Início » Internet » Descanse em paz: Rdio entra com pedido de falência e será desativado

Descanse em paz: Rdio entra com pedido de falência e será desativado

O que sobrar do Rdio será comprado pelo Pandora por US$ 75 milhões

Paulo Higa Por

O Rdio foi um dos primeiros serviços estrangeiros de streaming de música a chegar ao Brasil, em 2011, sob o nome Oi Rdio. Ele também foi o primeiro serviço do gênero que assinei, numa época em que o Spotify ainda não operava no país e praticamente não existiam alternativas para ouvir música legalmente sem gastar o salário inteiro comprando álbuns em MP3.

Com o tempo, mesmo sendo pioneiro, o Rdio teve dificuldade de competir com os outros serviços de música, como Spotify e Deezer, que se expandiram mais rapidamente e captaram mais assinantes, inclusive no Brasil. O resultado não poderia ser outro: nesta segunda-feira (16), o Rdio anunciou que entrou com pedido de falência e vai descontinuar seus serviços nas próximas semanas.

rdio

As cinzas do Rdio, como as tecnologias e propriedades intelectuais, serão adquiridas pelo Pandora, outro grande serviço de streaming de música, por US$ 75 milhões. Parece até bastante dinheiro, mas o Rdio não lucrava e sobrevivia com grana de investidores, que já injetaram pelo menos US$ 125 milhões na companhia, segundo o TechCrunch. Nos bons tempos, ele chegou a ser avaliado em US$ 500 milhões — pouco perto dos atuais US$ 8 bilhões do Spotify, mas ainda assim bastante.

Os assinantes do Rdio não serão “transferidos” para os novos donos: o Pandora comprou a tecnologia, não o negócio. Mas a aquisição das propriedades intelectuais pode ser uma boa estratégia de expansão: aos investidores, o Pandora afirmou que deseja passar a oferecer não apenas seu serviço de rádio online, mas também streaming de música sob demanda e venda de ingressos para shows.

Esta também pode ser uma boa experiência internacional para o Pandora: atualmente, o serviço de rádio online funciona apenas nos Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia, enquanto o Rdio está presente em mais de 80 países.

Mas é válido lembrar que nem o Pandora está bem das pernas: no último trimestre, o serviço teve prejuízo de nada menos que US$ 86 milhões (sim, mais do que eles pagaram pelo Rdio). Essas perdas são constantes entre os serviços do gênero: o Spotify sangra dinheiro até hoje e continua tendo prejuízos a cada trimestre, também sobrevivendo com dinheiro de investidores. E o Deezer "adiou" por tempo indeterminado seus planos de abrir o capital na bolsa, devido a "condições do mercado".

Espero que o Spotify, Deezer ou Pandora não sejam os próximos a fechar as portas.

E obrigado pelos peixes, Rdio!

Mais sobre:

