Início » Gadgets » TFT LCD, IPS, TN: você também está fazendo confusão?

TFT LCD, IPS, TN: você também está fazendo confusão?

IPS é uma maravilha, TFT é uma porcaria? Na verdade, as coisas não funcionam bem assim.
Uma explicação descomplicada do que significa cada tecnologia nas telas LCD.

Paulo Higa Por
TB Responde

A polêmica mais recente envolvendo especificações de hardware, frequentemente mal interpretadas, aconteceu com as telas dos novos Moto X. A Motorola foi criticada por abandonar o painel AMOLED da geração passada em favor do LCD. Pior: não é nem sequer IPS, é TFT, a pior coisa do mundo, com ângulo de visão ridículo, cores lavadas e… calma, não é bem assim. Vamos entender essas siglas.

telas-ips-lcd

A confusão toda acontece, creio eu, por marketing e motivos históricos. Nas especificações técnicas, as fabricantes normalmente (não é uma regra) fazem questão de destacar a sigla IPS nos aparelhos que possuem esses painéis. A LG, que aposta bastante na tecnologia (em contraposição à Samsung, focada no AMOLED), coloca até selos ressaltando o painel IPS nos smartphones. Além disso, monitores mais sofisticados, como os Dell UltraSharp e Apple Thunderbolt Display, são IPS.

080617_k29_pf_ow 008

Por outro lado, os smartphones mais baratos sempre eram (e ainda são) lançados com telas denominadas de TFT. A Sony adotava displays anunciados como “TFT” nos topos de linha até o Xperia Z1, que tinha um display de baixa qualidade, com ângulo de visão bastante limitado quando comparado aos concorrentes. Coincidentemente, quando o Xperia Z2 chegou, ele foi anunciado como “IPS” e não houve mais críticas severas às telas dos smartphones mais caros da Sony. E aí?

Vem comigo.

O que é TFT LCD, afinal?

Primeiro, a definição do dicionário: TFT LCD significa “thin film transistor liquid crystal display”. Em português, eu traduziria esse termo estranho para algo como “display de cristal líquido baseado em transistores de película fina”. Isso ainda não diz muita coisa, então vamos clarear as coisas.

O LCD você já conhece bem, embora talvez não saiba como ele funciona. Essa é a tecnologia que o monitor do seu desktop ou notebook provavelmente usa. A engenhoca tem os chamados “cristais líquidos”, que são materiais transparentes que conseguem ficar opacos ao receber uma corrente elétrica. Eles estão dentro da sua tela, que possui os “pixels”, formados pelas cores vermelha, verde e azul (o padrão RGB). Cada cor normalmente suporta 256 variações de tonalidades. Fazendo as contas (2563), isso significa que cada pixel teoricamente pode formar mais de 16,7 milhões de cores.

lcd-tela

Mas como esses cristais líquidos formam as cores? Bem, eles precisam receber uma corrente elétrica para ficarem opacos, e isso fica a cargo dos tais transistores: cada um é responsável por um pixel. Na traseira de uma tela LCD há o chamado backlight, uma luz branca que faz o display brilhar. De maneira simplificada, pense comigo: se todos os transistores emitirem corrente, os cristais líquidos ficarão opacos e impedirão que a luz passe (ou seja, a tela exibirá a cor preta). Se nada for emitido, a tela ficará branca.

É aí que entra o TFT. Nas telas TFT LCD, os milhões de transistores, que controlam cada um dos pixels do painel, são colocados dentro da tela por meio do depósito de uma película bem fina de materiais microscópicos, com alguns nanômetros ou micrômetros de espessura (o fio do seu cabelo tem algo entre 60 e 120 micrômetros de espessura). Pronto, já sabemos o que é a tal da “película” presente na sigla TFT.

Então que diferença faz o IPS?

Lá para o final do século passado, quase todos os painéis TFT LCD dos monitores usavam uma técnica chamada Twisted Nematic (TN) para funcionar. Ela tem esse nome porque, para deixar a luz passar no pixel (ou seja, formar a cor branca), o cristal líquido fica organizado numa estrutura retorcida (twisted, em inglês). Esse gráfico lembra aquelas ilustrações de DNA que você viu no colégio:

tn-lcd-esquema

Quando o transistor emite corrente elétrica, a estrutura se “desmonta”. Os cristais líquidos se tornam opacos e consequentemente o pixel fica preto — ou exibe alguma cor intermediária entre branco e preto, dependendo da intensidade da energia que foi aplicada pelo transistor. Olhe de novo para a imagem e preste atenção na maneira como os cristais líquidos passam a se organizar: de forma perpendicular ao substrato.

