Início » Celular » Intel cancela chips Atom para smartphones e tablets

Intel cancela chips Atom para smartphones e tablets

Cherry Trail pode ter sido a última linha de processadores Atom para celulares

Paulo Higa Por

A Intel confirmou oficialmente na noite de sexta-feira (29) que cancelou duas linhas de processadores Atom de baixo consumo energético voltados para smartphones e tablets. O Broxton e o SoFIA, que estariam dentro dos dispositivos móveis lançados ao longo de 2016, deixam de existir após a empresa anunciar a demissão de 12 mil funcionários e uma estratégia para focar em áreas mais rentáveis.

O Broxton e o SoFIA eram os únicos processadores móveis da Intel anunciados publicamente para 2016. Não havia mais nenhum chip para smartphones no cronograma da empresa, abrindo a possibilidade de que o Cherry Trail seja o último Atom a figurar dentro dos celulares.

zenfone-2-8

O SoFIA era uma parceria da Intel com empresas chinesas, como a Rockchip e a Spreadtrum, para fazer os chips Atom vingarem em smartphones de baixo custo, resultando em processadores como o Atom x3-C3130, um dual-core de 1 GHz que suportava conexões 3G e até 1 GB de RAM. Como a linha foi cancelada, não espere encontrar aparelhos básicos ou intermediários com a inscrição Intel Inside na traseira.

Já o Broxton era uma tentativa da Intel para competir com os melhores chips da Qualcomm, especialmente com relação ao desempenho gráfico. Ele estaria tanto nos smartphones quanto nos tablets intermediários e topos de linha. Com o cancelamento, as parceiras da Intel só poderão utilizar em seus futuros produtos os atuais Cherry Trail, conhecidos como Atom x5-Z8300, Atom x5-Z8500 e Atom x7-Z8700 — sendo que este último, presente no Surface 3, não é páreo para o Snapdragon 820.

Não é novidade que a Intel teve muita dificuldade para conseguir espaço num mercado dominado pelos concorrentes que apostaram na arquitetura ARM, como a Qualcomm. A Asus era a única grande fabricante de smartphones que realmente investia na plataforma Intel — mesmo assim, vários dos últimos aparelhos, como o Zenfone Selfie e o Zenfone Go, foram lançados com chips Qualcomm ou MediaTek.

Oficialmente, a Intel ainda não diz que “desistiu” do mercado de smartphones e tablets. Mas o futuro da empresa nesses dispositivos é incerto — e ainda nem existe.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

ばか

Basta ver os passos da M$, é mais do que logico que eles quem se livrar do win32, o objetivo do uwp é substituir o win32 em um curto espaço de tempo.

Bruno ?
Basta ver os passos da M$, é mais do que logico que eles quem se livrar do win32, o objetivo do uwp é substituir o win32 em um curto espaço de tempo.
Baio-kun

Não é por ela estar investindo no UWP que ela quer acabar com o Win32, no UWP você programa 1 código pra tantos aparelhos diferentes e tem facilidade pra converter pra outros sistemas, não existe motivo pra um programador escolher Win32 à UWP.

Muriel
Não é por ela estar investindo no UWP que ela quer acabar com o Win32, no UWP você programa 1 código pra tantos aparelhos diferentes e tem facilidade pra converter pra outros sistemas, não existe motivo pra um programador escolher Win32 à UWP.
Quindim
Eu recomendo o Moto X play!
Quindim
Está na última versão da ZenUi
ばか

Eu disse rodando Win32 e não Windows x86, o que é sem noção é justamente este "suporte" ao Win32, fora que a intenção dela de acabar com o Win32 é mais do que visível, com o forte incentivo ao UWP, ferramenta de conversão win32 > uwp, melhorias na API e no sistema que permitem instalar os pacotes por fora da loja e com mais facilidade, e por ai vai...
E se me lembro bem, o Indiano disse que temos 3 segmentos de celulares, low-end, empresarial e premium, o que se encaixa muito bem nos modelos que citei.

Bruno ?
Eu disse rodando Win32 e não Windows x86, o que é sem noção é justamente este "suporte" ao Win32, fora que a intenção dela de acabar com o Win32 é mais do que visível, com o forte incentivo ao UWP, ferramenta de conversão win32 > uwp, melhorias na API e no sistema que permitem instalar os pacotes por fora da loja e com mais facilidade, e por ai vai... E se me lembro bem, o Indiano disse que temos 3 segmentos de celulares, low-end, empresarial e premium, o que se encaixa muito bem nos modelos que citei.
Don Ramón
Tá com a ZenUI ou está com rom CyanogenMod? Pessoal que colocou a CyanogenMod no Zenfone 2 diz que o consumo de bateria melhorou muito depois de trocar a rom. O problema não é tanto o processador. É o kernel da Asus...
Don Ramón
Daí também se explica porque os protótipos do Zenfone 3 flagrados nos testes de desempenho não são movidos à chip Intel. Provavelmente a Asus já tinha sido informada dessa "pulada de barco" há um bom tempo...
Samuel Antonio Oliveira Silva
Também pensei nessa possibilidade, mas o projeto acaba virando um novo processador também.
Baio-kun

Se a intenção da empresa fosse acabar com Win32 então a MS merecia ir a falência, maior tiro no pé, de onde você tirou a idéia de um aparelho bizarro rodando Win32? Continua sendo o Win10 universal, mas com "suporte" ao Win32. E não, acredito que o 550 não se encaixaria na estratégia da empresa, eles vão deixar aparelhos de entrada pra outras fabricantes e focar no mercado corporativo/premium.

Muriel
Se a intenção da empresa fosse acabar com Win32 então a MS merecia ir a falência, maior tiro no pé, de onde você tirou a idéia de um aparelho bizarro rodando Win32? Continua sendo o Win10 universal, mas com "suporte" ao Win32. E não, acredito que o 550 não se encaixaria na estratégia da empresa, eles vão deixar aparelhos de entrada pra outras fabricantes e focar no mercado corporativo/premium.
ばか

Ele disse que a reestruturação vai ter 3 segmentos, que pode até ser visto atualmente nos L550, 650, 950 e 950XL, mas não citou nada minimamente relacionado a um celular bizarro que roda Win32, que vai completamente na contramão das intenções da empresa, que é acabar com o Win32.

Bruno ?
Ele disse que a reestruturação vai ter 3 segmentos, que pode até ser visto atualmente nos L550, 650, 950 e 950XL, mas não citou nada minimamente relacionado a um celular bizarro que roda Win32, que vai completamente na contramão das intenções da empresa, que é acabar com o Win32.
Exibir mais comentários