Início » Internet » Airbus se alia ao Uber para oferecer transporte por helicóptero

Airbus se alia ao Uber para oferecer transporte por helicóptero

Emerson Alecrim Por
4 anos atrás
Airbus H130

Airbus H130

Muito congestionamento? Não tem problema, basta chamar um helicóptero pelo Uber. Parece brincadeira, mas a empresa está mesmo flertando com esse tipo de serviço. Já há até negociações avançadas com fornecedores: segundo o Wall Street Journal, a Airbus fechou um acordo para disponibilizar helicópteros para o Uber.

A ideia não é nova. Em maio do ano passado, por exemplo, o Uber fechou uma parceria com a Helipass para disponibilizar helicópteros do aeroporto Nice-Côte d’Azur, na França, para o festival de cinema de Cannes. O trajeto, que dura sete minutos, custou 160 euros por passageiro.

Mas ali havia uma jogada marketeira. Agora, o Uber quer testar a ideia com um pouco mais de seriedade, por assim dizer. O envio de helicópteros a partir do aplicativo do serviço virará um projeto piloto dentro dos próximos dias.

Quem dá a notícia é Tom Enders, diretor-executivo da Airbus. Caberá à companhia oferecer ao Uber helicópteros Airbus H125 e Airbus H130. Uma empresa baseada em Utah, nos Estados Unidos, ficará encarregada de disponibilizar boa parte da frota.

Airbus H125

Airbus H125

Os testes devem começar no dia 21 com a disponibilização de helicópteros para a edição 2016 do Festival Sundance de Cinema. A empresa não comenta, mas Enders informou ao Wall Street Journal que o Uber mandará carros para buscar os passageiros e levá-los até o local de embarque.

Ainda não há informações sobre preços, mas é certeza que as "corridas" de helicóptero não serão baratas, ainda que os custos venham a cair com o passar do tempo se o "UberCopter" (ou seja lá que nome a modalidade vier a ter) virar um serviço oficial e permanente.

De qualquer forma, o efeito desses testes no curto prazo será o de atrair atenção para o Uber, algo que a companhia sabe fazer com maestria, diga-se. Talvez daí surja um modelo de negócios, mas é necessário tempo para que isso aconteça.

Airbus H125

Airbus H125

Quando esse dia chegar, a Airbus quer estar lá. A empresa pretende ampliar a sua presença no segmento de helicópteros, principalmente agora que as companhias de gás e petróleo (clientes importantes para esse tipo de aeronave) estão cortando custos para enfrentar os preços baixos das commodities. Essa medida inclui adiar a aquisição de helicópteros.

Acompanhar o Uber é importante não só para deixar a Airbus mais próxima do ambiente de inovação tecnológica proporcionado por empresas como Tesla, Alphabet (Google) e Facebook (além do próprio Uber, é claro), como também para, de fato, viabilizar um novo e, talvez, promissor modelo de negócio.

Um serviço de acionamento de helicópteros via app também envolve os operadores tradicionais desse segmento, ou seja, essas empresas não perderão espaço — a experiência delas, assim como a sua base de pilotos, é indispensável para o sucesso da modalidade. Isso significa uma só coisa: uma expansão do negócio que, por sua vez, leva à aquisição de mais aeronaves.

Esse é o tipo de ideia que pode beneficiar todos os lados, portanto. Mas vamos com calma. Por ora, tudo não passa de um experimento.