Início » Software » Google ou Bing: qual o melhor tradutor online?

Google ou Bing: qual o melhor tradutor online?

Por
3 anos atrás
01_comparativo_Google_Bing_Tradutor_abre_TB

Existe uma guerra velada no mundo da tecnologia que envolve serviços do Bing e seus respectivos concorrentes do Google. Várias batalhas já foram travadas neste campo, com situações vergonhosas pelo lado da Microsoft, como quando o Bing copiava descaradamente os resultados do Google, ou quando o próprio serviço de busca da gigante de Redmond se declarava melhor que o concorrente.

Mesmo ganhando espaço de mercado há anos, o Microsoft Tradutor ainda é menos utilizado que o Google Tradutor. Mas o mundo muda, tecnologias evoluem. E se tem algo que vem me chamando a atenção é a qualidade das traduções do tradutor do Bing.

Por esse motivo, resolvi colocar os dois frente a frente, em várias categorias, para decidir qual é o melhor serviço da atualidade.

Para efeitos práticos, vou me ater ao português e inglês, os dois idiomas que tenho conhecimento para avaliar, para que eu possa ponderar se as traduções ou eventuais correções estão ou não corretas. E você está mais do que convidado para fazer os mesmos testes em outros idiomas de seu domínio ou escolha.

Detecção de idioma

As duas plataformas se mostraram extremamente eficientes ao identificar em qual idioma eu estava entrando os dados.

Screen Shot 2016-03-01 at 9.56.32 PM Screen Shot 2016-03-01 at 9.57.18 PM

O Google Tradutor (à esquerda, no quadro abaixo) pode traduzir textos em até 103 idiomas, mas vez ou outra trocou o português do Brasil pelo de Portugal. Nada que atrapalhasse a compreensão do texto.

Já o Microsoft Tradutor (à direita, no quadro abaixo) possui suporte a 52 idiomas, com tradução de conversas em tempo real para 7 deles, incluindo mandarim, inglês, francês, espanhol e português do Brasil. Um oferecimento, Microsoft Research.

idiomas_Google_MS

Teste de tradução básica

Aqui o meu foco foi testar como essas duas plataformas se comportam ao lidar com tradução de textos básicos, nada muito complicado, como utilizamos mais vezes no dia a dia. Então vamos lá:

Screen Shot 2016-03-02 at 12.27.09 AMScreen Shot 2016-03-02 at 12.26.59 AM

Exatamente a mesma resposta. Estranho…

Screen Shot 2016-03-02 at 12.27.54 AMScreen Shot 2016-03-02 at 12.27.45 AM

Novamente, a mesma resposta. Mas não acho que exista muita variação em relação a como responder isso também.

Screen Shot 2016-03-02 at 12.28.37 AMScreen Shot 2016-03-02 at 12.28.21 AM

Ahá, achamos a primeira diferença aqui. No inglês, a resposta do Bing me soa muito mais próxima da forma como americanos perguntariam. A resposta dada pelo Google, mesmo sendo plenamente compreensível, não traduz a pergunta no tom que ela foi executada.

Screen Shot 2016-03-02 at 12.35.30 AMScreen Shot 2016-03-02 at 12.35.21 AM

Aqui, novamente, um americano iria entender as duas perguntas em inglês, mas a versão da Microsoft me soa mais correta. Vamos dificultar um pouco as coisas:

Tradução de letras de músicas

Boa parte da minha infância e adolescência foi feita na base de traduzir, muitas vezes literalmente, as letras das músicas que vinham em revistas de bandas estrangeiras. No primeiro instante nada fazia sentido, já que era apenas uma conjunção de palavras sem qualquer preoupação com contexto, o que é algo mais que necessário para completar o kit de compreensão de qualquer idioma.

Então vamos fazer esse exercício e ver como os serviços de tradução do Google e da Microsoft se saem. Pra começar, um pouco de Foo Fighters:

Screen Shot 2016-03-01 at 9.56.32 PM Screen Shot 2016-03-01 at 9.57.18 PM

Não entendi por que o Bing não traduziu a palavra everlong. Deveria ser trivial, como foi no Google. Fora isso, as próximas frases ficaram bem mais naturais no serviço da Microsoft.

Agora, um pouco de Nirvana:

Screen Shot 2016-03-01 at 9.58.36 PM Screen Shot 2016-03-01 at 9.58.42 PM

Aqui foi a tradução do Google que cometeu um pequeno deslize, ao traduzir over-bored como over-furado, seja lá o que isso signifique. Não que “demasiado aborrecida” seja o ideal, mas é bem mais próximo de um “muito entediada”, por exemplo.

