Início » Aplicativos e Software » Microsoft: Xamarin será de graça para todo mundo no Visual Studio

Microsoft: Xamarin será de graça para todo mundo no Visual Studio

Emerson Alecrim Por

Xamarin - logo

Windows 10 com suporte ao Bash, Cortana ainda mais esperta, inteligência artificial aprimorando a acessibilidade para cegos, enfim, no primeiro dia da conferência Build 2016 a Microsoft trouxe uma overdose de novidades. Mas também sobrou anúncios importantes para hoje (31), o segundo dia. Um deles interessa diretamente ao público-alvo do evento, os desenvolvedores: a plataforma Xamarin agora é gratuita para todos os usuários do Visual Studio.

Como empresa, a Xamarin surgiu em 2011 pelas mãos de um grupo de desenvolvedores (com destaque para Miguel de Icaza) envolvidos com o Mono, projeto de código aberto criado para viabilizar um conjunto de ferramentas compatível com a plataforma .NET que pode ser executado em diversos sistemas operacionais, como Linux, OS X, BSD e Windows.

No atual estágio, a Xamarin como plataforma oferece vários recursos que facilitam o desenvolvimento de aplicativos para Android, iOS (ainda que a criação de apps para esse sistema exija um Mac) e Windows a partir da linguagem C#, do .NET Framework e por aí vai.

Por conta da robustez e praticidade da plataforma, a Microsoft vinha flertando com a Xamarin há algum tempo. Na tentativa de simplificar o desenvolvimento de soluções envolvendo seus produtos, a companhia chegou inclusive a integrar a plataforma ao Office 365 e ao Microsoft Azure, por exemplo.

Xamarin Studio

Essa parceria fez a turma de Satya Nadella anunciar no mês passado a aquisição da Xamarin por um valor não revelado, mas que foi estimado entre US$ 400 milhões e US$ 500 milhões.

A notícia da aquisição trouxe logo em seguida uma expectativa: a de que a Microsoft colocasse a plataforma Xamarin como uma ferramenta padrão do Visual Studio. Basicamente, é isso o que vai acontecer a partir de agora: a Xamarin estará disponível em todas as edições do Visual Studio, da versão Community até a Enterprise, sem custo adicional.

Tem mais: também está nos planos da Microsoft disponibilizar o código-fonte do Xamarin SDK abertamente (sob licença MIT). Esse trabalho deve levar algum tempo, mas quando a liberação for concluída, bibliotecas, ferramentas de compilação e afins estarão disponíveis no GitHub e, como esperado, na .NET Foundation, iniciativa que a Microsoft montou há dois anos para promover software de código aberto.

É verdade que a administração de Satya Nadella vem dando umas escorregadas bem feias ultimamente, mas não deve ser o caso aqui: a plataforma Xamarin sempre foi apreciada, mas os seus custos de licenciamento afastavam pequenas empresas ou desenvolvedores individuais interessados em criar aplicações profissionais. São bem grandes as chances de que isso mude daqui para frente.

Com informações: Ars Technica

Mais sobre: , , ,