Só que todo mundo sabia que o LCD baseado em TN tinha algumas limitações. As cores não eram reproduzidas de maneira tão fiel, e havia problemas com o ângulo de visão: se você não ficasse exatamente em frente ao monitor, era possível notar variações de cor. Quanto mais fora do ângulo de 90º você se posicionasse em frente ao monitor, piores ficavam as cores.

Então tiveram uma ideia: e se o cristal líquido não precisasse se organizar perpendicularmente? Foi quando criaram o In-Plane Switching (IPS). No painel LCD baseado em IPS, as moléculas de cristal líquido estão organizadas na horizontal — ou seja, paralelamente ao substrato. Em outras palavras, eles ficam sempre no mesmo plano (“In-Plane”, sacou?). Um desenho da Sharp ilustra isso:

ips-tn

Como o cristal líquido fica sempre mais perto de você no IPS, o ângulo de visão acaba melhorando e a reprodução de cores se torna mais fiel. O ponto negativo é que essa tecnologia ainda é um pouco mais cara de se produzir, e nem todas as fabricantes estão dispostas a gastar mais com um painel IPS na produção de um smartphone mais básico, onde o importante é enxugar os custos ao máximo.

O ponto-chave

Simplificando, o IPS é apenas isso: uma forma diferente de organizar as moléculas de cristal líquido. O que não muda em relação ao TN são os transistores, que controlam os pixels: eles continuam organizados da mesma forma, ou seja, depositados como uma “película fina”. Não faz sentido dizer que uma tela IPS é melhor que uma TFT: seria como falar "o Ubuntu é pior que o Linux".

Portanto, as telas IPS que você conhece também usam tecnologia TFT. Na verdade, o TFT é uma técnica bastante ampla, que também é aproveitada nos painéis AMOLED. Não está errado dizer que o Moto X de 2ª geração ou o Galaxy S6 Edge+ possuem uma tela TFT AMOLED, embora quase ninguém faça isso.

E sim, os novos Moto X possuem uma tela TFT, que também é IPS. Saber apenas que um painel é TFT não é um indicativo da qualidade dele. Capisce? 🙂

Mais sobre: , , , , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Diego Peixoto
https://goo.gl/HpRu16
Diego Peixoto
https://goo.gl/NNoNqe
Diego Peixoto
https://goo.gl/E8amyt
Diego Peixoto
https://goo.gl/xNSxNL
Diego Peixoto
https://goo.gl/zCNTFU
Diego Peixoto
https://goo.gl/aNrfLw
Diego Peixoto
https://goo.gl/bM2ARg
Diego Peixoto
https://goo.gl/4D8n4x
Diego Peixoto
https://goo.gl/C1p4pi
Diego Peixoto
https://goo.gl/ztfNJm
Diego Peixoto
https://goo.gl/T6TmmA
Diego Peixoto
https://goo.gl/SLX8wq
Diego Peixoto
https://goo.gl/GE1mhw
Diego Peixoto
https://goo.gl/bzTKmT
Diego Peixoto
https://goo.gl/6T3ASZ
Diego Peixoto
https://goo.gl/M9Z1YT
Diego Peixoto
https://goo.gl/G7bE32
Diego Peixoto
https://goo.gl/XDjLF4
Diego Peixoto
https://goo.gl/T638VV
Diego Peixoto
https://goo.gl/KtjR2S
Eduardo
Também notei isso de cara, ficou muito estranho.
Eduardo
😒 Falou falou e não disse nada.
Eduardo
O TB não tem culpa de você ser burro.
ppietro
Muito bom. Ótima explicação..obrigado.
Rafael
Louis"As telas da Motorola SÃO conhecidas...." isso quando vc tinha o Moto 2013???Hj estamos em 2018...acho que está muito melhor agora...rsNão é pq era que ainda pode ser hoje, fora opinião pessoal
Bruno Bruno
Quero saber é o que Diabos a PLS TFT da Samsung tem de difeerente das outras.
daniel possato
Sou técnico em eletrônica a mais de 38 anos, a melhor tela de tv é sem duvida a de oled, é mais capacidade e não tem pixel branco pois o oled é orgânico e acende com as três cores básicas e quando apaga é o preto perfeito. o problema é o preço mas com o tempo tende a caIr. os Smartphone tem a vantagem de seres pequenos então a densidade de pixel é grande em relação ao tamanho da tela ai eles ficam exprimidos dando qualidade a imagem.
rcamargofilho
Oops, so sorry, didn't catch.
Keaton
acho que esqueci de fechar o [/piada
Keaton
acho que esqueci de fechar o [/piada].
rcamargofilho
A mentira é pois Ubuntu é uma distro Linux, assim como Slackware.
Robson Miguel
Entendi zero coisas.
Tyrion
Finalmente alguém competente pra acabar com essa história. O que saiu de review por aí, de sites de tecnologia, colocando a tela do Style como ruim por usar TFT não é brincadeira.
#inHigaWeTrust
Theo Queiroz
Hahaha, ele quis dizer TecNoblog :p
Keaton
o Ubuntu é pior que o LinuxEspera ai.... qual seria a mentira nesta parte? :D (Slackware ftw lol)
Tiago Celestino
Será que não falaram do IPS, porque a LG é a marca que mais divulga?? Super estranho. E boa explicação para os leigos, como eu! :D
Michel Vieira Pinto
Desculpe! kkkk


