Início » Negócios » Telefônica não patrocina mais a Campus Party

Telefônica não patrocina mais a Campus Party

Agora é a Telebras que oferece a conexão (40 Gb/s)

Jean Prado Por

Responsável pela conexão ultrarrápida da Campus Party há oito anos, a Telefônica revelou nesta quinta-feira (14) que não vai mais patrocinar o evento. A Telebras entrará no lugar da operadora na edição 2016, oferecendo uma conexão de 40 Gb/s (gigabits por segundo), 10 Gb/s a menos que na Campus Party do ano passado. A empresa também é responsável pelo Plano Nacional de Banda Larga e pela infraestrutura de fibra óptica de companhias como Petrobras e Eletrobras.

O corte do subsídio pode ter a ver com um plano de redução de custos para aumentar a eficiência da empresa, segundo o site Valor Econômico. Ao veículo, Francesco Farruggia, presidente do Instituto Campus Party, reconheceu que perder um patrocinador é ruim, mas que não será um problema para o evento.

campus-party-recife-ovni

Além da conexão, a Telefônica / Vivo promovia geração de conteúdo, como palestras, workshops e maratonas de desenvolvimento. Ela era a principal patrocinadora do evento, além de ter feito curadoria para temas de destaque na Campus Party, segundo nota divulgada pela Telefônica para a edição de 2015 do evento.

Apesar da crise econômica em que o Brasil se encontra, Jorge Bitter, presidente da Telebras, afirmou ao Valor que o custo do investimento na feira não é tão alto. “Não é um custo insuportável. Já temos a estrutura instalada no Anhembi e vamos destacar profissionais para trabalhar na manutenção”, afirmou ao veículo. A feira será realizada no Centro de Exposições Anhembi, na Zona Norte de São Paulo, entre os dias 26 e 31 de janeiro.

Na edição de 2014, o Tecnoblog pôde visitar a estrutura que oferecia a conexão de 40 Gb/s da edição. Dois links ligados diretamente às centrais da operadora eram implementados e trabalhavam em redundância. Assim, se um caísse, o outro já assumia a conexão.

A situação pode ser mais grave para a Campus Party porque o projeto de incentivo da Lei Rouanet não foi aprovado. Ele subsidiaria R$ 4 milhões do evento, mas o Ministério da Cultura não aceitou a categorização do evento como uma atração cultural. A edição deste ano deve custar R$ 10 milhões para ser organizada.

Por fim, Farruggia garantiu ao Valor que o montante proveniente de patrocinadores foi o mesmo do ano passado. Neste ano, outro destaque de patrocínio é da operadora TIM, que pretende usar o evento para reforçar o Live TIM, serviço de banda larga fixa. Empresas como Visa, Wizard, PayPal e Submarino também patrocinam o evento.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rogério Luiz Da Fonseca

Cara, da uma lida sobre QoS q vc tá falando besteira...

Rogério Luiz Da Fonseca
Cara, da uma lida sobre QoS q vc tá falando besteira...
Matheus De Lucena Cardoso

1Mb dedicado ou 1Mb adsl ou 1Mb Radio ou 1Mb fibra é a mesma coisa, 1Mb é 1Mb em qualquer lugar. Agora querer discutir da qualidade, ae sim. Em link dedicado voce paga a mais pela disponibilidade de tempo dele ON. E tem a parte de que acham que 1Mb dedicado é Full, 1 down 1 up, mas isso vai muito de quem, onde e quando contratado o serviço. Se pegar 1Mb da Net Virtua em Rio Preto-SP e 1Mb dedicado na Oi no interior de Goiás, vai ver que a Net bate de 10.

