Início » Telecomunicações » AT&T demonstra interesse em oferecer serviço de telefonia celular no Brasil

AT&T demonstra interesse em oferecer serviço de telefonia celular no Brasil

Lucas Braga Por

Atenção, Brasil: é possível que tenhamos uma nova operadora de celular no futuro. A Anatel fará um leilão nos próximos dias para lotes de frequências de telefonia móvel. São várias faixas de 2,5 GHz em todo o país, além de sobras de 1,8 GHz e 1,9 GHz em regiões específicas, incluindo a região metropolitana de São Paulo. A surpresa é que a Sky, operadora recentemente adquirida pela AT&T, demonstrou interesse no leilão.

antena-celular

Não há credenciamento prévio para os lotes de 2,5 GHz, que somam mais de 15 mil lotes municipais com valores iniciando em R$ 10 mil. É uma oportunidade para pequenas operadoras de internet que se localizam em pequenas cidades e queiram oferecer serviços com a tecnologia 4G.

Já para os lotes de 1,8 GHz e 1,9 GHz, a agência exigiu um credenciamento prévio, no qual nove empresas manifestaram interesse: Claro, Clivo Participações, Lig Telecomunicações, Nextel, Sercomtel, Sky (AT&T), Telefônica (Vivo), TIM e TPA Telecomunicações.

att-logotipo-marca-oficial

A Oi não se interessou, o que ressalta a crise financeira que a empresa enfrenta por conta de dívidas milionárias. A companhia só arrematou as frequências da licitação inicial de 2,5 GHz e nem sequer participou do leilão para a faixa de 700 MHz do 4G, a preferida de todas as operadoras e que só será liberada após o desligamento da TV analógica.

Mas a presença da Sky, que oferece serviços de conexão 4G no Brasil, mas apenas para banda larga fixa, é uma surpresa. Oficialmente, o CEO da AT&T afirmou em conferência para investidores que não haveria muitas mudanças na operação da Sky e DirecTV, de modo que se estudaria até mesmo vender as operações para outro grupo. Será que teremos uma nova grande concorrente para o mercado móvel nacional?

