta por sedãs pretos, com câmbio automático, ar-condicionado e fabricação a partir de 2010.

uberx-brasil

No uberX, os carros serão mais populares: o Uber aceitará veículos compactos, de qualquer cor, de modelo a partir de 2008. As exigências para ser um motorista, no entanto, continuam as mesmas: é necessário ter carteira com autorização para exercer atividade remunerada, seguro que cubra passageiro e motorista, e passar por checagem de antecedentes criminais.

Nos meus testes, a oferta de carros do uberX ainda se mostrou bastante limitada em relação ao UberBlack, que conta com menos de mil veículos em São Paulo. Na região da Avenida Paulista, o tempo estimado de chegada era de 19 minutos para o uberX e apenas 4 minutos para o UberBlack. Apesar disso, a tarifa parece compensar:

uberx-app

uberX:

  • Tarifa base: R$ 3,00
  • Preço por minuto: R$ 0,35
  • Preço por quilômetro: R$ 1,43

UberBlack:

  • Tarifa base: R$ 5,00
  • Preço por minuto: R$ 0,40
  • Preço por quilômetro: R$ 2,42

Táxi comum, bandeira 1:

  • Bandeirada: R$ 4,50
  • Preço por minuto (parado): R$ 0,55
  • Preço por quilômetro: R$ 2,75

Táxi comum, bandeira 2:

  • Bandeirada: R$ 4,50
  • Preço por minuto (parado): R$ 0,55
  • Preço por quilômetro: R$ 3,58

Em uma simulação, do número 900 da Avenida Paulista para o Terminal Barra Funda, as estimativas de preços foram: de R$ 18 a 24 (uberX), de R$ 28 a 33 (UberBlack), R$ 28,56 (táxi comum, bandeira 1) e R$ 35,30 (táxi comum, bandeira 2) — os dois últimos usando o Tarifa de Táxi. O uberX, portanto, pode ser mais barato que o táxi comum em São Paulo, como já ocorre em outros países.

Isso vai dar o que falar.

Uber e a economia compartilhada

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Nicole Nunes

Cadastre o código de até R$20 de DESCONTO na sua primeira viagem: "767n46k8ue"

Rogerio de Andrade
Não. Administrador.
Alcy2k
Vc é taxista?
Alcy2k
Quanto aos taxistas, não se esqueçam de que eles podem comprar um carro zero subsidiado (com redução de IPI) a cada dois anos.
Pedro Hartmann
Fala galera. Eu encontrei um site que fala tudo sobre a Uber. Para motoristas e passageiros. Acesse: http://uber.centralhub.org/ e sabia tudo sobre: Como ser um motorista Uber, Requisitos Uber, Carros Aceitos na Uber, ou tire suas dúvidas no fórum do site.
Marcello Gonçalves
Quer entra na uber , 984820531. Indicador da uber .
Roberto R. Filho
Tem uma coisinha ali que ta errado, Taxi na bandeira 2 começa com R$5,20... e uma corrida tão perto de onde eu estava para minha casa, me custou uma vez quase 20 reais e ontem eu so paguei 10. Ou seja, os taxistas do RJ querem ganhar a todo custo, quando podiam competir com o Uber com melhores serviços de qualidade. Pois a partir de agora, vou pegar somente o Uber...
Felipe Martins
Ganho bem dirigindo com a Uber e acho que você vai gostar também. Veja os detalhes: https://partners.uber.com/i/pakfcakp7 Sem burocracia, ativação rápida e ainda ganha uma comissão extra ao completar 20 corridas. Vc passageiro quer quer ganhar um desconto se cadastre com esse código e ganhe até 20 reais de desconto: jb48fph4ue
Lucas henrique
Bom... Como qualquer empresa que se tem um concorrente a altura se vê em maus lenções quando um concorrente diminui o preço e oferece um serviço igual ou melhor, mas enfim... essa briga toda é correspondente ao alvará que os taxistas pagam que é um absurdo você comprar um pedaço de rua para estacionar o seu carro...na minha opinião essa é a grande chave da discussão.. pois o povo tem o direito de escolher o uber ou o taxi, mas o que pega é esse lance de alvará entende?
Marcos Rodrigues
Adriano, voz que clama no deserto! Infelizmente no Brasil as pessoas em vez de confrontar seus algozes, no caso o Estado, confrontam seus irmãos que estão tentando sair e tirar outros da escravidão governamental.
Rogerio Ap Silva de Andrade
hein???? Tá bom, que seja.
Mauricio Sanches
eu não insinuei nada disso, nem ando d taxi e nem paulista sou... lê direitinho;) o cara q deu a entender q é sempre e ininterruptamente atendido com grosseria e falta de educação foi o primeiro q comentou. vc disse o contrário. por conta disso mencionei a contradição e disse q alguma das informações nao estava correta. tu disse q nao é a tua. isso é tudo.
Rogerio Ap Silva de Andrade
Probabilisticamente impossível é você ser sempre e ininterruptamente atendido com grosseria e falta de educação, que é o que você aparentemente insinua. A não ser que você seja um passageiro mané como os que eu descrevi e faça questão de ser chato e arrogante. Será que o Madson é assim? Raríssimas as vezes fui mal atendido por um taxista, tão poucas que nem me lembro. E é muito mais probabilisticamente possível que você seja bem atendido por um taxista se você tratar o profissional que está te prestando serviço com educação, respeito e empatia, do que o oposto
Mauricio Sanches
então o Madson está exagerando. a não ser q de 50 taxistas q t atendem, todos sejam educados, enquanto q d 50 q atendem ele, todos sejam mal educados. isso seria probabilisticamente impossível.
Rogerio Ap Silva de Andrade
Sim, e daí? Eu uso táxi com bastante frequência (de 3 a 4 vezes por mês), e nunca passei por essa situação. Tem pessoas que dizem que passam por uma certa situação mas só usaram táxi uma ou duas vezes no ano. Quantas vezes será que ele usa táxi ? Quantos taxistas ele conhece? Tudo é uma questão de educação. Muitos passageiros grosseiros acham que o taxista é um escravo, que ele tem de compensar o problema do cliente de ter saído atrasado de casa ou da chuva que causa lentidão na cidade, mas ele é só uma pessoa comum prestando serviço e enfrentando as mesmas situações que o passageiro enfrenta. Sempre cumprimento o taxista e peço com educação se quero algo específico e nunca me negaram, fosse o ar condicionado ou um desvio de caminho.
Exibir mais comentários