Matheus De Lucena Cardoso
1Mb dedicado ou 1Mb adsl ou 1Mb Radio ou 1Mb fibra é a mesma coisa, 1Mb é 1Mb em qualquer lugar. Agora querer discutir da qualidade, ae sim. Em link dedicado voce paga a mais pela disponibilidade de tempo dele ON. E tem a parte de que acham que 1Mb dedicado é Full, 1 down 1 up, mas isso vai muito de quem, onde e quando contratado o serviço. Se pegar 1Mb da Net Virtua em Rio Preto-SP e 1Mb dedicado na Oi no interior de Goiás, vai ver que a Net bate de 10.
Thiago Rabelo
Tentei não me ofender pelo "retardado"" mas mesmo consultando o sentido da palavra, você poderia ter utilizado qualquer outra, uma vez que "sem noção das coisas", é muito leve perto de todos os outros exemplificados nos dicionários. Pois bem, voltando a minha pergunta baseada na suas afirmações. "...um evento que não contribui para o desenvolvimento do país..." não há nada que promova crescimento profissional dos presentes" Como que um evento que possui palestras, oficinas, workshops, desafios, Empreendedorismo, não contribui para o desenvolvimento do país? Existe sim a parte de showroom do evento, mas tem uma ótima curadoria de conteúdo e palestra. É só você entrar no site e ver as oficinas e palestras. Afinal nem todos vão lá para ficar jogando e fazendo downloads. http://brasil.campus-party.org/conteudos/palestrantes http://brasil.campus-party.org/conteudos/workshops-especiais Então não sei quais blogs que você tem acessado, mas é evidente que eles não estão fazendo uma cobertura realmente completa da CP, (talvez porque não seja esse o objetivo deles). E talvez você devesse procurar e se informar mais antes de afirmar que o evento não contribui para nada.
tsouzar
Não, nem pretendo, mas também não é preciso, com dezenas de blogs fazendo 10 posts por dia mostrando tudo que ocorre lá dentro. Só sei que lá não há nada que promova crescimento profissional dos presentes, é apenas uma feira tech para geeks. Obs.: se falar que minhas afirmações são irrelevantes apenas por eu não ter ido a esse evento, já deduzirei que é meio retardado (sem querer ofender, é no sentido da palavra mesmo), porque é bem anormal que alguém que acompanhe esse tipo de coisa achar que informações só podem ser transmitidas presencialmente, ignorando a existência do conteúdo da Internet em blogs, redes sociais e etc.
Wellington Gabriel de Borba
Ai pessoal, acho que vocês não estão entendendo, o meu questionamento é quantos usuários utilizando SIMULTANEAMENTE 100% de 1 Mbps e não quantos usuários que PODEM usar ATÉ 1 Mbps... enfim... acho que tá complicado. Por exemplo, moro em uma região metropoliatana com 2,5 milhões e meio de habitantes. Se cada pessoa usasse nada mais nada menos do que 1 Mb em um único segundo uma rede 100 Gbps suportaria no máximo pouco mais que 100 mil usuários ao mesmo tempo. Me parece pouco, isso porque tem gente que usa muito mais do que isso, 1 Mb em um segundo.
raphael_silva

Entenda 1mbit dedicado é bem distante do que chega na sua casa. Outro detalhe é que ninguém fica ativo 24h usando o máximo da sua conexão, a minha por exemplo agora estaria em "idle" estou apenas acessando internet, lendo texto matérias, com skype aberto e spotify,o que nem deve dar 500kb/s, isso por que tenho 100mbit.

Raphael Silva
Entenda 1mbit dedicado é bem distante do que chega na sua casa. Outro detalhe é que ninguém fica ativo 24h usando o máximo da sua conexão, a minha por exemplo agora estaria em "idle" estou apenas acessando internet, lendo texto matérias, com skype aberto e spotify,o que nem deve dar 500kb/s, isso por que tenho 100mbit.
Thiago Rabelo
Só para saber... você já foi em uma Campus Party?
tsouzar
Fico é feliz por a população não ter que arcar R$4 milhões em impostos para um evento que não contribui para o desenvolvimento do país (é apenas um showroom, exaltação de ego dos patrocinadores, publicidade e blá blá blá).
Ratash
https://www.youtube.com/watch?v=-bW7XStvQj4
Caio Alexandre
Não. Aliás, o que que tem a ver o c* com as calças?
Lucas Blassioli
Ai Caio, para de ser hater de um serviço que você julga ruim só pq não chega na sua casa
Portuga Goleta
Boa nunca foi, mas está ainda pior. Ela está conseguindo travar até os canais abertos agora.
Exibir mais comentários