Um detalhe que pode parecer bobo mas é importante: o Bing mudou o gênero da palavra “aborrecido” para fazer concordância com a palavra “Ela”. Ponto para a Microsoft.

Para compensar esse furo, o Google Tradutor permite que a gente possa corrigir as traduções e sugerir novas palavras, verbetes e gírias que se encaixem melhor:

Screen Shot 2016-03-01 at 9.59.15 PM Screen Shot 2016-03-01 at 10.00.24 PM

Este é, sem dúvida, um fator que pende para o lado do Google, e a Microsoft precisa adicionar esse recurso a sua plataforma urgentemente. Eles até criaram uma forma de sugerir outras palavras e mostram contexto nos quais eles se encaixam, mas não é a mesma coisa.

Screen Shot 2016-03-01 at 10.02.54 PM verbete2

Mas continuando com os testes com músicas, vamos ver o que estas ferramentas farão com Queen?

Screen Shot 2016-03-01 at 10.13.28 PM Screen Shot 2016-03-01 at 10.13.36 PM

Curiosamente com Bohemian Rhapsody o Google Tradutor se saiu muito melhor, talvez por conta de sugestões feitas pela comunidade de usuários. Fato é que o serviço do Google conjugou corretamente o tempo da palavra “colocar” em “Coloquei uma arma”, além de ter adicionado “a” antes de “vida”, e ter acertado o sentido de “joguei tudo fora”. Ponto para o Google.

Vamos para o level hard, com BeatlesObladi, Oblada:

Screen Shot 2016-03-01 at 10.20.22 PMScreen Shot 2016-03-01 at 10.20.06 PM

Não tente entender o que significa Obladi, Oblada, nem como isso pode ajudar alguém a compreender que a vida continua e que devemos tocar a bola pra frente.

Prefiro focar em uma curiosidade: a tradução da palavra “brah”. O Google Tradutor transformou em “brou”, que deve ser um aportuguesamento (já disse, neologismo, trabalhamos) de bro, abreviação americana de brother. Já o paulista tradutor da Microsoft mandou um “mano“, que também não deixa de ser uma gíria referente a irmão, amigo, camarada, parceiro. Pessoal do Racionais curtiu.

Vamos fazer o processo inverso agora. Músicas brasileiras traduzidas para o inglês. Só quero ver o que vai sair desta salada! Pra começar, Raimundos:

Screen Shot 2016-03-01 at 10.24.14 PM Screen Shot 2016-03-01 at 10.24.24 PM

Nossa! Complicado! hahahahaaha

Ok, nenhum dos dois serviços conseguiu traduzir corretamente essa poesia extremamente bem escrita pelos músicos de Brasília. Mas o Google fez a tradução soar como um inglês macarrônico, com frases que não fazem o menor sentido. O Bing ainda conseguiu passar a mensagem um pouco melhor, mas ambos os serviços se perderam um pouco na dualidade da palavra “saia” e no quase regionalismo.

Minha sugestão seria: “cuddle up under your mother’s wings” ou um simples “go back to you mother’s house“. Paciência.

Agora vamos confundir mais ainda os coitados dos softwares, com Djavan.

Screen Shot 2016-03-01 at 10.27.12 PM Screen Shot 2016-03-01 at 10.28.13 PM

Aqui quem matou a tradução foi o termo “largar mão”, que virou “drop the hand” no Google e “Let go of the hand” no Bing. As duas plataformas tiveram seus acertos em relação ao adversário, outras coisas que ficaram sem sentido, mas… convenhamos, quem entende Djavan?

Tradução instantânea com o aplicativo mobile

Sem entrar muito a fundo nos recursos dos dois apps, vamos testar aqui a tradução de texto digitado e a tradução feita por meio de comandos de voz.

Tradutor_test0022

Aqui, eu gosto um pouco mais da interface do app do Google. Não me entenda mal: o aplicativo da Microsoft é bonito, mas por questões de usabilidade, eu prefiro poder ler o conteúdo que eu digitei ao mesmo tempo que o texto traduzido para poder comparar as palavras.

Na imagem acima, podemos ver que o Microsoft Tradutor corta o texto digitado e dá toda ênfase ao texto traduzido, o que pode ser explicado por uma estratégia dentro da seguinte situação: você está em um país diferente, fala algo para o tradutor, que exibe a resposta para a pessoa que, por ventura, esteja ali disposta a te ajudar. Não é de todo ruim.

