Início » Segurança » Financie isso: Butterfleye, a câmera que vigia a sua casa de modo inteligente

Financie isso: Butterfleye, a câmera que vigia a sua casa de modo inteligente

Por
3 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora
Butterfleye

Uma câmera de segurança pode ser inteligente? Para os idealizadores da Butterfleye, deve. Em campanha no Indiegogo há uma semana, o dispositivo foi desenvolvido para monitorar a sua casa, mas filmar somente aquilo que é necessário. A novidade é capaz até de diferenciar membros da família de estranhos. Você também pode controlá-la remotamente usando o smartphone.

As câmeras com sensores que encontramos por aí fazem um bom trabalho, mas não são precisas. O detector de movimentos, que ativa a gravação, muitas vezes entra em ação com uma simples rajada de vento ou quando um caminhão passa pela rua e causa vibração na casa, por exemplo. A Butterfleye combina um conjunto de sensores com algoritmos de análise de imagens e áudio para não cometer esses excessos.

O dispositivo é pequeno, discreto e não exige fios, exceto para recarga da bateria (via porta micro-USB). Isso é bom porque você pode mudá-lo de lugar sempre que precisar.

Butterfleye

Uma carga completa da bateria pode durar até duas semanas. O sistema de gravação da Butterfleye não funciona constantemente, logo, não há gasto excessivo de energia.

Cabe ao conjunto de sensores (infravermelho, iluminação e acelerômetro, principalmente) ficar ativo o tempo todo, assim como o microfone. Os dados oriundos desses componentes é que ajudam a determinar o acionamento da gravação.

Nesse processo também se encaixa o uso de algoritmos de análise de imagens e áudio, como já dito. Segundo Ben Nader, CEO e fundador da Butterfleye (sim, essa é outra companhia que usa o mesmo nome do seu produto), a câmera conta com tecnologia de reconhecimento de rostos, assim, não entrará em ação se perceber que a movimentação na sala vem dos seus filhos, por exemplo.

Da mesma forma, a Butterfleye é capaz de identificar animais. É natural que seu gato fique para lá e para cá dentro de casa, portanto, não há razão para a gravação ser iniciada (a não ser que você queira saber o que ele anda aprontando quando você sai).

Butterfleye

Toda atividade que fugir da movimentação rotineira do lugar iniciará a gravação. Para esse fim, os algoritmos de áudio também contribuem bastante: eles podem reconhecer os latidos do cachorro no quintal ou o choro de crianças, por exemplo. Em breve, esse sistema também distinguirá o barulho de vidros quebrando, promete Nader.

Quando em ação, a câmera gera vídeos com resolução de 1080p. O sensor tem 1/3 polegada, 3,5 megapixels e campo de visão de 95 graus. O armazenamento interno, de 16 GB, permite até 12 horas de filmagem. Os vídeos ficam disponíveis nas nuvens por 24 horas gratuitamente, criptografados. É possível aumentar esse prazo para uma semana ou um mês assinando os planos pagos do serviço.

Você já deve ter imaginado que o envio para as nuvens é feito via Wi-Fi. É graças a essa conectividade que você pode também gerenciar a câmera remotamente usando o smartphone — há apps para Android e iOS.

O aplicativo emite notificações quando a Butterfleye detecta alguma atividade suspeita. A partir daí você pode visualizar a gravação feita ou receber uma foto tirada pelo dispositivo. Também dá para acionar a gravação manualmente.

Outro recurso da câmera é a saída de áudio. O componente é útil, por exemplo, para conversar com seu filho enquanto você o vê pelo app. Ou para mandar uma ameaça para o bandido que acabou de invadir a sua casa — seria bem legal fazer isso com a voz do Darth Vader.

As funções do aplicativo não terminam aí: com a ferramenta, você pode controlar mais de uma câmera ao mesmo tempo e, com isso, monitorar várias partes da sua casa. Se você quiser dividir esse controle com mais alguém, tudo bem: cada unidade pode ser acessada por mais de um smartphone.

Butterfleye

Por que é legal? A câmera Butterfleye faz monitoramento otimizado da sua casa e entrega imagens em alta definição. Por causa da sua capacidade de distinguir choros e vozes, também é possível usá-la como babá eletrônica.

Por que é inovador? O dispositivo combina sensores com algoritmos para entrar em ação somente quando necessário, poupando recursos de armazenamento e energia.

Por que é vanguarda? Câmeras espertas não são novidade. Creio que teremos uma diversidade bem ampla desses dispositivos dentro de poucos anos. Mas, além da utilização inteligente de recursos, a Butterfleye se foca na facilidade de uso e na integração com o meio — o dispositivo foi desenvolvido para se encaixar bem em qualquer ambiente doméstico.

Vale o investimento? Compensa levá-lo se você realmente estiver à procura de uma solução mais prática para monitorar a sua casa. No Indiegogo, a unidade custa US$ 199 mais o valor do frete. Como se vê, o produto não é necessariamente barato. A boa notícia é que, comprando mais de uma unidade, os descontos aparecem. O pacote com três câmeras sai por US$ 540, por exemplo.

A ideia atraiu muita gente. Durante a publicação deste post, a arrecadação estava em pouco mais de US$ 457 mil. A meta é de US$ 100 mil e ainda faltam 24 dias para o fim da campanha. Sucesso absoluto! As entregas estão previstas para o final do ano.

A internet das coisas

Tecnocast 009

A proposta do Butterfleye condiz perfeitamente com a chamada internet das coisas, conceito que prevê que dispositivos de todos os tipos fiquem online e se comuniquem com outros aparelhos. A ideia é deveras interessante, tanto que foi tema do Tecnocast 009. Confere lá 🙂