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Filipe Carvalho
Rdio era a melhor opção. Mas a ditadura da demanda popular é um saco.
Thalles
Poucas vezes tive problemas com o Rdio, e o spotify não é diferente, tem varios bugs, principalmente quando se ouve a musica em um lugar e controla pelo celular a troca das musicas. O Rdio pra mim era bem melhor, uma verdadeira rede social de musicas, podia até comentar sobre o artista, o sistema de shuffle era bem melhor, no spotify repete varias musicas, o modo de sugestão de artistas parecidos era bem melhor... enfim... uma pena que isso aconteceu com esse app. Spotify só tem nome....até o sistema de letras eles tiraram...
Bruno Marques
Streaming de música tem nome e se chama Google Play Music! Qualidade do áudio bem melhor que a do modinha Spotify (constatei isso com um bom fone de ouvido da Senheiser) e tem o melhor app: bela, limpa e organizada (mais uma vantagem sobre o Spotify) interface no estilo Material Design do Android, toca músicas via comando de voz "Ok Google", tem playlists, tem plano família, sugere músicas com base no que você costuma ouvir, na previsão do tempo, no período do dia (manhã, tarde, noite...), na localização (casa, trabalho...). É incrível! Sem mais.
Lisandro Do Amaral
vdd, desanimei.
Douglas Oliveira
O Deezer é modesto, mas fica atrás até do player que meu jurassico nokia X3 tinha. Não da pra alterar a ordem das faixas, não existe "reproduzir próxima" e sinceramente a única vantagem clara é de que não consome minha franquia já que é conveniado a TIM, que inclusive foi este o motivo de migrar do Spotify Premium para o Deezer.
Márcio
Negao a nova versao deixou ainda melhor o Radio, ta pagina princiapl. Da uma olhada.
SamueX
hahahahaha Concordo!
Domingos Teruel
Uma pena mesmo! Até hoje o Rdio é o meu serviço de streaming de música principal! Vou ficar usando até o final hehe. Depois vou voltar para o Apple Music. Spotify não me agrada muito pela falta de um acervo mais completo de música eletrônica e house, principalmente as de Djs internacionais, coisa que o Rdio faz com muito bom gosto.
Duzinfa
Já achei aqui, valeu.
Duzinfa
No Rdio tinha isso, você escolhia entre tocar só as músicas daquele artista, ou uma opção intermediária, ou o modo "aventura", que viajava legal.
Márcio
Cara o spotify tem esse msm serviço. Vc pode criar rádio de artistas, álbuns, playlist ou uma música. Pra isso é só clicar no menu (os "...") e clicar" criar rádio ". Ou vc acessa a sessão" Rádio" la vc pode criar as suas além de ter recomendações.
Keaton
Espero que a humanidade toda aprenda a fazer backup assim que nascer... com implante, chip, sei lá... lol
Gaius Baltar
Uma pessoa que não sabe onde guardar seus arquivos e não sabe a importância de um backup merece sofrer a inexorável marcha da evolução. #DarwinRules
Keaton
Esse seria o mundo perfeito. lol Agora voltando para o mundo real, acredito que seja uma parcela menor de pessoas que faça isso. - No mundo real, já vi pessoal guardando arquivos importantes na lixeira. [será que essas pessoas guardam os documentos no lixo da casa delas?]
Gaius Baltar
Creio que todos os que utilizam serviços na nuvem têm o bom senso de terem cópias locais dos arquivos e backups (no plural) dos mesmos.
João Henrique
Eu estou concordando com vc! kkkkkk, foi que esqueci de colocar a interrogação na parte do napster. kkkk
João Henrique
O lucro é certo, não é por menos que os grandes entraram, só que no meu entender não a espaço para muitos.Creio que a estratégia seja deixar os menores se acabarem para que ocorram fusões, falências e aquisições.Quem sabe um dia, quando a internet for tão fácil em relação a qualidade e acesso a níveis globais sujam os intermediários.
Keaton
Se tiver uma forma de exportar as playlist, não tem problema... Agora imagina se o dropbox entra com pedido de falência e tem o mesmo fim do Rdio? Todos os arquivos pessoais indo pro espaço... (Vide MegaUpload, mas no caso não foi falência.)
André Simões
Eu migrei do Rdio para o Spotify quando saiu a versão do último para Playstation 4.
Paulo Freitas
