Início » Software » Facebook testa algoritmo que te reconhece mesmo que você esconda o rosto

Facebook testa algoritmo que te reconhece mesmo que você esconda o rosto

Por
3 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O rosto já não é mais a única forma de identificar indivíduos em fotos. Bom, pelo menos é isso que o Facebook almeja. A companhia está testando um sofisticado algoritmo que promete reconhecer pessoas mesmo quando elas estiverem com o rosto escondido ou pouco iluminado.

Yann LeCun, chefe do Departamento de Inteligência Artificial do Facebook (divisão responsável pelo projeto), explica que, quando não é possível analisar o rosto, o algoritmo confere outras características individuais para reconhecer pessoas: formato do corpo, o penteado usado, pose, combinação de roupas e por aí vai.

Facebook

Até certo ponto, o algoritmo imita a forma como nós identificamos conhecidos em fotos quando não vemos o seu rosto. “As pessoas têm aspectos marcantes, notáveis mesmo quando você as vê de costas”, afirma LeCun. “Por exemplo, você pode reconhecer Mark Zuckerberg muito facilmente, pois ele sempre usa camiseta cinza”, completa.

Para testar a precisão do algoritmo, o Facebook o fez analisar 40 mil fotos publicadas no Flickr. Em muitas das imagens, pessoas tinham o rosto claramente visível. Em outras, a face estava afastada ou escondida o suficiente para dificultar a identificação do indivíduo.

Tendo como base um sistema de rede neural artificial, o algoritmo conseguiu identificar corretamente pessoas com rosto ocultado em 83% das tentativas. Com ajustes e aprendizagem, é provável que o índice de acertos, já bastante alto, aumente com o passar do tempo.

Para o Facebook, uma tecnologia como essa têm várias utilidades. O algoritmo pode, por exemplo, ser implementado no Facebook Moments, aplicativo lançado neste mês que vasculha as fotos do usuário para identificar pessoas e enviar as imagens a elas.

O Moments é uma ferramenta interessante para compartilhar as fotos de um evento — como um casamento. O aplicativo faz uso de um mecanismo de reconhecimento facial. Naquelas imagens em que o rosto de determinada pessoa não está claramente identificável, o novo algoritmo poderia entrar em ação.

Samara - The Ring

Essa é fácil

É claro que a tecnologia também desperta preocupações ligadas à privacidade. Se o reconhecimento facial já é capaz de deixar algumas pessoas desconfortáveis (há várias razões para isso), imagine quando eles perceberem que podem ser identificadas mesmo quando o seu rosto estiver encoberto.

Para você ter ideia da profundidade dessa questão, o Facebook teve que desistir de lançar o Moments na Europa. Um órgão regulador da Irlanda barrou o aplicativo porque, nele, o usuário não pode decidir se deseja ou não ser identificado nas fotos, limitação que, na visão das autoridades, é uma grave falha na proteção da privacidade.

Com informações: The Next Web, New Scientist