Início » Internet » Uma olhada no YouTube Music: o serviço de videoclipes do Google vale a pena?

Uma olhada no YouTube Music: o serviço de videoclipes do Google vale a pena?

Fui descobrir o que o YouTube Music tem a oferecer em relação aos outros serviços de música

Por
3 anos e meio atrás

Não sei se todos concordam com isso, mas acredito que música seja parte fundamental da nossa existência. Em diversas situações, a música é a trilha sonora da nossa vida, seja você capaz de escutar suas melodias ou apenas de sentir sua vibração.

Do fator psicológico ao social, ela chega a ser capaz de impactar nossa saúde e mudar nossa forma de assimilar a realidade da qual fazemos parte. Inclusive do ponto de vista científico.

Pois estava eu lá tentando melhorar um dia ruim, assistindo a clipes de artistas que eu gosto no YouTube. Eis que pula uma mensagem me sugerindo testar o novo aplicativo do YouTube Music, que fica ainda mais interessante quando parte do YouTube Red.

Não vou entrar em detalhes sobre a parte técnica do software, já falamos sobre isso em alguns posts aqui do Tecnoblog. O foco aqui será a experiência de usuário.

YTMusic_Popup

Bem, a exemplo do YouTube Gaming, trata-se na verdade de uma interface do YouTube que exibe vídeos dentro de uma temática, com algumas ferramentas adicionais.

Cartão de visita

A interface principal nos apresenta três menus principais: Home, com sugestões pautadas em seu gosto; YouTube Music today, que traz vídeos que são populares no momento; e a área com seus likes, tanto em listas quanto em músicas individuais.

YTMusic_Main

Existe, portanto, uma curadoria automatizada para te oferecer vídeos dentro de “estações” que podem te agradar, baseada no seu histórico de visualizações e curtidas.

YTMusic_stations

Rádio ou vídeo?

Correndo o risco de chover no molhado aqui, ainda me sinto obrigado a dizer: é preciso que fique claro que o YouTube Music difere dos players tradicionais de música em seu núcleo fundamental, uma vez que o programa cria playlist de vídeos, não de músicas.

Portanto, foge de qualquer propósito compará-lo a nomes como Spotify, Apple Music ou Google Play Music. Não faz sentido. O objetivo do YouTube Music é bem mais te proporcionar uma experiência musical a partir do que já existe no YouTube que ser um tocador de música propriamente dito.

Imagine usá-lo quando você quiser acompanhar letras das músicas, ou quando quiser deixar clipes rolando na TV da sala durante uma festa, por exemplo.

Motores e Ferramentas

Falando agora do que move o YouTube Music e de suas ferramentas, a nova função que permite manter o streaming em andamento mesmo com o app minimizado é provavelmente o recurso mais legal aqui. Funciona tanto dentro do YouTube Music, enquanto você navega entre suas músicas, como também em relação às janelas de outros aplicativos. E funciona muito bem.

YTMusic_Minimizado

Com isso em mente, resolvi tentar personalizar ainda mais essa usabilidade e gostei do que encontrei. É possível, por exemplo, alterar a variedade de vídeos de uma determinada estação, que pelo que eu entendi aumenta ou diminui a similaridade entre os títulos de cada uma dessas listas.

YTMusic_Variety

Mixtapes!

Outra coisa muito legal são as mixtapes offline. Então… meio bizarro esse negócio de mixtape, que é um termo que remete às fitas cassete que a gente gravava quando era adolescente pra dar de presente pra alguém. O filme Alta Fidelidade retrata muito bem esse costume da gente que nasceu antes dos anos 90.

mixtape01

Infelizmente o aplicativo não tem nenhuma referência à fita cassete. Deveria, pelo bem do saudosismo envolvido. Mentira.

YTMusic_Mixtape

A função “Offline mixtape”, que está intrínsecamente ligada ao YouTube Red, permite salvar até 100 músicas (ou 400 MB de arquivos, o que acontecer primeiro) na unidade de armazenamento interno do smartphone. Assim você pode ouvir e/ou assistir (dependendo das suas opções de mídia) as músicas sempre que quiser, mesmo quando desconectado da Internet.

Em resumo

Gostei bastante do YouTube Music. Ele é relativamente preciso ao te sugerir músicas, reúne seus clipes preferidos numa interface única (fãs do programa The Voice vão adorar isso) e tem uma usabilidade bacana. Com algumas pequenas falhas, é verdade:

Mas não vejo ele se tornando algo que vá causar furor entre os usuários em geral. É mais um daqueles apps úteis, que é sempre bom de se ter instalado no celular por via das dúvidas. E que fica ainda melhor quando joga junto ao YouTube Red. Vale a pena usar sem a assinatura premium do Google? Sinceramente, eu diria que não.

Mais sobre: , , , ,