Com informações: Telesíntese

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Alberto Prado
Mas em momento algum eu disse que era de graça. E 100 dólares é muito barato para o padrão aquisitivo dos canadenses. Pra nós que é caro. Se fizer uma conversão direta, percebe-se que o preço tá quase parelho com os do Brasil. Me estranha você dizer esse fato dos remédios de lá serem caros. Pq é muito comum ver americanos, repito, americanos, atravessarem a fronteira do Canadá para compra remédios lá. Eles que tb tem um poder aquisitivo de médio para alto. Isso tem em notícias e já vi muito em referencias em filmes e séries. Mas em bem da verdade, quem realmente impede a entrada de novos concorrentes no Brasil é o governo com essas MP que ajudam as Teles que já estão aqui. Mais que a própria agência. Ou fato importante. O Brasil é um país de dimensões continentais e com a população espalhada por ele todo. Não é qualquer um que aceita um desafio de começa uma rede do zero pra ter lucro lá na frente. É preferível que alguém fique mal das pernas pra que se possa compra e ter meio caminho andado.
João Luis Bim Gomes
Canadá tem saúde pública mas não pensa que é de graça, a maioria das províncias cobra sim um plano de saúde de todos os residentes, sejam eles temporários ou permanentes, visitantes precisam de seguro saúde para serem atendidos de "graça", falo isso pois precisei de uma consulta simples no médico e era 100 dólares, que meu seguro pagou na hora pra eu poder ser atendido. Remédios? Caríssimos e poucos são cobertos por planos. E grande parte dos procedimentos não são cobertos. Principalmente se for atendimento estético. Odontologia? Não existe odontologia no sistema de saúde Canadense, é tudo privado. Os hospitais deles são maravilhosos, mas são privados em sua maioria. Concordo com a órgão regulador para ajudar e não atrapalhar. A ANATEL só prega que ajuda os usuários pelas reclamações, mas nem isso anda resolvendo ultimamente. Deveria se incentivar o investimento em infra e não dificultar. Eu não veja a FCC impedindo entrada de concorrência dos Estados Unidos, mesmo que boa parte das operadoras deles sejam regionais e MVNO, mas eles impedem, por exemplo, a venda de equipamentos que prejudiquem as redes, monitoram as frequências de sinal de TV e LTE pra evitar problemas.
Manoel Yassuo Ohashi Neto
Dados então, nem me fale. Os planos são uma exploração absurda
Manoel Yassuo Ohashi Neto
Reitero
Manoel Yassuo Ohashi Neto
Ahhh, que sonho
Manoel Yassuo Ohashi Neto
Isso
Manoel Yassuo Ohashi Neto
NÃO É UMA MARAVILHA??? Já estou pensando nos planos AT&T Next Year. Todo ano um novo iPhone.
Manoel Yassuo Ohashi Neto
Somemos a essa Historia de Horror, que é a experiência de consumidor dos sistemas de telefonia no Brasil, a ESCASSEZ de recursos avançados de telefonia voltados aos interesses do usuário (Correio de Voz Visual ainda indisponível na quase totalidade das operadoras, Identificação de chamadas de voz com NOME E NÚMERO ainda não habilitado, mesmo sabendo que já vivemos a era da telefonia IP). Planos ilimitados de dados e de voz para qualquer usuário chamado (local, interurbano e internacional dentro da America Latina e Central) AINDA NÃO EXISTE. Maior SACO ser usuario de telefonia NESSE PAÍS da CORRUPÇÃO.
Manoel Yassuo Ohashi Neto
FALOU TUDO! Maior absurdo termos de aceitar Cláusulas abusivas
Thiago Sabaia
VirginMobile por exemplo, diversas noticias e nada.
Alberto Prado
Cara, as privatizações no Brasil começaram em 97. Você deve saber que a infra de telecom estatal naquela época era saturada e defasada. Para que houvesse algum interesse de compra dessa infra por parte das teles estrangeiras o governo teve que dar o monopólio regional para elas. Não foi a melhor das soluções, mas era o que tinha para aquele momento. O fato da Anatel ter "aberto a concorrência" 4 após as privatizações, a mim parece ser razoável em termos de prazo. Você compraria aquela infra podre em um pais de dimensões continentais com metas a cumprir, em que suas instituições demonstram solidez a bem pouco tempo, sem algum tipo de garantia/benefício? Eu não. E em que momento efetivamente a Anatel barrou alguma tele de entrar no Brasil? Tem algum link? Eu nunca li nada a respeito. Eu provei que desde 2001 o mercado é livre pra quem quiser entra. Tanto que existem várias operadoras lá naquele link que tem mandei. E acho que você tá confundindo quem é dono do que. A Telecom Itália é dona majoritária de si, e o segundo e terceiro maiores investidores são dois magnatas das Teles francesas. E a Telecom Itália/TIM não possui nenhuma ação da Oi, apesar de especulações de fusão das duas. E seu último argumento mais uma vez prova o que eu disse. Não se pode culpa a agência pela corrupção das pessoas. Parece a história do marido traído que pega a esposa no sofá com o amante e pra solucionar o problema vende o sofá.
