Início » Aplicativos e Software » Microsoft sugere que Windows 10 será grátis para os beta testers, mas depois recua

Microsoft sugere que Windows 10 será grátis para os beta testers, mas depois recua

As trapalhadas da comunicação da Microsoft, 2ª edição

Por
4 anos atrás

Windows 10 - múltiplos dispositivos

Atualização às 18h15: a Microsoft esclareceu a questão em novo comunicado.

A Microsoft mordeu a língua novamente ao sugerir que seria possível obter o Windows 10 de graça, mesmo sem possuir uma licença original de uma versão anterior do Windows. Na noite de sexta-feira (19), a empresa revelou que os participantes do Windows Insider Program, que dá acesso às versões de teste do Windows 10, receberão a versão final genuína no dia 29 de julho, mas depois mudou a declaração.

Gabe Aul, chefe do Windows Insider Program, disse o seguinte no blog oficial do Windows, segundo o The Verge: “Enquanto estiver rodando uma versão do Insider Preview e conectado com a Conta da Microsoft que usou para se inscrever, você receberá a versão final do Windows 10 e permanecerá ativado“.

Ou seja, trocando em miúdos, isso significa que os testadores do Windows 10 receberão uma atualização para a versão final do sistema operacional no dia do lançamento e não precisarão se preocupar, já que o Windows permanecerá ativado. Os interessados em ganhar o Windows 10, portanto, poderiam apenas passar a participar do Windows Insider Program e aguardar o lançamento.

No entanto, se você acessar o post da Microsoft neste exato momento, a declaração estará assim: “Enquanto estiver rodando uma versão do Insider Preview e conectado com a Conta da Microsoft que usou para se inscrever, você receberá a versão final do Windows 10“ — igual à frase anterior, mas sem o “permanecerá ativado”. A Microsoft também adicionou o seguinte trecho: “É importante notar que apenas pessoas rodando versões genuínas do Windows 7 ou Windows 8.1 poderão atualizar para o Windows 10 como parte da nossa oferta gratuita de atualização”.

windows-10

Não é a primeira vez que a Microsoft comete a mesma trapalhada de comunicação. Em março, o chefe da divisão de Windows e dispositivos, Terry Myerson, disse o seguinte: “Vamos atualizar todos os computadores qualificados, genuínos e não genuínos, para o Windows 10”. Depois da grande repercussão, a Microsoft informou que o estado da ativação não seria alterado — logo, quem tivesse um Windows não genuíno poderia apenas atualizar para um Windows 10 não genuíno (seja lá o que isso signifique).

O Tecnoblog entrou em contato com a Microsoft para obter esclarecimentos sobre o caso. Atualizaremos este texto quando recebermos uma resposta.

Por enquanto, o único fato confirmado e não desconfirmado é que você não precisará fazer uma instalação limpa do Windows 10 caso esteja testando uma versão beta. Além disso, o Windows 10 será gratuito (e permanecerá original) para todos os atuais usuários que possuam uma licença genuína do Windows 7 e Windows 8.1. O novo sistema operacional será lançado no dia 29 de julho, em 190 países e 111 idiomas.

Mais sobre: , ,