Procurando alguma ferramenta para exportar a biblioteca (collections) no Google Music ou ao menos para qualquer formato de arquivo como CSV. Aberto a sugestões. "/
Caillou
por isso que sou feliz com o bj2
Islan Oliveira
Talvez chegue um dia que só fique o Apple Music, Play Music e Groove Music, cada um ligado a ecossistemas da Apple, Google e Microsoft e quem sabe, consigam lucrar.
Chicão
Mas vc fala isso baseado em que? O que o napster tem que os concorrentes não tem?
João Henrique
Acho que vai ser isso mesmo.Creio que os grandes players do mercado estão olhando a manada sangrar na pista, dps da morte irão disputar o mercado entre o gingantes que aliais só são três.
João Henrique
Rapaz ninguém citou o napster. Acho que tem muito concorrente em um serviço ainda inicial.Creio que quem conseguir se manter até o final vai lucrar mais,pois abocanhará boa parte do mercado.
Danilo Soares
Rdio foi o primeiro serviço de streaming pago que usei e isso é triste. Diferente da maioria, eu comecei a usar com uma conta paga, pois depois de ler sobre como funciona, o que a maioria não faz e acaba indo na free. Acredito que o ideal seria que todas as contas fossem pagas, com mais categorias, tipo, uma só pra ouvir online, outra pra ouvir on e off.. manter a gratuidade vai matar a maioria desses serviços.
Deison Ribeiro
Na Deezer tem algo assim, porém chega um momento que ele te leva pra um caminho totalmente diferente do que você iniciou, ex: tu coloca pra tocar um rock, 30 músicas depois tá tocando sertanejo, mas quando ele te leva para uma música que você não gosta, você marca o "não curti" e a música é interrompida imediatamente não tocando mais em outras vezes.
Duzinfa
Por isso que eu assino Spotify, e quando gosto muito de um disco ou artista, baixo o álbum ou a discografia (legalmente quando possível, por torrent quando não dá). Aí fico com as duas alternativas. E quando gosto MESMO do artista, vou lá e compro o disco físico mesmo.
Duzinfa
Migrei pro Spotify pelo mesmo motivo: o app do Rdio no Android bugava direto, e o do Spotify bugou um total de 0 vezes. Por outro lado, uma feature do Rdio que eu sinto falta no Spotify (que, se tem, ainda não aprendi a mexer) é você escolher um artista, álbum ou música e a partir dele tocar músicas similares ad infinitum, que o Rdio chama de "Rádio *insira seu artista/música aqui*". No Spotify eu notei que sempre são playlists limitadas. No Rdio eu descobri várias bandas legais graças a esse sistema de tocar músicas similares. Pena que vai fechar, estava até pensando em voltar.
Leandro Budugo
Considero o Rdio o melhor serviço de streaming por muitos motivos, entre eles a inteligência artificial baseada no usuário e interface. Que design lindo! Spotify, além de ser uma mentira, parece blogspot. Um horror. Uma pena o serviço ser encerrado. Eu realmente gostava. :/
Leandro Budugo
Concordo plenamente. Não há inteligência tão assertiva nos gostos e preferências do que o que a engenharia do Rdio. Tive ótimas descobertas nele. Ainda uso, mas realmente o app me fez trocar de serviço pois era impossível ouvir alguma coisa nele. Uma pena.
Francisco Mello
A depender das gravadoras e artistas que reclamam diariamente desses serviços, ou ficam muito mais caro ou fecham.
Feripe Hatsune
Entendi, mas no caso a Apple Music por ser uma emprega grande e que não depende só disso vai conseguir manter o serviço por muito mais tempo. Assim como o do Google por exemplo.
Tiago Celestino
Imagino. Inclusive, parece que "chuparam" o Spotify nisso.
Gedson Junior
Se tu acha a interface do spotify porca e o deezer poluído é pq nao viu o tidal ainda.
Marcos Vinícius
Spotify e Deezer que se segurem...pra mim neste mercado vai sobrar Google, Apple e Microsoft o resto não tem dinheiro pra levar prejuízos a cada balanço... Eu já até sai do Spotify pro Groove.
Denilson Rocha
Esse é o grande pé atrás da "Era do Acesso", para os que, como eu, vêm da Era da Posse. Você gasta tempo, dinheiro, dedicação, monta suas playlists, a biblioteca dos sonhos e, de repente, não tem nada.
Anakin
Volta aquela questão, vale a pena perder grana assim esperando um lucro no futuro quando todos os jogadores também perdem grana? Até hoje fico pensando no que o Spotify está pensando com esse plano gratuito, é pra chamar usuários? no futuro o plano será extinto? tento entender a estratégia.
