Início » Celular » Xiaomi estreia no Brasil com Redmi 2 por R$ 499

Xiaomi estreia no Brasil com Redmi 2 por R$ 499

Fabricante chinesa chega com smartphone intermediário, pulseira fitness e bateria externa de 10.400 mAh

Paulo Higa Por

xiaomi-hugo-barra

A Xiaomi estreou oficialmente nesta terça-feira (30) em território brasileiro. Em seu primeiro evento de lançamento no Brasil, em São Paulo, que contou com a participação de centenas de fãs, a fabricante chinesa lançou o Redmi 2. A apresentação foi realizada pelo brasileiro Hugo Barra, vice-presidente global da Xiaomi.

Redmi 2

redmi-2-brasil

xiaomi-redmi-2

O Redmi 2 é uma alternativa entre os intermediários, competindo diretamente com smartphones como Moto G e Zenfone 5. Ele tem tela IPS de 4,7 polegadas (1280×720 pixels), processador quad-core Snapdragon 410 de 1,2 GHz, 1 GB de RAM, 8 GB de armazenamento interno (com entrada para microSD) e câmeras de 8 MP (traseira) e 2 MP (frontal). Para aguentar o hardware, a Xiaomi colocou uma bateria de 2.265 mAh, que suporta carregamento rápido.

O modelo vendido no Brasil terá suporte a dois chips e conectividade 4G. Ambos os slots para SIM cards suportam 3G e 4G, permitindo que o usuário alterne a rede de dados entre as operadoras de maneira mais prática. Como o modem suporta LTE Cat 4, as velocidades podem chegar a 150 Mb/s de download e 50 Mb/s de upload — isto é, se alguma operadora brasileira já oferecesse o serviço.

xiaomi-temas

Como de costume, o aparelho da Xiaomi roda a interface MIUI, que possui algumas peculiaridades, como a ausência de um menu dedicado para os aplicativos — eles ficam todos nas telas iniciais do launcher. Há suporte a temas dos mais variados tipos, inclusive com ícones animados. No software, a Xiaomi inclui ferramentas como antivírus e um otimizador de memória.

Segundo Hugo Barra, o Redmi 2 terá fabricação nacional, embora as primeiras unidades sejam importadas. Trata-se da primeira linha de produção da Xiaomi fora da China. O preço sugerido é de R$ 499. As vendas serão realizadas por meio do site oficial da empresa.

redmi-2-xiaomi-preco

Mi Band

mi-band

A Mi Band, pulseira fitness da Xiaomi que vende 1 milhão de unidades por mês, chega ao Brasil por R$ 95. O gadget, que possui resistência contra água e bateria com autonomia de 30 dias, é capaz de monitorar a qualidade do sono e exercícios físicos. Quando pareado a um smartphone Android, a pulseira serve como uma senha: sempre que você estiver com a Mi Band, não precisará digitar nenhuma senha na tela de bloqueio.

Mi Power Bank

xiaomi-powerbank

A Xiaomi também lançará sua bateria externa de 10.400 mAh, por R$ 99.

Evento (pule para 57min46s)

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Kayo Sampaio
Sei não esse Xiaomi. Não boto fé não. Uma galera comprou e na primeira semana já tá reclamando.
David
Felipe o "nosso" LTE é B7 B3 e Futuramente B28 Respectivmente 2600MHz,1800Mhz e 700MHz(APT)
Bruno
Não há problema algum nisso. Pois o cyanogen por ex, também se auto intitulam como sistema. E quando falei atualização, é pq eles fazem mesmo. Correções de bugs, podem ser consideradas como atualização sim.
Animal

Sistema Miui 6...7...8... Versão do android 4.4.4...4.4.4.....4.4.4, a empresa que fala que sua modificação é um "sistema"...sei não.

Jack-Moser
Sistema Miui 6...7...8... Versão do android 4.4.4...4.4.4.....4.4.4, a empresa que fala que sua modificação é um "sistema"...sei não.
Hugo Vinícius
Li em outro site um comentário de um cara falando que a Receita tá taxando tudo. Só dele, já foram três coisas, e eram tudo coisa pequena...
Maico Andrade
Nao aguentei esperar a nacional e cartunei uma no mercado chines! 50tinha! Espero ser uma origi! =D
Hugo Vinícius
Eu também estou interessado nessa Mi Band. Se fizer a leitura de batimento cardíaco direitinho, acho que compensa. Claro, e aquele lance de monitorar o sono dever ser bem interessante.
Felipe Mesquita Ramos
Eu estava na segunda sessão da apresentação da Xiaomi no Brasil, perguntado o Hugo Barra falou que o Redmi 2 suporta todas as bandas brasileiras de 4G, inclusive LTE CAT4 que nem chegou no Brasil ainda.
Eduardo o Guimaraens
O meu está na versão 5.1 sem qualquer sinal de
Marcos Freitas
No site fica mais claro ao dizerem: R$ 549,00 em até 10x de R$ 54,90 (sem juros) ou R$499,00 à vista no cartão (9% de desconto) (http://br.mi.com/redmi2/evento)
Bruno
dizem que essa pulseira da netshoes é um lixo.
SR 71 Pássaro Preto

Me interessei muito pelo MI Power Bank pela capacidade de armazenar energia e pelo preço matador de R$ 100 reais, 2 vezes menos o preço que a Sony cobra pelo seu CP-V10 de mesma amperagem.

Anthony Fernando
Me interessei muito pelo MI Power Bank pela capacidade de armazenar energia e pelo preço matador de R$ 100 reais, 2 vezes menos o preço que a Sony cobra pelo seu CP-V10 de mesma amperagem.
Keaton
Gostei da bateria. O redmi 2 tem um preço bacana, sabem se ele será atualizado para o 5.1?
Exibir mais comentários