Aldo Anizio Lugão Camacho
Se o estado possui uma agência com poderes em excesso, capaz de barrar a entrada de novas empresas sem um critério puramente técnico e com taxas absurdas de operação é protecionismo estatal sim. A questão da Anatel fiscalizar a parte técnica de operação não entra em questão pois esse seria o real papel de uma agência reguladora. A maioria vê a ANATEL como uma empresa independente mas se esquece que é mais um braço do aparelho estatal. "Desde 2001 a Anatel retirou qualquer limite de número de operadoras por região." Creio que isso seria o MINIMO que deveria acontecer, ou você acha correto um órgão do governo delimitar quem pode e quem não pode operar em uma determinada região ? Não se esqueça que das 4 operadoras a Telefônica possui uma boa parte das ações da Telecom Itália que é controladora da TIM e OI, Telefonica possuem um pequeno 'braço' do BTG Pactual e que . que coincidentemente possui relações bem estreitas com o nosso ex-presidente.
Alberto Prado
É o protecionismo estatal ou é o loby/corrupção? Protecionismo estatal é o caso da Petrobras. O papel da Anatel é claro, é proteger os direitos do consumidor com relação a telecomunicações. Ela é a responsável por exemplo para que não haja um traffic shaping descarado, ou que as operadoras tenham que usam determinado espectro de frequência. Não se pode culpar ela por causa de pessoas corruptas. E mais uma informação para seu esclarecimento. Desde 2001 a Anatel retirou qualquer limite de número de operadoras por região. Qualquer um que quiser atuar em determinada região pode fazer. Mas são poucos são os bravos que fazem, pois a infra de telecomunicações no Brasil custa muito caro e para piorar o mercado consumidor é disperso no interior, o que eleva mais ainda o custo por cliente. Mais inf: www. teleco. com. br/opfixaloc.asp
Aldo Anizio Lugão Camacho
Se lá em Poconé - MT só há uma operadora coloque na sua cabeça que esse são os sintomas e não as causas. Eu ja morei no interior e sei da dificuldade mas se no interior existe pouca concorrência é por causa desse cartal que a ANATEL faz. Um cenário onde as empresas devem investir pesado para ganhar fatia de mercado a expensão da área de atuação é essencial. Não adianta ficar reclamando que só tem uma operadora quando na verdade a culpa disso tudo é do protecionismo estatal e não do mercado.
Yago G.
Mas ela se credenciou no leilão para telefonia móvel. Quem está na freqüência para banda larga fixa é a Sky.
Bruno Borges
Imagina o chororô das operadoras principalmente da VIVO... Se realmente isso acontecer e tiver bons planos, vai da brigar kkkkkkkkkkk'
Marcelo Soares
Se a AT&T tivesse cacife teria arriscado no leilão das frequências móveis. Até se credenciou através da Sky, mas foi desclassificada por não apresentar proposta.
Matheus
PQP.. O mercado de telecomunicações é maior exemplo de cartel que existe no Brasil, cartel este sustentando pelo órgão regulador chamado ANATEL, que protege meia dúzia de empresas privilegiadas, garantindo que este seleto grupo de participantes gozem de um quase monopólio, colocando regras e tarifas que só estas gigantes conseguem atender, e ainda impedindo a livre entrada de novos concorrentes, cartelizando o serviço, deixando caro, ruim e ineficiente, mas pelo jeito o amigo aqui acha que no Brasil o serviço de telecomunicações é bom, e a Anatel "protege o consumidor" e "garante qualidade no serviço", me poupe..
Yago G.
O leilão será para quem quer a freqüência. Não teria sentido ela comprar e depois ser um virtual. Eu imagino que a Sky compraria e, aí sim, utilizar a infraestrutura da Sky para ser um operadora móvel.
Alberto Prado
Claaaaro, vc quebra um braço e tem que paga 7 mil dólares para o hospital. Nem pra eles, que tem poder de compra grande, saúde é algo barato. E tem ficado mais caro ano após ano. Tanto que os mais pobres não tem mais acesso. Deve ser por isso que Obama não foi reeleito por conta do Obama Care né?! A Ingleterra e Canadá tem um sistema de saúde público muito bom e nem por isso eles deixam de serem capitalista. Ou será que são socialistas como Cuba? As agências teria um papel fundamental na defesa do consumidor se elas forem bem administradas. Defender o livre mercado sem qualquer tipo de regulamentação é coisa de gente doente.
Yago G.
Se eu não estiver errado, ela se credenciou no leilão da banda A e B, utilizadas para telefonia móvel. Para banda larga fixa haverá outro leilão.
Yago G.
AT&T ainda tem status e brasileiro adora status. O retorno viria tão logo quanto a caminhada das veteranas desde dos anos 90.
Júlio César
