Início » Celular » Samsung mostra sensor para smartphones que promete deixar suas fotos bem melhores

Samsung mostra sensor para smartphones que promete deixar suas fotos bem melhores

Sensor promete imagens mais nítidas, claras e com cores mais vívidas. Será?

Por
3 anos e meio atrás

Os sensores das câmeras de smartphones estão tirando fotos cada vez melhores ― e os smartphones da Samsung não são exceção. A empresa, durante o encontro de investidores, aproveitou para anunciar nesta quarta-feira (18) a tecnologia de sensor Britecell, que promete deixar as fotos ainda mais coloridas, nítidas e claras.

samsung-camera

A mágica está na utilização de uma tecnologia de formação de pixels produzida pela Samsung, em vez da utilização do Padrão Bayer. Presente na maioria dos sensores de smartphones atualmente, no Bayer a luz passa por um mosaico de cores vermelho, verde e azul (o padrão RGB). Como o sensor é sensível à intensidade luminosa e não à cor em si, cada cor primária é responsável por criar a cor correspondente ao “mundo real”.

Só que há um porém: a cor verde do filtro Bayer também é responsável por bloquear uma quantidade de luz que chega no sensor. No Britecell, a Samsung decidiu trocar o pixel verde por um pixel branco, que absorve mais luz que todas as outras cores.

Com a substituição do pixel verde pelo branco, mais luz entra no sensor

Com a substituição do pixel verde pelo branco, mais luz entra no sensor

O primeiro benefício é óbvio: como mais luz atinge o sensor, as fotos à noite ou em ambientes com iluminação artificial ou baixa luminosidade ficam bem mais claras. Além disso, como mais luz entra no sensor, é possível reduzir o tamanho dos pixels sem que as imagens fiquem escuras.

Com pixels menores, é possível que mais deles sejam colocados no sensor, produzindo imagens mais nítidas e detalhadas. O sensor Britecell tem resolução de até 20 megapixels, com cada pixel medindo 1 µm ― para comparação, as câmeras de hoje têm pixels que medem em torno de 1,12 µm.

Reduz o tamanho do módulo e ainda assim tem melhor qualidade em baixa luz que os pixels de 1,12 µm

Reduz o tamanho do módulo e ainda assim tem melhor qualidade em baixa luz que os pixels de 1,12 µm

Outro ponto positivo é o tamanho do módulo do sensor. Ele é 17% mais fino que o normal, o que é uma ótima novidade para quem gosta de smartphones superfinos (ou odeia aquela lombada da câmera).

Melhorias no sensor não bastam: a Samsung também anunciou uma nova tecnologia de pós-processamento chamada Smart WDR, que funciona de forma semelhante ao HDR, combinando várias exposições para a imagem ficar com maior alcance dinâmico, sem áreas muito escuras ou muito claras.

Por fim, o foco também deve melhorar graças a um novo sistema de PDAF (foco automático por detecção de fase), que separa os raios de luz em várias fases. Com esse sistema, a câmera é capaz de focar rapidamente em objetos em movimento ou que estão muito longe.

O Britecell foi anunciado como estratégia do setor técnico da Samsung para 2016, mas ainda não se sabe exatamente quando e por qual smartphone ele deve chegar ao mercado — de qualquer forma, podemos especular que o Galaxy S7 está na lista.

Com informações: 9to5Mac, SamMobile.

Mais sobre: , ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.