Mas tô ouvindo esse papo desde quando foi anunciado o style. E já saturou... pq explico, explico pro povo e insistem em chamar TFT de tela...


Agora finalmente um site brasileiro explica decentemente e peca ao chamar TFT de tela...
Paulo Higa
calma cara
Michel Vieira Pinto
AMOLED (que é uma tela OLED) tem esse defeito... na verdade não é burnin, pq não existe a queima dos pixels e sim o desgaste na parte onde ela fica sempre ligada, pois, na parte dos botões está sempre preto, sempre desligado.


E amigo, a tela amoled da motorola é a mesma da samsung... somente a motorola não calibra a tela, com custom rom dá pra calibrar e o branco fica branco!


As telas da samsung não aparecem porque usa botões fisicos, se usar botões virtuais como o galaxy nexus o "burnin" ocorre e ocorre mais violentamente que nas telas da motorola, pois, as telas da samsung tem muito mais brilho.
Michel Vieira Pinto
Perfeita explicação do tecnoblog, porém, NÃO EXISTE TELA TFT! CARALHO!!!


TFT É A PORRA DA PELÍCULA!!!


Então quando a tela não for IPS ela é TN e não TFT como o a matéria cita 3000 vezes!!!


TFT é um película de transistores! que existe até nas AMOLED.


Quando a tela for LCD tem que ser informado o painel: TN, IPS, VA, SVA... NÃO EXISTE TFT!!!


fora esse pequeno GRANDE problema, nota 10 praq matéria...
pena eu não ter um site, pois, falo que a tela do moto x é IPS desde a apresentação em julho!!!
DiEGo S.
No Windows Phone é usado muito o fundo preto e com a tela Amoled gera mais economia na bateria por não iluminar os pixels preto deixando a tela mais nítida
DiEGo7SiLVa Nokia Lumia 830
No Windows Phone é usado muito o fundo preto e com a tela Amoled gera mais economia na bateria por não iluminar os pixels preto deixando a tela mais nítida
Marcos Tony Lehmann
Vi um "side by side" no BrasiliGeeks entre G4 Stylus e G3 (Moto, não o LG) e tb tem diferença grande, principalmente no amarelado do Motorola G 2015
SKY
Preto "buraco negro" é o que há... AMO led! :D
Marcos Tony Lehmann
Paulo, como sempre, artigo ótimo. Fica a sugestão: escreva mais textos como este, destrinchando coisas do mundo tecnológico que parecem (e, às vezes, são) difíceis de entender (do tipo "Desenha pra mim?", como você ,de fato ,fez com os gráficos).
AnnoyingOrange
Então... Eu sou daltônico (não é nada absurdo, eu vivo normalmente, apenas não consigo distinguir alguns tons de cores) Será que é por isso que não noto muita diferença nas telas de smartphones? Parece que o pessoal tá mais chato com isso do que os chatíssimos audiófilos. Tendo um brilho decente pra eu usar o celular no sol já tá legal pra mim. O que mais importa é a economia de bateria nos tons full pretos.
Denis Belo
O cara até apagou o comentário, depois de passar vergonha por não ler o artigo.
André Souza
Você não entendeu, amiguinho...
Vitor Mikaelson
Queria briga de LCD vs OLED/AMOLED agora =P
Anakin
sim, mas a sigla IPS é pra te avisar que as moléculas de cristal líquido estão organizadas na horizontal, o que torna o resultado melhor, se a outra é somente TFT, e uma é TFT IPS, a que tem IPS é melhor oras.
Tipo o Bluetooth, não posso dizer que o Bluetooth 4.0 é melhor que o Bluetooth 2.0 porque ambos são bluetooth? Só o fato das moléculas se organizarem de um modo diferente, já é possível se comparar e dizer que um é melhor que o outro, não? Basta uma modificação e eu já posso comparar e convenhamos, qual tem qualidade superior? ou as duas são iguais então? A nomenclatura pode estar até errada, mas todos sabemos o que quer dizer.
Diego Peixoto
Amigo, ele quis dizer que o IPS é TFT, todos são TFT, é a tecnologia base.
Diego Peixoto
Parabéns por não ler o artigo!
Sérgio Camargo
A tela LCD do meu Moto X Play é bem melhor que a do meu aparelho anterior, o LG G3, que era IPS mas tinha cores meio lavadas.
Gabriel Arruda
Ótimo para variar, mas que tragédia de marketing da Motorola hein?