Pelo amor de Deus, as Agências reguladoras só serve para proteger empresas amigas do rei. Alem de impor burocracia e impostos para as empresas, fazendo que essas burocracia chegue até nos na hora de trocar de operadora, fora os impostos em cascata que pagamos como consumidor final. No mercado sobrevive aquela empresa que se destaca com melhores serviços e produtos, não existe estabilidade! por isso a iniciativa privada sempre será melhor gerente de empresas que o Estado. Sobre os EUA, o custo da saúde lá é caro sim MAS, la possui uma das melhores medicina, alem disso existe planos de saúde de várias formas e valores. Outra coisa... alem de ser "caro" os americanos tem poder de compra, os custos deles mensais são bem menores que aqui no Brasil por exemplo.
gustavoribeiro
Nome por nome não importa muito. A T-mobile está em todos os canais, estações de metro, cartazes por todos os lugares. Eu uso T-Mobile so pelo simples fato de ser mais barata, porque questão de cobertura, onde eu moro, são todas iguais. O que realmente muda, é quando você viaja muito e vai pra cidades pequenas.
gustavoribeiro
AT&T é otima aqui nos EUA, só é cara.
gustavoribeiro
AT&T é dona da Sky, por isso disseram dessa forma. E no ultimo paragrafo eles falam de uma possivel separação dos produtos por marca. Aqui nos Estados Unidos eles estão juntando devagar as empresas (DirecTV e a AT&T) em uma empresa só oferecendo todos os serviços.
gustavoribeiro
Marcelo, A DirecTV comprou a Sky, mais tarde, a direcTV foi comprada pela AT&T. Então são a mesma empresa. Sobre eles não terem cacife para isso, discordo de voce, com o atual valor da AT&T na bolsa e combinação do valor do dolar, faz o cenario perfeito para se montar uma estrutura grande no Brasil.
Tobias
Não custa lembrar que rencas e pencas de gente falaram o mesmo nos (nada) saudosos tempos do Collor. Foi quando Toyota e Honda anunciaram que abririam fábricas no Brasil: "Adeus, carroças da volks, ford & cia... que agora vem tecnologia japonesa de ponta a baixo custo prarrebentacocês!" Só que até hoje tamos pagando prestação de carros populares (i.e., populares no japão e eua) tipo corolla e fit. E ah, de repente me bate uma na telha: "Quando a história se repete, da primeira vez é tragédia; da segunda, é comédia." —Karl Marx.
Tobias
Mas vc concordaria, Felipe, que, se atribuíssem à marca esse tipo de zelo, apareceriam ostensivamente como "AT&T" em vez de alguma Sky da vida?
Keaton
Imagina uma TIM, com serviço de atendimento ao consumidor da net. Agora imagina isso mil vezes pior, é a AT&T.
Tony Ferreira
Caiu no Brasil, nada presta pelo menos pro nosso lado, agora pro lado das empresas...
Marcelo Soares
Duvido muito que a Sky entre agora no segmento móvel. Não teria cacife pra tanto e ficaria tal qual a Nextel, apenas em nichos específicos. Talvez a AT&T prefira um naco do 4G em 700 MHz para aí sim lançar seu serviço móvel no Brasil. Aqui na minha cidade a SKY lançou sua banda larga 4G. Foi um estardalhaço. Propaganda pra tudo quanto é lado. Carro de som. Barracas em bairros estratégicos gritando a plenos pulmões suas " vantagens". Aquele monte de vendedor de vermelho abordando a galera que passava. Mas o que a SKY não se deu conta ainda é que a galera já está acostumada com a mobilidade. E que com a crise, trabalhador não tem cartão de crédito pra débito automático e nem 100 reais para uma mensalidade de internet de 4 Mbps. Quem tem isso pra gastar vai de banda larga móvel mesmo. Resultado: Não venderam nada em duas semanas. Fincaram a antena em um bairro e não pesquisaram pra ver se tinha demanda. Se o pessoal tinha cartão pra débito em conta. Levaram uma surra e perderam tempo. No fim de tarde os pobres vendedores estavam abatidos. Não resisti e perguntei como iam as vendas. O vendedor só balançou a cabeça desanimado. A galera não conhece o produto. Poucos vão arriscar ficar fidelizados em débito automático a um serviço que nem garantias tem. Nisso a Sky tropeçou feio. Não estudou mercado e nem sondou o usuário em potencial. Se teimar em permanecer na banda larga fixa somente, não vejo grande futuro para a operadora.
Daniel Soares
Título caça-cliques. Não foi a AT&T que demonstrou interesse no leilão, foi a SKY que já oferece banda larga 4G. E mesmo que a AT&T venha, vai ser como todos as outras empresas estrangeiras que vieram pra cá e só nos estupram, VW, GM, Ford, Telefônica, TIM, Apple, Samsung, Sony (poderia passar 2 dias aqui citando empresas gringas).
Alberto Prado
Existe sim. As asiáticas, hahahaha. Pelo menos a maioria delas. Nunca ouvi reclamações sobre as operadoras de lá com exceção das da China. Mas essa tá montando agora a sua infra de dados.
Alberto Prado
