Início » Computador » Lenovo não é mais dona da CCE

Lenovo não é mais dona da CCE

Fabricante brasileira de eletrônicos foi vendida para os antigos donos

Paulo Higa Por

lenovo-marca-logo

A Lenovo não é mais a empresa responsável pelos eletrônicos da CCE. Três anos depois de adquirir a fabricante brasileira por R$ 300 milhões, em setembro de 2012, a Lenovo anunciou que vendeu a CCE para os antigos proprietários da marca, a família Sverner. A “devolução” também inclui a fábrica da CCE, que monta computadores, placas eletrônicas e painéis de LCD.

Os chineses enviaram um comunicado à imprensa informando que o “acordo comercial” para vender a CCE aconteceu em meados de agosto, sem revelar o montante envolvido. No texto, a empresa diz que a mudança é “parte do foco estratégico da Lenovo em produtos de maior valor agregado” — o que destoa dos produtos da CCE, normalmente mais baratos que os concorrentes.

Ainda segundo a Lenovo, a medida foi tomada “como parte de seus esforços para aprimorar sua eficiência operacional e a rentabilidade do negócio de PCs globalmente e no Brasil”. A Lenovo é a maior fabricante de PCs do mundo, com uma fatia de mercado de 20%, mas as receitas estão caindo e a empresa demitiu milhares de funcionários recentemente para conter os gastos.

No Brasil, a Lenovo manterá sua fábrica em Itu (SP) e continuará vendendo servidores, computadores da “linha premium” e dispositivos móveis da Motorola.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mick Oliver

Fico feliz de saber que os brasileiros assumiram a CCE novamente! Tenho um 3 em 1 dessa marca há 30 anos e nunca deu problema!!! Fora chinesada! Fiquei muito puto quando soube da venda dela e agora, muito satisfeito!!!

Flavio Martins Prado

Pois é.. diferença entre marcas boas e ruins... suporte. Eu encontro drivers pra algumas marcas pra produtos fabricados no fim da década de 90...

Raul Cotrim de Mattos

3 anos depois venho aqui dizer que o meu notebook CCE continua firme e forte... o problema agora é encontrar os drivers...

felipe

tenho um notbock cce a 4 anos funciona perfeito !

Madson
somos dois, o meu ainda aqui deboas e outro q comprei em 2010 ainda ta com a minha ex sogra e funcionando haha
Glauber Silva
hahaha ... "humans of tecnoblog" is on!
anaoefdp
Leia direito, quem vende é a Lenovo com a marca Lenovo, não CCE.
anaoefdp
E quem fala bem é porque não entende de computador. Não é "funcionar", é desempenho ligado diretamente a configuração. Já vi i5 4200U da Positivo performar pior que outro identico. Os caras não buscam um padrão, fazem tudo nas coxas.
Deepdark
Compra, Concerta, Estraga
Filipe Silveira
Isso aí. A CCE comprou uma época da Topstar. Esses eram muito bons. Quase não davam problemas. No entanto os encomendados da Shuttle eram uma bosta. 90% daqueles que todo mundo falava mal.
Filipe Silveira
Sim meu caro. Aqui em Manaus estava bem parado a fábrica da Digibrás desde a compra pela Lenovo. Eles também acabaram com vários produtos manufaturados que era feito aqui pela CCE para as outras empresas do Polo Industrial de Manaus a montagem OEM de display.
Filipe Silveira
Comprei um CCE em meados de 2010, ele funciona muito bem obrigado até hoje. Isso que uso ele quase todo o tempo.
G. C.
Todo mundo enfrenta problemas com qualquer marca. Só que quem usa componentes mais baratos (praticamente todas as marcas tem modelos mais baratos), tem mais problemas; quem vende mais, numericamente tem mais problema, mesmo tendo um percentual mais baixo.
Deilan Nunes
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
XXRS
CCE é lixo, se o seu ainda funciona é por sorte. Não saber usar seria exatamente o que? Comprar um notebook e nunca ligar? Porque TODO MUNDO que eu conheço que teve ou tem CCE enfrenta problemas grotescos, e com uso normal, que todo usuário de um laptop faz. O problema é a marca SIM, não entendo como uma empresa lixosa dessas pode ter fãs que defendem as porcarias dela com unhas e dentes.
Exibir mais comentários