Não faz sentido adotar essa nomenclatura quando o IPS é sempre destacado para diferenciar dos display TN, lembro de ter lido isso muito tempo atrás e acabei confundido TN com TFT ao ler as especificações. Bobeira minha mas mancada gigantesca da Motorola.
Victor
Muito bom artigo, Higa
Emanuel Sousa
Twisted Nematic seria mesmo um nome de blog mais legal que Tecnoblog. Parabéns, TN! :P
Anakin
Se no IPS "o ângulo de visão acaba melhorando e a reprodução de cores se torna mais fiel." Então pra mim ele é melhor que o outro. Se estão escrevendo errado, seria tipo TFT IPS, pra mim continua sendo melhor que uma sei lá, TFT sem nada. hahaha
Sua analogia tb está um pouco errada. Vamos pegar o Windows Vista e o Windows 10. Os dois são Windows, mas um é melhor que o outro ;D Os dois são TFT, mas quem tem o IPS é melhor.
Mario Junior
As minhas experiências com Amoled não foram nada boas. Esses artefatos que aparecem na tela, que são bastante visíveis quando se está no escuro, são uma droga!

O pior é que isso é uma "característica" das telas Amoled, segundo as fabricantes.
Eduardo
Explicação legal, mas tem um erro grave.


Indicativo presente do verbo capire na segunda pessoa, tu. O correto é "Capisci" com i.


kkkkkkk
evefavretto
Vale lembrar que provavelmente, um dos motivos pra Motorola ter trocado para o lado LCD da força foi a qualidade dos AMOLED que ela tinha acesso.

Até aonde eu sei o principal fornecedor é a Samsung, e ela costuma usar os painéis de última geração, com melhores cores, contraste e mais eficientes energeticamente primeiro em seus aparelhos do que vender para outros fabricantes. Só comparar o display 2k do Moto Maxx com o de um S5 LTE-A(modelo coreano, com tela 2k) ou de um Galaxy Note 4. Os Samsungs ganham fácil em todos os critérios.

Btw, esse vídeo(em inglês) explica bem o funcionamento de um TFT TN https://www.youtube.com/watch?v=jiejNAUwcQ8
Trovalds
Em matéria de qualidade, AMOLED supera o LCD, fim. Agora se a Motorola usou painéis porcaria, aí já é outra conversa. O meu (falecido) Lumia 730 tem painel AMOLED e a tela é visivelmente melhor do que uma tela da concorrência e mesmo de outros modelos Lumia. E o AMOLED leva vantagem no quesito consumo de energia, já que não depende de retro iluminação.
Vinicius Morais
E quanta briga de fanboy poderia ter sido evitada.
Bom, mas no fim, os fanboys vão brigar por qualquer coisa, mesmo...
Vitor
Depende. A tela AMOLED da Motorola não é nenhuma beleza... Aqui no Moto X 2014, o branco é amarelado, as cores são hipermegablastersaturadas e ele perde em brilho muito facilmente para o Moto G 3rd gen do meu irmão (e pro Moto G 2nd gen do meu pai e pro antigo Moto G 1st gen do meu irmão também).
Paulo Higa
Não faz sentido porque IPS *é* TFT.


