Já apresentamos aqui no Tecnoblog algumas campanhas de financiamento coletivo para a sua bicicleta, como a SmartHalo, que transforma o veículo em uma “smart bike”. O Revolights Eclipse também quer levar um pouco da tecnologia para a sua bicicleta, mas com uma abordagem diferente.

revolights-eclipse-LED-wheel-bike-lights-designboom-05-818x409

O projeto é mais para quem costuma andar à noite com a bicicleta e acredita que só um pequeno sinalizador na parte de trás da bicicleta não é suficiente. “As luzes das bicicletas tradicionais focam principalmente em iluminar o caminho à frente e usam apenas uma pequena luz vermelha para visibilidade traseira e oferecem pouca ou nenhuma visibilidade dos lados”, diz um trecho da descrição da campanha.

Para aprimorar essa metodologia de iluminação, a Revolights decidiu criar luzes que se encaixam na roda do dispositivo. Cada roda conta com 24 LEDs, dos quais apenas oito, de 35 lúmens cada, ficam acesos na maioria do tempo, exatamente nas partes dianteira e traseira da roda. Eles conseguiram manter a iluminação no mesmo lugar com a roda girando por meio da implementação de um acelerômetro que fornece dados de velocidade e orientação para os anéis, que pesam cerca de 300 g.

revolights-eclipse

Esse acompanhamento constante também é útil em uma série de outros movimentos. O anel é capaz de perceber que você está brecando e, para alertar o motorista atrás de você, ele pisca a luz traseira, informando que a sua velocidade está diminuindo. Com a forte propagação da luz criada pelo Revolights, é de se esperar que isso chame bastante atenção.

Também é possível indicar que você vai fazer uma curva, uma vez que há uma espécie de “pisca-alerta no anel”. Por meio do controle que pode ser encaixado no guidão, pelo aplicativo ou, se você está usando um smartwatch, levantando o braço, o Revolights entende que você quer virar para a direção indicada, e chama a atenção do motorista piscando as 24 luzes.

O Revolights Eclipse é composto de quatro anéis de LEDs, dois brancos e dois vermelhos, que se encaixam nas rodas dianteira e traseira da bicicleta e ficam presos na bicicleta. Há uma bateria acoplada ao anel com duração de quatro horas que pode ser carregada por USB. O anel também é à prova d’água e não pode ser roubado com facilidade — ele fica seguro com o cadeado da bicicleta.

Phone_Speed

Por meio do aplicativo, disponível para o Revolights Eclipse+, é possível ver algumas informações interessantes, como previsão do tempo e a porcentagem da bateria, para que você não saia de bicicleta e fique na mão. O app também mostra a velocidade atual e outros dados para você estipular metas de velocidade e distância. É possível ligar as luzes remotamente pelo app; elas acendem automaticamente quando você se aproxima.

Em apenas uma semana, o Revolights atingiu 250% da sua meta de arrecadação, acumulando US$ 65 mil. A Eclipse mais barata custa US$ 209, sendo US$ 149 do produto e US$ 60 o frete para o Brasil. A versão com Bluetooth chega a US$ 269 com frete. Se tudo der certo, o Revolights Eclipse deve começar a ser entregue em dezembro, enquanto o Eclipse+ deve demorar até junho de 2016.

Também há a opção de comprar alguma bicicleta com o Revolights instalado por US$ 900, sendo US$ 600 a bicicleta e US$ 300 (!) o frete para o Brasil. O modelo da bicicleta é o Premium Coolidge, da Pure Fix, que fechou uma parceria com a Revolights.

Por que é legal? Para quem pedala muito à noite, é muito interessante ter um dispositivo que garante a segurança tanto do ciclista quanto da bicicleta. Com vários modos de iluminação e um controle pelo aplicativo na versão mais cara, o Revolights se torna um bom power up para a sua bike.

Por que é inovador? Porque o Revolights combina as luzes no aro da bicicleta com sensores inteligentes que produzem uma sinalização forte e que possuem diferentes modos de iluminação. É útil sinalizar para um carro que a sua velocidade está diminuindo ou que você pretende virar à esquerda, por exemplo.

Por que é vanguarda? Porque, até agora, só existiam alguns tipos de iluminação no aro da bicicleta, sem modos de iluminação que mudam automaticamente de acordo com as necessidades do ciclista.

Vale o investimento? Depende. Considerando o dólar, frete e valor de importação, o Revolights Eclipse pode custar mais que uma bicicleta comum. No entanto, para um ciclista profissional que anda pelas ruas de uma cidade à noite, essa adição pode vir muito bem a calhar. Se você preferir trocar de bicicleta por uma mais profissional, importar uma também é uma opção.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mario Junior
Sério mesmo? lel A que nível estamos chegando...
Leandro
Tem acompanhado notícias? O povo tem chamado que anda de bicicleta nas ciclovias de Sp de comunista.
Cumpadi Úochinguinton

Vrdd!
A pergunta é .... a pergunta é o seguinte... (MD2).
Até quando? Quando que nosso país vai ter jeito?

Bruno Borges
Vrdd! A pergunta é .... a pergunta é o seguinte... (MD2). Até quando? Quando que nosso país vai ter jeito?
Joseph Arimateias Diniz
O LED? Vai a Bike inteira. E um colega me comentou que nem adianta colocar GPS, pq a polícia não está indo atrás, assim como não estão indo no caso de celulares. Ou seja, perdeu, está perdido.
Cumpadi Úochinguinton

Pois é.... encostar sua bike em qualquer ambiente publico, com certeza quando vc voltar os leds não estarão lá!
Me lembro de um tempo atrás, quando a mulekada, roubava os pisto de pneu (de ferro, de prata) dos carros!

Bruno Borges
Pois é.... encostar sua bike em qualquer ambiente publico, com certeza quando vc voltar os leds não estarão lá! Me lembro de um tempo atrás, quando a mulekada, roubava os pisto de pneu (de ferro, de prata) dos carros!
João Silverado
Tirando os leds potentes, isso aí é projeto de faculdade comum. Nada muito complexo para quem tiver interesse e souber um pouco de eletrônica.
Yuji Negoro
Tirando o fator "roubo" e preço...Achei a ideia animal simplestemente por ela dar seta...
ochateador
Dica, radard.
Mario Junior
What? oO
Maxnoob
"No Brasil não se pode ter coisas legais."
Joseph Arimateias Diniz
Um lindo e belo neo dizendo: " Roube-me rápido, antes que outro o faça". No Brasil quem trabalha e é direito não pode ter coisas legais.
Maico Andrade
Ótima idéia mas ficou mt caro o produto! Pelo que entendi acho q esse brilho frontal não substitui meu farolzinho de led...
Keaton
Isso é ótimo em paises onde o pessoal não te assalta por você estar usando um celular de R$ 50. Já vi meterem estilete na cara de conhecido que estava usando um celular Blu (que, ironicamente, ele comprou para não ser assaltado). Agora, imagina bicicleta de R$500 + coisa de R$1050?
Exibir mais comentários