Início » Legislação » Monitore as doações para campanhas políticas neste site

Monitore as doações para campanhas políticas neste site

Fundação Getúlio Vargas apresenta o Transparência Política, portal que conecta doações a políticos

Jean Prado Por

Como ter acesso às informações de receita dos candidatos e partidos políticos que participam das eleições? Basta ir ao site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e buscar os números por candidato ou doador. Mas… isso não é tão intuitivo assim. Como era de se esperar, o site parece nos levar de volta para 2008.

Como acessar essas informações de uma forma convidativa e simplificada, então? Acesse o recém-inaugurado portal de Transparência Política, lançado nesta segunda-feira (30) pela Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (DAPP/FGV). O site é dividido em duas seções: Mosaico Eleitoral e Câmara Transparente.

camara-transparente-dapp

No Mosaico Eleitoral, é possível navegar pela prestação de contas dos candidatos a presidente, senador, governador e deputado federal na eleição de 2014, com dados oferecidos pelo próprio TSE, mas muito mais apresentáveis, porque foram tratados e reordenados pelo DAPP. Você pode filtrar as informações por partido político ou por setor econômico das empresas que doaram recursos.

Não é por acaso que essa página se chama “mosaico”: as informações são organizadas por quadros, com a quantia doada ou recebida e a porcentagem correspondente. Você pode clicar nos partidos ou setores para explorar o direcionamento dos recursos e ir navegando pelas empresas que doaram.

Doações feitas à campanha da presidente Dilma Rousseff

Doações feitas à campanha da presidente Dilma Rousseff

Doações feitas ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

Doações feitas ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

Em apenas alguns segundos, é possível ter acesso a informações mais claras que o site do TSE. Quanto às doações, além de mostrá-las de forma direta (empresa ao candidato), o site também traça a doação ao partido político, que depois repassa o valor cheio ao candidato. Também são disponibilizadas informações sobre as pessoas físicas que fizeram as doações.

Para simplificar as mais de 700 entradas que o banco de dados do TSE oferece sobre as empresas que doaram aos partidos, o DAPP reorganizou a lista em 31 categorias referente à área de atuação dessas companhias, como agropecuária, financeiros/seguros/consórcios, construção/engenharia/infraestrutura urbana e outras.

camara-dapp

Já na seção da Câmara Transparente, as informações são organizadas para indicar quem financiou nossa representação política. R$ 712 milhões foram direcionados aos deputados federais (mais que os R$ 645 milhões da campanha à presidência), sendo que a indústria de alimentos JBS, responsável por marcas como Friboi e Seara, doou R$ 57 milhões (8,1% do total).

Em segundo aparece a construtora Andrade Gutierrez, que financiou 68 políticos com R$ 10,1 milhões (1,4%) das doações. A construtora está sendo investigada na Operação Lava Jato por corrupção e fraude de licitações, e seu presidente continua preso desde junho.

A aba de Radar Partidário mostra quanto foi direcionado para cada partido, agrupando as doações direcionadas aos deputados federais. O banco BTG Pactual, cujo presidente foi preso na semana passada por suspeita de planejar a obstrução das investações da Operação Lava Jato, é responsável por doar R$ 3,5 milhões a deputados do PMDB (33%), PP (17%), PSDB (14,2%), PT (12,9%), PSD (12,8%), PSB (8,5%) e PMN (1,4%). Cerca de 84% das doações foram feitas de maneira indireta (do banco ao partido e depois ao candidato). Os repasses também podem ser filtrados por localização na aba de Mapa das Doações.

comissoes-dapp

Como são formadas comissões na Câmara dos Deputados para legislar e fiscalizar sobre determinadas instâncias, o DAPP também traçou a participação dos deputados em cada comissão e ligou-os às doações feitas pelas empresas, disponível na aba Comissões. A Comissão de Minas e Energia é a que tem parlamentares que receberam mais doações: são R$ 68,9 milhões acumulados, seguida bem de perto pela Comissão de Finanças e Tributação (R$ 67,5 milhões) e pela Comissão de Constituição e Justiça (R$ 67,4 milhões).

Os dados na seção Câmara Transparente são referentes à campanha de 2014. Segundo o jornal O Globo, nas próximas eleições, o DAPP estuda cruzar dados do CPF de doadores com os CNPJs para ligar pessoas físicas a empresas, visto que o Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu a doação de empresas a campanhas políticas.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Kelmo Almeida
onde mostra a doação da Taurus feita à Luciana Genro? Pensei que o Psol não recebe-se doação de empresas.
G. C.
Faz todo sentido. A Forjas Taurus quer uma legislação restritiva, que dificulte a entrada de empresas estrangeira de armas no país. A Taurus está muito bem como está, já que de grande porte só tem ela e a estatal Imbel e a Imbel só faz pistolas baseadas na 1911, de ação simples, que garante praticamente o mercado inteiro pra Taurus.
Guilherme Borges Cunha
Irônico é ver que Luciana Genro, Jandira Feghalli e Maria Do Rosário receberam doações da Forjas Taurus.
Antony
Desvio de verba doação de campanha É mais como uma garantia para o candidato defender os interesses das empresas (e não do povo) na hora de agir.
Ricardo - Vaz Lobo
Isso daí é pra gente se informar ou chorar? Muito boa a iniciativa, nos basta cobrar essa "gente".
MaTSuBa ✔

Que caia todos esses que se envolveram em algum desvio de verba, bando de bagre ensaboado...

MaTSuBaBR
Que caia todos esses que se envolveram em algum desvio de verba, bando de bagre ensaboado...
Lucas Corrêa
Conheço essas top doadoras de uma tal de Operação Lava Jato, nada surpreendente.