Início » Internet » Microsoft desiste de projeto que portava apps do Android para Windows 10

Microsoft desiste de projeto que portava apps do Android para Windows 10

Por
4 anos atrás

Uma das novidades mais importantes do Windows 10 é que ele suporta aplicativos portados de outras plataformas, o que pode melhorar bastante o ecossistema da Microsoft nos smartphones. Mas a empresa anunciou oficialmente nesta quinta-feira (25) que o Project Astoria, que trazia aplicativos do Android para o Windows 10 Mobile, foi cancelado.

astoria-5

O anúncio já era esperado desde que a Microsoft removeu o subsistema Android da versão final do Windows 10 Mobile. Até onde se sabe, a decisão foi motivada devido a problemas de desempenho e segurança causados pelo Astoria. Oficialmente, a Microsoft diz que “recebeu uma grande quantidade de comentários dizendo que ter duas tecnologias de migração era desnecessário”. O Islandwood, que traz aplicativos do iOS para o Windows, continua ativo.

No caso do Astoria, a migração era simples porque os desenvolvedores não precisavam fazer grandes mudanças: bastava enviar o APK do aplicativo de Android para uma ferramenta online da Microsoft e fazer as modificações sugeridas, que normalmente consistiam em substituir algumas linhas de código e trocar o ícone. As versões iniciais do Windows 10 Mobile, inclusive, permitiam que os próprios usuários executassem os APKs diretamente no smartphone.

A partir de agora, a Microsoft vai focar os esforços no Project Islandwood. Com ele, os desenvolvedores podem continuar desenvolvendo seus aplicativos em Objective-C e recompilá-los para o Windows 10 Mobile. Um dos primeiros aplicativos portados usando essa técnica foi o Candy Crush Saga, que nada mais era do que o joguinho de iOS recompilado para Windows.

Desde agosto de 2015, o Islandwood é um projeto de código aberto da Microsoft e está disponível no GitHub. Os aplicativos de iOS podem ser recompilados para Windows 10, em sistemas baseados em x86, x64 e, ainda em fase experimental, ARM.