Início » Negócios » Microsoft anuncia 7,8 mil demissões e mudanças na divisão de mobile

Microsoft anuncia 7,8 mil demissões e mudanças na divisão de mobile

Emerson Alecrim Por

Satya Nadella deu novos rumos à Microsoft, mas as mudanças não são imunes a efeitos colaterais: em comunicado direcionado a funcionários, o executivo informou nesta quarta-feira (8) que a companhia está promovendo mais uma etapa de sua reorganização interna e, consequentemente, 7,8 mil postos de trabalho serão cortados.

As demissões são globais, ou seja, afetarão funcionários da Microsoft em todo o mundo. A principal área a ser atingida é a de mobilidade, o que faz, novamente, muita gente se perguntar se a aquisição da divisão de dispositivos móveis da Nokia foi mesmo um bom negócio.

O questionamento ganha mais força com o reconhecimento de Nadella de que a Microsoft terá que arcar com um prejuízo de US$ 7,6 bilhões referentes aos ativos da divisão da Nokia, além de desembolsar pelo menos US$ 750 milhões para lidar com os custos da reestruturação.

microsoft-logotipo-2

"Estamos passando para uma estratégia de crescer e criar um vibrante ecossistema Windows"

Esse processo não implica apenas em demissões, mas também em um reposicionamento da companhia no segmento de mobilidade. "Estamos passando de uma estratégia para crescer em um negócio independente de telefonia para uma estratégia de crescer e criar um vibrante ecossistema Windows que inclui nossa principal linha de dispositivos", ressalta Nadella.

Em outras palavras, a Microsoft irá se concentrar mais no software e menos no hardware. A linha Lumia continuará sendo atualizada, portanto, mas não no ritmo de antes.

Isso vale principalmente para o curto prazo, o que assegura lançamentos baseados no Windows 10 Mobile. Segundo Nadella, no mercado mobile, a empresa ficará centrada em três segmentos: usuários corporativos, usuários que procuram aparelhos mais em conta e fãs do Windows que se interessam por dispositivos topo de linha. Para o longo prazo, porém, sobra alguma incerteza.

O corte de funcionários deverá ser concluído até o final do ano. A decisão se junta à demissão de 18 mil empregados (12,5 mil da Nokia) que Nadella anunciou há um ano.

Sobrou até para Stephen Elop. O ex-CEO da Nokia assumiu a de área de smartphones da Microsoft após o negócio entre ambas as empresas, mas o executivo deixou o posto no mês passado.

Com informações: Business Insider

Atualizado às 16:00

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Aparecido Barbosa
A MS estaria embarcando na mesma estratégia do Google então?
Lança aparelhos de referência (a linha Lumia seria uma espécie "linha Nexus" da MS),de onde outros fabricantes se baseiam para produzir seus próprios aparelhos baseados em WP...se for ver por esse lado,acredito que seja uma estratégia interessante, tendo em vista,que lançar trocentos aparelhos competindo entre só é meio que um tiro no pé,basta ver nas lojas as linhas 4xx e 5xx brigando entre si,ou as linhas 6xx,7xx e 8xx que tem literalmente o mesmo HW,mudando apenas opção de tamanho de tela e qualidade de câmera, acredito que se seguir os molds da Motorola,ou até mesmo da Apple,com uma linha enxuta,mais com público alvo definido,os lucros tendem a crescer
Cortana ✔
Como OEM vende igual a Motorola.
Cortana
Como OEM vende igual a Motorola.
André
Será que estão caindo na real que celular com Windows Phone nem de graça?
Cortana ✔
Como OEM a Microsoft não vende mal, vende o mesmo que a Motorola.Só está enxugando o quadro, pois agora o negócio é só Lumia, e, com bem menos modelos.Não tem necessidade de um quadro tão grande quanto ela recebeu da Nokia.
Cortana
Como OEM a Microsoft não vende mal, vende o mesmo que a Motorola.
Só está enxugando o quadro, pois agora o negócio é só Lumia, e, com bem menos modelos.
Não tem necessidade de um quadro tão grande quanto ela recebeu da Nokia.
Jairo ☠️
O problema real é a baixa demanda de vendas , e by the way , a chamada área de negócios é dominado pela Apple.
jairo
O problema real é a baixa demanda de vendas , e by the way , a chamada área de negócios é dominado pela Apple.
Christyan Yury
Precisava disso há tempos!
mhenriquecd
Na verdade é que o windows phone nao vende, principalmente depois que a nokia desistiu dele e deixou todo o abacaxi na mão da microsoft
R0gério
Acho acertado enxugarem o portfólio de smartphones. Lumia 4XX, 5XX e 6XX quase que brigam entre si. Uma linha menor e bem diferenciada pode funcionar. Acho o WP de longe o SO mobile mais feio já criado :) , mas gostaria que ele continuasse como alternativa aos Android. Ter opções é sempre bom.
Jairo ☠️
Normal, produtos que não trazem retorno financeiro são inicialmente enxugados e se o baixo retorno persistir.....extintos.
jairo
Normal, produtos que não trazem retorno financeiro são inicialmente enxugados e se o baixo retorno persistir.....extintos.
Rodolpho Freire
Agora que eu vi.. rsrsrs.. eu dificilmente presto atenção em links no meio de textos sem o http:// na frente.

