Início » Gadgets » Financie isso: ComfyLight é uma lâmpada inteligente que ilumina e vigia a sua casa

Financie isso: ComfyLight é uma lâmpada inteligente que ilumina e vigia a sua casa

Por
4 anos atrás

ComfyLight

Lâmpadas inteligentes podem fazer mais do que iluminar o seu lar? Podem. É o caso da ComfyLight, que acaba de entrar em campanha de financiamento no Kickstarter: a lâmpada chega com a proposta de ajudar a proteger a sua casa. Isso pode ser feito de várias maneiras.

Para começar, a ComfyLight é capaz de monitorar os seus hábitos. Dessa forma, o dispositivo consegue identificar os horários que você costuma estar em casa. Ao assimilar esse padrão, a lâmpada pode se acender automaticamente em um dia que você estiver ausente. Você já sacou a ideia aqui, né? Simular a presença dos donos em casa quando ninguém estiver por lá.

O monitoramento de hábitos é feito a partir dos sensores que equipam a lâmpada. Mas esses mecanismos também podem ser usados em outras funções. Por exemplo, o sensor de movimentos detecta quando alguém entra na sala e acende a ComfyLight imediatamente. Esse sensor é bastante preciso, portanto, pode distinguir entre uma pessoa passando pela sala ou um animal de estimação (a lâmpada não acende para os bichinhos).

Se ninguém estiver em casa, o sensor de movimentos da lâmpada também pode ser usado para detectar a presença de intrusos. Se isso acontecer, a ComfyLight começa a piscar rapidamente para alertar os vizinhos e, claro, assustar o invasor.

Tem mais: em caso de movimentação suspeita no interior da casa, a ComfyLight pode mandar um alerta ao seu smartphone. Basta instalar o aplicativo do produto. Há versões para Android e iOS. Também é pelo app que você configura a lâmpada. A conexão é feita via Wi-Fi.

Ainda sobre o aplicativo, dá para usá-lo para saber se as demais pessoas que moram com você estão em casa. Esse recurso fica ainda mais preciso se você tiver mais de uma ComfyLight no local — uma em cada cômodo, por exemplo.

ComfyLight app

Não é só vigilância. A lâmpada pode ligar sozinha quando você entrar no recinto e regular a iluminação automaticamente para deixar o ambiente mais aconchegante. O sensor de iluminação consegue até distinguir luz artificial de solar para fazer ajustes mais precisos.

Como você deve ter imaginado, a lâmpada é de LED e os sensores têm baixo consumo, portanto, a novidade não vai trazer surpresas na conta de energia no final do mês.

ComfyLight

Por que é legal? A ComfyLight é uma lâmpada que, além de iluminar o ambiente de modo inteligente, ajuda a vigiar a casa.

Por que é inovador? Porque a lâmpada conta com uma série de sensores que respondem pelo monitoramento. Além disso, o dispositivo permite ao usuário acompanhar tudo em tempo real a partir do aplicativo.

Por que é vanguarda? Na verdade, não é, não totalmente. Há projetos com propostas similares por aí, como as lâmpadas BeON. Mas a ComfyLight se destaca por fatores como facilidade de uso. O produto chegou até a receber premiações na última CES por sua engenharia e design inovador.

Vale o investimento? Só para quem realmente vê vantagens no sistema de iluminação e na proposta de vigilância da ComfyLight. No Kickstarter, cada unidade custa a partir de 60 euros, ou seja, esse não é exatamente um produto barato. A boa notícia é que o dispositivo está praticamente finalizado, razão pela qual os compradores não demorarão muito para ter a lâmpada: o envio está previsto para abril.

Eu não sei se um dia será comum termos lâmpadas inteligentes em casa, mas a ideia parece agradar a muita gente. A ComfyLight mesmo, no primeiro dia de campanha, arrecadou mais de 40 mil euros. A meta está em 50 mil euros.

A internet das coisas

A ComfyLight é um exemplo de dispositivo que se encaixa na chamada internet das coisas. A essa altura, você certamente já ouviu falar disso, certo? Mas qual o real significado desse conceito? Estamos falando de novos gadgets? De geladeiras que fazem compras e acessam o Facebook, por exemplo? Será que a gente realmente precisa disso?

Tentamos encontrar as respostas para essas e outras questões no Tecnocast 009. Dê play e confira 😉