Início » Telecomunicações » GVT lança novos planos de banda larga de até 300 Mb/s

GVT lança novos planos de banda larga de até 300 Mb/s

Por
4 anos atrás

gvt-fachada

Depois de algum tempo sem novidades nas ofertas de banda larga, a GVT atualizou seu site durante o final de semana com novos planos de até 300 Mb/s. As velocidades mais altas, a partir de 100 Mb/s, serão entregues por fibra ótica e terão taxas de upload acima da média.

Estes são os preços da banda larga quando assinada junto com uma linha telefônica:

GVT_precos

Para a banda larga avulsa (sem a contratação de TV ou telefone), esses são os preços:

  • 15 Mega: R$ 99,90
  • 25 Mega: R$ 109,90
  • 35 Mega: R$ 119,90
  • 50 Mega: R$ 129,90
  • 100 Mega: R$ 149,90
  • 200 Mega: R$ 229,90
  • 300 Mega: R$ 329,90

Os planos de até 50 Mb/s permanecem com os preços anteriores. A partir de 100 Mb/s, a conexão é entregue via fibra ótica. O bom é que a diferença entre 50 Mb/s e 100 Mb/s é de apenas 20 reais; anteriormente, era necessário desembolsar 200 reais a mais para optar pela velocidade maior.

Um grande destaque é que as novas velocidades trazem taxa de upload significativamente maiores, representando a metade da taxa de download — no plano mais caro, de 300 Mb/s, será possível enviar arquivos a 150 Mb/s. Os planos oferecidos pela rede xDSL continuam na mesma, mas provavelmente por limitação da própria tecnologia.

Com esse novo portfolio, a GVT fica muito mais vantajosa que as concorrentes nas velocidades mais altas: enquanto a NET cobra R$ 319 por 120 Mb/s, a GVT consegue entregar 100 Mb/s por R$ 149, com vantagem na velocidade de upload (na NET são apenas 4 Mb/s) e na ausência de franquia de navegação no contrato. A Oi fica para trás ao oferecer a velocidade máxima de 15 Mb/s custando R$ 128,07 (no plano sem telefone), algo bem próximo dos 50 Mb/s da GVT.

Devo confessar que as mudanças foram inesperadas: com a compra da GVT pela Vivo, esperava que os planos de “ultra banda larga” se assemelhassem aos do Vivo Internet Fibra; foi interessante o fato da Telefônica manter planos separados para cada marca.

Localidades e questões técnicas

Tudo tem um porém: nem todos os clientes da GVT podem contratar o serviço de internet por fibra ótica. Inicialmente, as velocidades de 100 Mb/s, 200 Mb/s e 300 Mb/s só estão disponíveis nas cidades de Araraquara, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza e São Paulo. As outras localidades só possuem o serviço por fibra na velocidade de 150 Mb/s (com apenas 15 Mb/s de upload), dos planos antigos, com custo mensal de R$ 229.

A GVT costuma usar tecnologia xDSL (par metálico) até a casa do cliente, e isso faz com que a operadora enfrente dificuldades técnicas para oferecer velocidades mais altas: apenas quem está no máximo a 800 metros do DSLAM consegue contratar a velocidade de 50 Mb/s. Para 35 Mb/s, a distância máxima é de 900 metros, enquanto 25 Mb/s funciona em até 1200 metros de distância. Com a fibra ótica, esse problema deve ser resolvido.

Se o cliente já estiver dentro do mapa de cobertura de fibra ótica, ele poderá migrar ou contratar a internet na nova tecnologia. Caso possua uma linha telefônica, o serviço será entregue pela própria fibra, dispensando o cabeamento em par metálico. Questionei a GVT se a TV também passaria a ser entregue pela fibra, como a Vivo faz em São Paulo, mas a empresa não respondeu.

A parte triste é que para qualquer mudança de velocidade é cobrada uma taxa de adesão de R$ 99. Dependendo do pacote adquirido, esse valor poderá ser isento mediante fidelização.

Publicado originalmente em 20/07 às 12h20. Atualizado em 22/07 às 15h15 para acrescentar informações sobre as localidades atendidas e requisitos técnicos.

Mais sobre: ,