Dentro desse espírito, vamos testar a entrada de texto através da voz:

Tradutor_test001

Tirando este “um” que virou “1” no aplicativo da Microsoft, podemos classificar os resultados como satisfatórios nos dois casos, certo?

Uma curiosidade: à direita podemos ver que o aplicativo identificou que eu estava ditando palavras em português do Brasil. Achei isso bacana.

Tradução de sites

Uma coisa que muita gente faz é utilizar estas ferramentas para traduzir sites estrangeiros completos, até para tentar ler notícias em outro idioma. Nada mais justo que checar como as duas ferramentas se saem nesta tarefa. Vamos testar o Tecnoblog.

Primeiro, no Google Tradutor:

Screen Shot 2016-03-01 at 10.30.21 PM

Meh… não é a melhor tradução do mundo, mas dá pro gasto. Agora vamos testar a ferramenta da Microsoft.

Ih rapaz. O Bing se recusa a traduzir o Tecnoblog, me redirecionando para a página original em português. Não há suporte para páginas seguras, que estão cada vez mais comuns em sites de conteúdo, o que é um ponto negativo.

Screen Shot 2016-03-01 at 10.29.26 PM

Bom, neste caso, vamos apelar e traduzir um post do meu site pessoal e ver o que acontece então. Novamente, primeiro no Google Tradutor:

Screen Shot 2016-03-01 at 10.34.07 PM

Hummm… não gostei muito não. Logo no título, temos um erro, quando a tradução dá a entender que o trailer parece filme, mas com uma palavra que significa rolo de filmagem, e não filme propriamente dito. Sem contar que o Google Tradutor matou toda a formatação do site, removeu o menu, trocou a fonte, uma tristeza.

Fora isso, aparentemente, os erros não prejudicam tanto o entendimento. Agora vamos conferir o resultado do Microsoft Tradutor:

Screen Shot 2016-03-01 at 10.35.12 PM

Now we are talking! O site não só usou a palavra movie dentro do contexto correto, como trouxe uma tradução melhor, manteve os menus e a formatação do site.

Compare as imagens abaixo:

Screen Shot 2016-03-01 at 10.38.42 PM Screen Shot 2016-03-01 at 10.39.04 PM

Agora eu estou realmente surpreso, de verdade! Parabéns aos envolvidos.

Tradução de documentos

Aqui a Microsoft não tem como competir, uma vez que o recurso só está disponível no Google Tradutor. Apenas pelo fator de curiosidade, vamos ver como ele se sai na tradução de um PDF gerado a partir deste post aqui do Tecnoblog:

Screen Shot 2016-03-01 at 10.48.08 PM Screen Shot 2016-03-01 at 10.49.05 PM

Ok, o resultado é satisfatório, com uma ressalva: novamente, a ferramenta removeu toda a formatação do texto. Poxa, Google, custa dar uma melhorada nesse produto pra que a gente consiga ter uma resposta não só correta do ponto de vista de tradução, mas também visual? Fica aí a dica.

Tradução colaborativa

Enquanto a Microsoft faz a coleta das sugestões de forma anônima, e que parece estar funcionando muito bem, obrigado, o Google tem uma plataforma de tradução colaborativa, que começa com as sugestões dos usuários no momento da tradução, mas também com voluntários que fazem uma curadoria do que foi corrigido.

Para ajudar, basta se inscrever neste site com sua conta do Google, escolher quais idiomas analizar e começar a enviar suas sugestões. Todos ganham com isso.

Screen Shot 2016-03-01 at 10.05.19 PM Screen Shot 2016-03-01 at 10.05.46 PM Screen Shot 2016-03-01 at 10.07.06 PMScreen Shot 2016-03-02 at 2.47.37 AM

Conclusão

O Google tem muito mais recursos em seu tradutor e possui uma plataforma colaborativa completa para ajudar a melhorar essas traduções e os contextos de palavras, frases e todo o conteúdo envolvido. Já o produto da Microsoft ainda não oferece tantos recursos, mas, no que oferece, faz o trabalho muito bem, com resultados visuais e operacionais melhores que os do concorrente.

Portanto, sem ficar em cima do muro, dá para ser taxativo ao dizer que o Google tem o tradutor mais completo, enquanto peça de software, mas vejo o Bing como o melhor tradutor para uso no cotidiano. Particularmente, vou passar a adotar o Microsoft Tradutor como primeira opção sempre que necessário.

E você? Qual tradutor online prefere e usa mais?