Sim, vai lá troca de operadora lá em Poconé, interior de MT. Uma cidade com 35 mil habitantes que só tem a Oi que tem vende 5 Mb e te entrega menos 1. Uma coisa não precisa excluir a outra. Acredita que só o mercado sozinha se regula é uma grande ilusão. Vai vê como que é o planos de saúde lá nos EUA. Pouca regulação, preços caros, corte de custos lá no osso quando mais se precisa deles.
Luciano Lima
Falaram o mesmo aqui há uns 3 anos sobre a vinda da Dish TV e nada aconteceu: https://tecnoblog.net/127368/dish-tv-assinatura-brasil/
jairo
Seja bem vinda AT&T , quebre este oligopólio maldito.
Rodrigo Fogagnolo
Certo, mas isso não diminui o nome da AT&T lá. Junto com a Verizon, são as duas de maior nome
Joaomanoel
Obviamente toda empresa tem e terá reclamações. Quis dizer que o consumidor lá não é diferente daqui. Por exemplo, em posts sobre AT&T numa rede social, sempre terá consumidor falando que é lixo etc., ´tipo ver um post de Oi Velox e tal por aqui.
Edvan Suzarth
-- Deve vir usando as redes TELECOMS do Brasil por meio da (MVNO) ou Operador móvel virtua, chegando aqui vê que os Brasileiros são enganados e a ANATEL não faz nada em pros dos cidadãos desta terra dos "BANANAS".
Rodrigo Fogagnolo
Cara eu usei AT&T por mais de um ano e não tenho do que reclamar. Não é a mais barata nos EUA (T-Mobile e Sprint por exemplo tem preços mais em conta) mas o serviço foi muito bom comigo. Não existe operadora perfeita infelizmente, então há reclamações contra ela sim, assim como há reclamações contra Verizon, Sprint, etc... A Verizon tem velocidades muito boas nas grandes cidades mas a cobertura geral no país não é tanta igual da AT&T
Léo Oliveira
A Sky já participou do outro leilão... Ela apenas oferece Banda Larga Fixa
Luciano Rocha
Aqui no Brasil o cartel não é pra amador não. Tem que ser level 9000 de pilantragem no mínimo.
Alisson Silva
As empresas de telecomunicações atualmente atuantes no Brasil estão declarando a necessidade de uma consolidação do mercado. Alegam que no atual cenário não dá pra se manter competitivas e ao mesmo tempo ter capacidade de investimento. Por isso Oi e Tim estudam uma fusão. O cenário atual é pouco atrativo para novos concorrentes, a AT&T demoraria séculos para recuperar investimento. Não acho que a empresa se arriscaria em águas turbulentas.
Luis Cesar
Se vier pra ser mais um paquiderme, vai encontrar forte concorrência. Mas se oferecer alguns diferencias legais, vai dar trabalho. Prova disso é que a Tim começou a se recuperar no último mês depois de muito tempo no vermelho, só na portabilidade.
Jefferson Rodrigues
A ANATEL resolve isso!
Joaomanoel
Na verdade não tem tanto nome não. Só vejo reclamação de americanos sobre ela...
Daniel Cobalto
*perda.
Gabriel Brito
Faz tempo que um boato sobre novas empresas na telefonia se concretiza. Eu nem crio esperança mais.
Diogo Nóbrega
Relaxa, Alex. Ele é apenas um fã do grande, perfeito e livre Mercado! Aquele que, sem a interferência do estado, é tudo de bom e só faz coisas boas na sociedade. Cartel? Práticas desleais? Ele não sabe o que é isso!
Alex Oliveira
Tá.
Fernando Rodrigues de Sousa
Você não está contente com uma operadora de celular, troque, a TIM tenta compensar seu péssimo serviço de rede com ótimas promoções por exemplo. Enquanto você acha ótimo a Anatel resolver um problema especifico para você, ela impede outras operadoras de entrar no mercado e faz ingerência impedindo promoções que as operadoras podem ou não fazer para não prejudicar as demais concorrências, impõem demasiado imposto e etc etc etc
Alex Oliveira
Não to defendendo governo, quero saber sua opinião. Esse caso que te passei aconteceu comigo. Um protocolo na Anatel resolveu rapidinho. Concorrente? Toda a dor de cabeça de troca de operadora, planos, instalação... no mínimo alguns dias sem serviço. Judiciário? Sério?
Fernando Rodrigues de Sousa
Poder judiciario, um concorrente, ponha algo na sua cabeça meu amigo, o estado, governo, não te dá nada de graça, NADA
Alex Oliveira
E qdo tem problema, reclama pra quem? Tipo, a NET te vende um pacote por R$ 100 e na fatura seguinte te cobra R$ 150. Senta e chora?
Feripe Hatsune
Não sei, a AT&T ao contrário das 4 tiranas daqui, tem um nome a zelar, mas temo que assim que chegar uma filial aqui, será corrompida pela mesma corrupção que domina as outras 4.
Felipe Lima
AT&T tem nome lá fora, acho plausível a vinda dela pra cá, desde que ofereça qualidade e mercado competitivo focado em DADOS. Convenhamos que voz hoje em dia aqui no Brasil está se tornando perca de tempo.
Fernando Rodrigues de Sousa
Essa agencia tinha que ser extinta, é um absurdo essa ingerência na oferta de serviços, imaginem como é o serviço de telefonia como se fosse taxi, acabe com a regulação e surge os Ubers da vida, um dia as pessoas vão perceber que a principal atividade dessas agencias reguladoras do governo serve apenas para proteger o interesse de uma meia duzia...