Tiago Celestino
Eu imaginava que o rdio podia ser comprado,mas para se manter e não para ser fechado. Pra mim, mesmo com os bugs na app para iOS, o melhor serviço. Já testei o Deezer, achei muito poluido, Spotify é muito "hype" e com uma interface porca. Apple Music, outro hype com um serviço totalmente bugado. Apostar no Tidal?? Pensarei... Agora uma dúvida, quando que eles pretendem fechar de vez o serviço? Em todas as matérias que li, não vi nada sobre a data do fechamento do serviço.
Frederico Mattede
Uma pena. Sou usuário do serviço a mais de um ano. O APP estava fraquinho mas o serviço de indicação de músicas era ótimo.
Eglon Henrique
Realmente, nem o Spotify. https://tecnoblog.net/179493/spotify-20-milhoes-usuarios/
Supersonic
Não sabia que essas empresas estão atuando em prejuízo, temo uma bolha nesse mercado.
Chicão
Ninguém compra um concorrente que vai mal pq este logo fechará as portas, tal qual o rdio fez.
Chicão
Nem o spotify tá lucrando. Ele e o Deezer serão os próximos. Vão sobrar: google music, apple music e microsoft groove. E estes só vão sobrar pq são de grandes empresas que seguram as pontas.
Daniel
É um modelo de negócios novo. Usuários pagantes bancam uma parte Usuários gratuitos vem boa parte da "pirataria", precisam mostrar que são um bom publico para anunciantes, que vão bancar outra parte importante. E do outro lado o custo: as gravadoras ainda acham que vão ganhar muita grana com isso e elevam os valores dos contratos de licenciamento. (a parcela dos artistas ainda continua uma merreca) a esperança é com o tempo isso se ajeite, com crescimento em numero de usuários e anunciantes e as gravadoras percebam que é melhor ganhar um pouco de muitos usuários (via assinatura, anunciantes) do que tentar ganhar muito de poucos (cds, vinil etc) e acabar não ganhando nada de quem vai "piratear" de todo jeito.
MarcAntunes
Realmente uma pena. Fiquei com o serviço por mais de 3 anos mas o péssimo App para Android sempre foi um ponto fraco. Há um ano migrei pro Google Music mas volta e meia voltava pro Rdio pra ver como andava. A inteligência artificial do Rdio não há igual.
Gabriel
A Rdio fechou uma joint-venture com o Grupo Bandeirantes para promover o serviço no Brasil faz algum tempo. Será que a Band continuaria no negócio sem a Rdio?
Marcel FF
Esperado....nunca conseguiu competir com Deezer e Spotify.
tuneman
mais uma bolha estourando
Islan Oliveira
Se todos no mercado tem prejuízo, ela comprar seria só mais prejuízo. Vale mais se segurar com o dinheiro, e quando não tiver mais concorrente a altura, ficar com a maior parte do market share.
Igor Ferraz
Sim, nem o Spotify. Podem me corrigir caso eu esteja errado mas acho que o Spotify nunca lucrou (vale a pesquisa no titio Google).
David Silva
Sangrar?! Ela compra logo os concorrentes kkkkk
Jhonny Michel
Mas nem o Spotify está lucrando?
Taichou12
A apple tem muita grana em caixa, da pra sangrar por muito tempo até vingar o serviço.
Taichou12
Realmente, migrei para o spotify por conta dos bugs do app. Mais era um ótimo serviço, gostava da versão online, era bem limpa a interface.
Taichou12
Usei o serviço por dois anos antes de migrar para o spotify, é uma pena, gostava muito do rdio, visual clean e direto.
Paulo Higa
Na verdade, todos os serviços do gênero não estão conseguindo lucrar, independente da chegada do Apple Music ou qualquer outro competidor. Quem aguenta mais tempo perdendo dinheiro fica no ar. Quem não aguenta, fecha.
Feripe Hatsune
É muito triste isso para todos, mas tipo, porque, o Apple Music causou tudo isso? Ou o Google? Nunca fui assinante eu não sei como é, mas, porque?
Jhonny Michel
É uma notícia meio triste. O Rdio também foi meu primeiro serviço de streaming quando não existia nenhum outro à altura instalado no Brasil. É uma pena que com a falta de iniciativa da empresa de melhorar seu aplicativo mobile que era bem bugado, e expandir sua biblioteca, era impraticável se manter nele depois que o Spotify chegou ao país.
Islan Oliveira
E o Apple Music, como será que está?