Parabéns pela matéria, eu comentei sobre a carta pois no windowscentral eles divulgaram a notícia das demissões sem saber da carta ainda levantando os mesmos pontos de incerteza, depois teve um outro post com o conteúdo da carta destacando esses pontos.
Tiago Celestino
Até porque é o mercado que mais cresce no mundo.
Vitor Mikaelson
Inclusive o CEO disse essa semana que eles não tem intenção de abandonar o mercado mobile.
Emerson Alecrim
Tem razão. Os pontos que você destacou são importantes. Atualizei o post para incluí-los o/

ps: a carta de Nadella no site da Microsoft está linkado no primeiro parágrafo, só para o caso de você não ter visto.
Fábio Moser
Engraçado que deixaram essa parte de fora... por que será né? Justo essa....
Christyan Yury
Amém! Amém! Amém!
Baidu feat MC Brinquedo
 
João Silverado
Claro. E ela está fazendo propaganda do Lumia na equipe Lotus de F1 a toa. Vai economizar com esses cortes de funcionários pra gastar em propaganda sem necessidade né.
Hao123
 
Baidu feat MC Brinquedo
  
Hao123
  
Paulo Henrique
o problema é a falta de interpretação da galera --' , qdo a sony falou que ia se reestruturar muitos acharam que ela ia abandonar o mercado de smarts. reestruturar != abandonar
Eliézer José Lonczynski
Não precisamos de 400 modelos como a Samsung faz, precisamos de alguns modelos com qualidade e disponibilidade e muito avanço na questão dos apps.
Giovanni M. Gaspar
Comentário sem sentido. A microsoft fez muitas parcerias com OEMs para fabricar Windows 10 Mobile. Sendo assim, eles não precisam de 500 celulares por ano, apenas 1 para cada seguimento (low mid e high) e, claro, versões XL pra quem quer tela maior. Sendo assim, 6 celulares por ano.
Cortana ✔
Desde a compra da divisão Nokia, foi anunciado que eles não ficariam com toda a estrutura adquirida, e isso envolveria demissões.O que era divisão de dispositivos na empresa, agora tornou-se apenas divisão Windows, para que a empresa foque em uma integração nunca antes vista nesse mercado, possibilitando maior capacidade de gerenciamento dos smartphones por parte do departamento de TI e toda a segurança exigida por esse seguimento.Um único Windows é o objetivo, e o sucesso será consequência.
Cortana
Desde a compra da divisão Nokia, foi anunciado que eles não ficariam com toda a estrutura adquirida, e isso envolveria demissões.
O que era divisão de dispositivos na empresa, agora tornou-se apenas divisão Windows, para que a empresa foque em uma integração nunca antes vista nesse mercado, possibilitando maior capacidade de gerenciamento dos smartphones por parte do departamento de TI e toda a segurança exigida por esse seguimento.
Um único Windows é o objetivo, e o sucesso será consequência.
Cortana ✔
A imprensa quer sempre dar a entender que o negócio está falindo, quando na verdade, a empresa está otimizando ainda mais o seu produto, buscando ser referência no ramo, sendo a melhor opção para cada área, principalmente a de negócios.
Cortana
A imprensa quer sempre dar a entender que o negócio está falindo, quando na verdade, a empresa está otimizando ainda mais o seu produto, buscando ser referência no ramo e ser a melhor opção para cada área, principalmente a de negócios.
Rodolpho Freire
Lê a carta na integra, lá é explicado o motivo, a microsoft vai focar em 3 segmentos, e enxugar a quantidade de modelos.

http://www.windowscentral.com/satya-nadellas-email-about-layoffs-says-he-still-committed-first-party-phones
kadu
Por que? A Microsoft está se reestrururando, não está matando o Windows Phone (agora Windows 10).
kadug
Por que? A Microsoft está se reestrururando, não está matando o Windows Phone (agora Windows 10).
Rodolpho Freire
Acho que seria interessante adicionar a carta que foi enviada para o funcionários, isso esclarece alguns pontos, principalmente sobre os lumias tanto em curto prazo quanto a longo prazo.

"In the near term, we will run a more effective phone portfolio, with better products and speed to market given the recently formed Windows and Devices Group. We plan to narrow our focus to three customer segments where we can make unique contributions and where we can differentiate through the combination of our hardware and software. We'll bring business customers the best management, security and productivity experiences they need; value phone buyers the communications services they want; and Windows fans the flagship devices they'll love.

In the longer term, Microsoft devices will spark innovation, create new categories and generate opportunity for the Windows ecosystem more broadly. Our reinvention will be centered on creating mobility of experiences across the entire device family including phones."

Tudo indica que vão focar nesses ramos talvez com um ou dois lançamentos por ano. E deixar que os OEM atendam outras demandas..

http://www.windowscentral.com/satya-nadellas-email-about-layoffs-says-he-still-committed-first-party-phones
Antony
Um minuto de silêncio pra quem apostou que o WP vinha pra brigar pelos primeiros lugares na corrida mobile.