Início » Antivírus e Segurança » EUA pedem que Apple crie brecha para acessar arquivos protegidos nos iPhones

EUA pedem que Apple crie brecha para acessar arquivos protegidos nos iPhones

Criptografia do iOS poderia ser facilmente quebrada se Apple atender à demanda. Tim Cook não curtiu.

Paulo Higa Por

A Apple publicou na noite desta terça-feira (16) uma carta aberta assinada por Tim Cook para se opor publicamente a uma demanda do governo dos Estados Unidos, que pede à empresa para desenvolver uma brecha na tecnologia de criptografia de dados do iOS. Com a falha proposital, as autoridades poderiam acessar informações protegidas nos iPhones de cidadãos que estiverem sendo investigados.

A história começou com o tiroteio ocorrido em 2 de dezembro de 2015, durante uma festa em San Bernardino, na Califórnia, quando 14 pessoas foram mortas e 22 seriamente feridas. O FBI pediu que a Apple fornecesse as informações que tinha dos terroristas, o que foi prontamente atendido, segundo a empresa, que afirma “não ter simpatia por terroristas”.

No entanto, o governo passou a exigir que a Apple desenvolva um backdoor para o iPhone. “Para ser mais específico, o FBI quer que nós criemos uma nova versão do sistema operacional do iPhone, burlando vários recursos importantes de segurança, e o instalemos em um iPhone obtido durante a investigação. Nas mãos erradas, esse software — que não existe hoje — teria o poder de desbloquear qualquer iPhone em posse de alguém”, diz Cook.

iphone-6s-3

Isso abriria um precedente ruim. Se a Apple atender à exigência do governo americano, outras fabricantes de smartphones poderiam ser obrigadas a incluir brechas em seus softwares. Além disso, os desenvolvedores precisariam adaptar seus aplicativos para que o governo burlasse a criptografia. Ou seja, teríamos uma série de falhas de segurança propositais em cascata.

Tim Cook não está nada feliz com a solicitação: “o governo pode argumentar que a utilização [da brecha] seria limitada a esse caso, mas não há nenhuma maneira de garantir tal controle”, diz o CEO. E completa: “no mundo físico, isso seria o equivalente a criar uma chave mestra, capaz de abrir centenas de milhões de fechaduras, de restaurantes e bancos a lojas e casas. Nenhuma pessoa razoável acharia isso aceitável”.

Tim Cook não curtiu.

Tim Cook não curtiu.

Ele defende que criar um backdoor no iOS seria um passo atrás no que a indústria defende, e que isso não resolveria o problema. “Durante anos, criptografistas e especialistas em segurança nacional vêm alertando contra o enfraquecimento da criptografia. Fazer isso prejudicaria apenas os cidadãos de bem e dentro da lei, que confiam na Apple para proteger seus dados. Criminosos continuariam criptografando, usando ferramentas que estão prontamente disponíveis para eles”.

A Apple tem cinco dias para responder — e, considerando o tom da carta de Tim Cook, é muito provável que a empresa não cumpra a determinação. Esse caso pode abrir uma série de precedentes com relação à privacidade e criptografia de dados, não apenas nos Estados Unidos, mas no mundo inteiro.

Vamos acompanhar os próximos episódios.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcos Guilherme
Não tinha olhado por essa perspetiva. Vlw!
Trovalds
Tava com uma preguiça de responder, mas... faça de conta que no final do meu comentário tem uma tag #ironia. Ou a #sarcasmo. Faça um pequeno esforço, sei que você consegue. PS: sou um dos 6 usuários de WP que comentam por aqui.
Vitor Hugo
É, já vi que você realmente não aceita que alguém não tenha uma mente bitolada de fanboy igual você. Fazer o que né?!
Marcelo
Puts, em tudo veem uma pseudo-glorificação pra Apple. Que chatice.
Zanac_Compile
Até esse cara falou do Google quando estourou a notícia. É razoável, faz todo sentido. Mas... Se tu fica incomodado com alguém falando mal do Google, não tem problema, existe milhares fanáticos que nem tu. Por mais que tu disfarce com esse monte de desculpa forçada espremendo um argumento... é óbvio que tu fica incomodado.
Vitor Hugo
? Eu quero saber onde eu fui contra isso. Acho que você está preso em apenas um tipo de diálogo: você no polo fanboy da Apple contra fanboys de Android. Primeiro que foi totalmente off-topic e desnecessário falar sobre Android nesse post, parece que você busca em cada artigo uma forma de atacar um sistema operacional, consegue perceber como isso é ridículo? Segundo que eu realmente não me importo com nada que você fale do Android, eu sei que tem vários problemas, como todo OS. Eu não estou estendo porque você está caminhando os comentários para esse lado. Terceiro que se você conseguisse olhar de outra forma, perceberia que meu comentário não é contra você zoar o Android, e sim você usar o termo andrógino como tentativa de escárnio, sacou? Fazer graça com a condição de ter traços do sexo oposto que é problema, não falar do Android.
Keaton
Sei lá... imagina que legal, a Apple é forçada a colocar o backdoor e alguém... sei lá... vaza ou descobre como faz. Ai sim seria legal.
Caleb Enyawbruce

sorry, but eu nao acredito nem em um nem em outro... tudo ai se resume a jogos de interesses, um baita house of cards

Ramon Gonzalez
sorry, but eu nao acredito nem em um nem em outro... tudo ai se resume a jogos de interesses, um baita house of cards
Trovalds
Propaganda subliminar gratuita pra Apple... "o nosso sistema é tão seguro que nem o governo dos EUA conseguem acessar".
Zanac_Compile
Quanta explicação. Ao contrário pode qualquer brincadeira, agora se faz qualquer menção ao robozito, vem essa monte de cobrança... Relaxa, Android não é o único inigualável melhor em tudo, as vezes pode-se chamá-lo de algo esquisito ou falar mal.
Gaius Baltar
A Apple defendendo a privacidade do usuário contra o governo? Peraí que deu bug em toda a minha ideologia! Volto já quando tiver descoberto como acusar ambos de serem maléficos. ?
totoso8

Acho que esse "papo furado", só prova as afirmações de Snowden.
E se os E.U.A, usa os "atentados" como "muletas" (por mais que, possa ser a real intenção para tal), não podem expor a população a esse risco.

Obs: aqui no Brasil (e em outros países) não está tão diferente não!

Raphael Ribeiro Silva™
Acho que esse "papo furado", só prova as afirmações de Snowden. E se os E.U.A, usa os "atentados" como "muletas" (por mais que, possa ser a real intenção para tal), não podem expor a população a esse risco. Obs: aqui no Brasil (e em outros países) não está tão diferente não!
Vitor Hugo
Sim, eu conheço o caso Snowden. Mas o que você não percebe o quão relevante é isso. Eles não estão simplesmente hackeando celulares, eles estão pedindo à Apple que crie um tipo de abertura para eles. E não costumo ler que iOS é inseguro não, nunca vi nenhum usuário de Android falando isso. E claro: se sua prioridade realmente é essa, você deveria pensar sobre a possibilidade de você ser fanboy da Apple. Mais uma coisa: pesquise o que é andrógeno (mesmo que seja um 'jogo de palavras' ou um jeito de tentar cometer injúria, não faz o menor sentido usar essa palavra, mesmo parecendo que é uma derivação de Android). Se você quiser falar sobre hermafrodita, ou ser que tem laços masculinos e femininos, você deveria usar andrógino, com i. Ah, mesmo assim seria uma brincadeira babaca e de péssimo gosto. Abraços.
Exibir mais comentários