É um caminho sem volta: quando você começa a usar um SSD, o desempenho do seu computador melhora tanto que dói na alma abrir mão do dispositivo. E se você se deparasse com uma tecnologia mais rápida que o SSD — até mil vezes mais rápida? Pois essa é promessa das memórias 3D XPoint.

3D XPoint

A novidade é fruto de uma parceria entre Intel e Micron. Por meio de uma joint venture, ambas as companhias planejam iniciar a comercialização do novo tipo de memória a partir do próximo ano, a princípio, para atender a aplicações que necessitam de altíssimo desempenho.

Pense na quantidade de dados que o mundo gera diariamente: emails, conteúdo de redes sociais, transações bancárias, comércio eletrônico, enfim, exemplos não faltam. Os volumes de dados aumentam consideravelmente dia após dia, mas é necessário ter acesso rápido a eles.

Entre outros problemas, o atraso no acesso prejudica o processamento. Essa limitação tende a aumentar à medida que o volume de informações cresce. Mas, com o uso de memórias 3D XPoint, o acesso poderá ser feito em questão de nanossegundos, mesmo quando a base de dados é gigantesca. Pelo menos essa é a promessa.

Qual é a mágica? Essencialmente, a tecnologia se baseia em um painel com camadas formadas por linhas (daí o “3D” no nome). As células de memória são posicionadas nas interseções dessas linhas. Essa arquitetura dispensa os transístores usados nas memórias Flash NAND dos SSDs atuais e propicia acesso em pequenos blocos às células, agilizando consideravelmente as operações de escrita e leitura. Nas memórias Flash NAND, grandes blocos devem ser tratados para que um dado seja alterado. Teoricamente, sem esse fator, as unidades SSD de hoje seriam mais rápidas.

Tendo dimensões extremamente reduzidas, as células de memória conseguem alterar seu estado muito rapidamente. Isso também contribui para a velocidade da tecnologia 3D XPoint.

Outra vantagem é que as células podem ser empilhadas em várias camadas. De acordo com a Intel, cada die consegue armazenar até 128 gigabits tendo apenas duas camadas. As gerações futuras poderão aumentar ainda mais essa capacidade com empilhamentos maiores.

Como se vê, além de mil vezes mais rápida que chips Flash, a tecnologia 3D XPoint armazena mais dados. De quebra, o novo tipo de memória também é até mil vezes mais resistente.

3D XPoint

A Intel se mostra bastante otimista. Como que para dizer que não estamos falando de uma daquelas invenções que chamam a atenção e depois somem, a companhia destacou que esta é primeira grande tecnologia de armazenamento de dados que surgiu desde 1989, quando a memória Flash NAND foi apresentada.

Também é possível utilizar a nova tecnologia como memória RAM, mas, inicialmente, Intel e Micron deverão lançar equipamentos com 3D XPoint específicos para armazenamento. Não sei se eu vou querer saber do preço.

Com informações: CNET

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Alesson Danilo

Falou igual ao Lula agora hahahaha

Alesson Danilo
Falou igual ao Lula agora hahahaha
Alex
Esse artigo precisa se atualizar... As últimas informações da Intel revelam que a performance não chega nem perto do que eles haviam divulgado inicialmente. De 1000x mais rápidas caiu pra 10x, de 1000x mais duráveis caiu pra apenas 3x e de 10x mais capacidade caiu pra 4x.
Guilherme Brunck
O site http://www.ssds.com.br vai ser o primeiro a lançá-lo no Brasil :)
Tsu_brO

Espero que chegue antes de 2020 O_o até lá acho que aquela outra memória ultra densa acho que da Samsung e as F-Ram já lançaram também... Isso se os -muito prováveis- atrasos devido a "pequenos problemas" quando usados em cenário prático não atrasar ou até inviabilizar esse 3D XP aí

Lissandro
Espero que chegue antes de 2020 O_o até lá acho que aquela outra memória ultra densa acho que da Samsung e as F-Ram já lançaram também... Isso se os -muito prováveis- atrasos devido a "pequenos problemas" quando usados em cenário prático não atrasar ou até inviabilizar esse 3D XP aí
Marival Brito Filho
Ótimo seria se ficasse acessível aos usuários comuns, Mas como no Brasil tudo tende a ser super taxado, já imagino o preço , Até o uso de internet o Governo já esta querendo criar imposto. imaginem.
Augusto Linhares
Como nada baixa rapaz, poder de compra tá lá no chão.. "Nunca antes da historia desse país.."
Ricardo - Vaz Lobo
Olha a Skynet chegando...
Alfred

kkkkkkkkkkkkk verdade, minha logica da errada

Naldo Soares
kkkkkkkkkkkkk verdade, minha logica da errada
Keaton
Se vai baixar, não sei... mas se baixar, quando baixa? Daqui a 40 anos, quando eu tiver 70 anos e já não me interessar por tecnologia? E não estou desesperado, estou apenas inconformado com a impossibilidade de progredir e aprender. (100% de coisas de informatica são produzidas fora do Brasil. Até o RaspberryPi fica caro pacas no Br... Imposto. Cotação. Tudo. - A Receita taxa as coisas de forma aleatória com taxas absurdas, as vezes passando o valor real do produto e tu tem de pagar.. é uma m...)
G. C.
Ele vai baixar, não precisa ficar desesperado. É normal altas em tempos de crise. No governo FHC passou de R$ 4 por conta da crise da Rússia e Tigres Asiáticos (que fez investidores tirar dinheiro do pais e por isso precisaram comprar dólares) e depois baixou. Leve em consideração que essa crise afetou países em desenvolvimento e agora, com a maior crise mundial desde 1929, nem chegou perto de R$ 4 ainda. Isso mesmo que pelo menos temos mais força do que antigamente.
Keaton
Pela tua lógica, os HDs não existem mais só pelo fato do SSD ter surgido. :D....
Keaton
Dólar. 3,35 e subindo... Boa sorte com a queda dos preços.
Exibir mais comentários