Início » Internet » Mapa do Spotify mostra as músicas mais ouvidas em várias cidades pelo mundo

Mapa do Spotify mostra as músicas mais ouvidas em várias cidades pelo mundo

Por
4 anos atrás

Não basta disponibilizar milhões e mais milhões de faixas. É preciso oferecer meios para que o usuário encontre facilmente aquelas condizentes com seus gostos. As recomendações de playlists do Spotify atendem razoavelmente bem a essa necessidade, mas agora há outra opção, ainda que experimental: um mapa que mostra quais as músicas mais ouvidas em várias cidades pelo mundo.

O mapa em si é baseado no OpenStreetMap e no CartoDB, plataforma que facilita a inserção de camadas com informações de diferentes tipos. Para alimentar o banco de dados, o Spotify faz um levantamento periódico das músicas mais ouvidas por seus usuários em cada mercado em que atua, mas desconsidera artistas muito famosos (como nomes internacionais) — o intuito é mostrar o que é particular de cada região.

A empresa explica que a ideia foi inspirada nas experiências de viagens. Quando você está em outro país ou cidade, geralmente procura experimentar as comidas típicas do local. O mapa segue o mesmo princípio, só que com músicas — você pode ter curiosidade de saber o que as pessoas mais ouvem ali.

Há dezenas de cidades mapeadas, principalmente na Europa e nas Américas. No Brasil, várias capitais foram incluídas, como São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador, além de algumas cidades de porte médio a grande, como Maringá (PR), Ribeirão Preto (SP) e Uberlândia (MG).

Ao clicar em qualquer cidade incluída, você é direcionado para a playlist com as músicas mais ouvidas ali. Segundo o Spotify, o mapa é atualizado duas vezes por mês. Para cada update, mais de 20 bilhões de conexões (relação de músicas ouvidas por usuário) são analisadas. Em Cascavel (PR), por exemplo, as faixas que lideram são estas:

Playlist - Cascavel

Por ora, o mapa é apenas uma curiosidade, mas a iniciativa dá uma pequena noção da quantidade de dados que o Spotify tem à sua disposição e de como todo esse volume pode ser usado, por exemplo, para melhorar as recomendações de músicas.

O Spotify sabe tão bem disso que, para usufruir com inteligência das informações que coleta, adquiriu a Seed Scientific, companhia especializada em análises de dados.

Com informações: The Next Web

Mais sobre: , ,