Faz sentido dizer que IPS é melhor que TN.
Valto Novaes
Discordo quando diz que “não faz sentido dizer que uma tela IPS é melhor
que uma TFT”. Como
designer, utilizo telas IPS há quase 10 anos e a diferença literalmente visível,
principalmente no que diz respeito ao ângulo de visão em todas as direções.
Numa tela IPS não se tem problema de “negativos” quando olhamos a tela de baixo
para cima ou de cima para baixo. Calibrar cores é praticamente impossível em
monitores TFT ou TN, pois a depender do ponto de vista as cores mudam de
intensidade. Acredito que o problema com patentes tenha dificultado a adoção
por parte de alguns fabricantes da tecnologia IPS, o que é uma pena. Quem se
interessar em saber mais a respeito de telas e suas especificações, este é um
bom local: http://www.tftcentral.co.uk/
Douglas Furtado Gonçalves
Ok, agora põe lado a lado o LG G4 e o Moto X Style e comparem a diferença gritante de tela.
Marcos Leandro
Perfeito!
O único problema da AMOLED, principalmente nas telas da motorola, é o burn-in.
De resto, a qualidade da imagem do display AMOLED é muito superior.
Black Cat
A tela Amoled da Motorola era horrorosa, tudo amarelado, no final o resultado não chegava nem perto das telas Amoled da Samsung ou IPS da LG.
Senju Hashirama
A tela Amoled da Motorola era horrorosa, tudo amarelado, no final o resultado não chegava nem perto das telas Amoled da Samsung ou IPS da LG.
Márcio Leopoldo
Eu critiquei a Motorola por usar LCD e você disse que o seu Motorola era ruim por usar um LCD de baixa qualidade? Ademais, citaste um problema recorrente em LCD, justamente aquilo que me incomoda: vazamento de backlight. Por isso prefiro amoled.
Danilo
O blog mais inoxidável do Brasil.
Bruno Carvalho
Excelente matéria, parabéns ao editor por simplificar as informações técnicas.
abraaocaldas
Eu tinha um Moto X de primeira geração e o AMOLED é milhares de vezes melhor que o LCD em geral, consome menos energia dependendo da cena e tem o preto real.
Luiz
A minha crítica em relação a utilização de painéis LCD na linha Moto não é em relação a qualidade, e convenhamos, acredito que isto seja um consenso geral. Eu prefiro o equilibro de cores de uma tela LCD de qualidade do que as cores normalmente saturadas de uma AMOLED. ENTRETANTO, a linha Moto se destacou por oferecer recursos interessantíssimos, que dependiam e muito da tela AMOLED.Acender apenas alguns pixels para mostrar as notificações, etc.Tenho um Moto X 2014, e mal uso o botão de bloqueio! O "Moto tela" substituiu o botão de bloqueio com primazia. E agora, com telas LCD, este recurso não faz mais sentido.Sem contar na péssima escolha da Motorola em retirar os sensores do Moto X Play.Enfim, uma pena. Não trocarei meu Moto X 2014 pelo Style e muito menos pelo Play.No mais, parabéns ao TN pela excelente matéria.
Luiz Ricardo Silveira
A minha crítica em relação a utilização de painéis LCD na linha Moto não é em relação a qualidade, e convenhamos, acredito que isto seja um consenso geral. Eu prefiro o equilibro de cores de uma tela LCD de qualidade do que as cores normalmente saturadas de uma AMOLED. ENTRETANTO, a linha Moto se destacou por oferecer recursos interessantíssimos, que dependiam e muito da tela AMOLED.
Acender apenas alguns pixels para mostrar as notificações, etc.
Tenho um Moto X 2014, e mal uso o botão de bloqueio! O "Moto tela" substituiu o botão de bloqueio com primazia. E agora, com telas LCD, este recurso não faz mais sentido.
Sem contar na péssima escolha da Motorola em retirar os sensores do Moto X Play.
Enfim, uma pena. Não trocarei meu Moto X 2014 pelo Style e muito menos pelo Play.


No mais, parabéns ao TN pela excelente matéria.
Bruno Lopes
Muito bem explicado. Melhor blog de tecnologia do país.
Bruno Sanzio
Muito bem explicado. Melhor blog de tecnologia do país.
Louis
Não mesmo. As telas da Motorola são conhecidas pela baixa qualidade. Isso se destaca nas primeiras edições de smartphone da primeira linha Moto (2013).

Posso dizer isso com conhecimento da causasa, pois tinha um Moto G que queimou após atualização do Android e a tela IPS era bem ruim. Quando iniciava o telefone e a tela ficava completamente branca para mostrar o logo da Motorola, o problema era bem visível. As bordas tinha um vazamento enorme de luz. Pelo menos, só se notava no dia a dia se prestasse a atenção.

Melhor usar um painel TFT de qualidade, do que investir em uma tela AMOLED amarelada e com problemas de burn in, como era recorrente na linha Moto X.
fromRiften
Não faz sentido dizer que uma tela IPS é pior que uma TFT: seria como falar “o Ubuntu é pior que o Linux”. Melhor analogia. Quem mais errou nessa história foi o marketing da Motorola ao listar especificações incompletas.
Márcio Leopoldo
Perfeito. Agora todos podem, com propriedade, dizer que a Motorola errou ao trocar o Amoled pelo LCD.