Início » Aplicativos e Software » Adobe dobra preços da Creative Cloud no Brasil

Adobe dobra preços da Creative Cloud no Brasil

Com aumento do dólar, plano com Photoshop e Lightroom passou de R$ 22 para R$ 42 ao mês

Paulo Higa Por

Depois de anos sem reajustes, os preços da Creative Cloud quase dobraram. O serviço da Adobe, que oferece acesso aos softwares profissionais da empresa por meio de uma assinatura mensal, tinha planos atraentes, que começavam em R$ 22 por mês para quem estivesse interessado apenas na dupla Photoshop e Lightroom. Agora, o preço mínimo é de R$ 42.

Todos os planos sofreram aumentos. De acordo com a Adobe, os valores também subiram na Austrália, Nova Zelândia, Índia, Noruega e Turquia devido às flutuações nas taxas de câmbio. Curiosamente, na Suíça e no Liechtenstein, as moedas locais valorizaram em relação do dólar, o que fez a empresa reduzir o preço nesses países em dezembro de 2015.

creative-cloud

O plano Fotografia, que inclui Photoshop e Lightroom, subiu de R$ 22 para R$ 42 por mês, em linha com o valor cobrado nos Estados Unidos, onde a assinatura mensal custa US$ 9,99. É importante lembrar que os planos têm contrato de 12 meses: se você cancelá-los antes do término, pagará uma multa relativa aos meses restantes.

Também é possível adquirir apenas a assinatura de um aplicativo, como o Premiere Pro, InDesign ou After Effects, por R$ 85 ao mês (o preço anterior era R$ 44), e há a opção sem a fidelidade de 12 meses, por R$ 125. O pacote completo, com todos os aplicativos da Creative Cloud, agora sai por R$ 210 ao mês, ou salgados R$ 2.520 por ano. A opção com renovação mensal passou para R$ 320.

creative-cloud

Os novos preços são aplicáveis a todos os assinantes novos. Quem já é cliente terá o valor aumentado no próximo mês ou ano, dependendo do plano escolhido.

A Creative Cloud foi importante para que muitos legalizassem seus softwares da Adobe, porque as assinaturas mensais mudam a nossa percepção de valor, conforme comentamos no Tecnocast 040. Ele também é bom para a Adobe, já que garante uma previsibilidade maior nas receitas: a empresa não depende de lançamento de “novas” versões para ganhar dinheiro, e todos recebem atualizações enquanto forem assinantes. Em 2015, a Creative Cloud atingiu 6,2 milhões de assinantes.

040

Dica do Itarcio Lima no Tecnogrupo. Obrigado!

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Danillo Vieira
"porque o brasileiro" "o brasileiro". Larga desse papo, ou você acha que os brasileiros que crackearam os programas? Inocência.
Márcio Angelin
Pior é que agora o preço é 35 (desde jan/17) reais e continuam me cobrando 42.. liguei para o 08000474493 e, após minha reclamação, a atendente fez o cancelamento da minha fatura e nova assinatura por 1 ano cobrando 35 reais por mês. Mas o que paguei de janeiro a março não devolvem. Chata a situação, mas se houvesse variação para mais antes do vencimento de minha assinatura, também não cobrariam, em tese.
Luis Paulo Porto
Depois querem reclamar da pirataria, eu quero andar certo e ter os produtos originais, mas com esse aumento absurdo, eles estão incentivando a pirataria.
Rogerio Martins
O que aconteceu comigo: "Cancelamos o produto conforme seu pedido". É claro que não pedi coisa alguma.
Eduardo De Faria
Eu tinha o CS5.5. Paguei, na época, R$4.500 pelo pacote todo (no velho carnê, obviamente). Era muito bom. Resolvi ir pro CC porque prometiam ebooks com dois clics. Já quebrei o mouse de tantos clics e acabo tendo que fazer tudo na mão, mesmo. Devia ter ficado no 5.5.
lucas souza
Não sei pq tu acha que eu tenho uma vida maravilhosa não tenho não corro atrás mesmo, faço estágio e pago com gosto o pacote adobe mesmo me pagando tão pouco
Anakin
Amigo, não mandei ninguém piratear, só estou dizendo que pra minha realidade achei que ficou salgado, se você tem essa grana, po, queria eu ter também sem me preocupar com nada, mas que esse aumento de 100% no pacote não era um valor que eu estava esperando. Você fala como se todos vivessem igual a você, o que não é.
lucas souza
eu tive que parar a faculdade, mas cara um freela que pegue no ano, paga todo o ano de TODOS os programas sinceramente acho barato, cara sinceramente a 2 anos atrás era inviavél mas hoje em dia acho muuuito acessível, acredito que seja questão de ética mesmo usar um programa que deixa seu trabalho relativamente mais fácil, acho que se não quer pagar faz na mão ou usa programas free, designer acostumou a achar que não tem paga por nada, foto, programa quem dirá pagar fonte, acho que falta valorizar as profissões que tornam a nossa possível ou mais fácil.
Anakin
cara, primeiro, não sei qual sua realidade, mas eu não gasto R$ 80,00 num final de semana e faço federal. Alias atualmente carne pra mim = frango hahaha Mas se você acha de boa, bom pra você, está melhor que a maioria graças a Deus.
lucas souza
desculpa mas não é tão caro não a faculdade é uns mil reais 80 não é muita coisa não, só deixar de sair 1 final de semana tu paga.
Tiago
Se eu fiz a assinatura de 1 ano antes do preço aumentar continuo pagando os 44?
Luan Ott
Freelancers de vídeo não dão retorno quanto projetos de engenharia ou animação 3D, VFX, etc. Eu acho injusto cobrarem R$ 200 aqui e US$ 49,90 nos EUA. Eles deviam formular um preço pra cada país, respeitando a moeda, já que têm equipe aqui. Não depender apenas da variação cambial, como se fosse um produto literalmente importado, sem suporte em nenhum segmento no Brasil.
Bruno R da Silva
A-Pobre SQN... Uso versão Pikachu do CS6 e até agora, tá de graça rs.
Trovalds
Bom, aí já não é problema do valor do produto e sim a dificuldade em compor o valor do seu serviço devido à crise. Infelizmente aí o que resta é sentar e torcer pras coisas melhorarem.
DougEureka
Uso para trabalho desde que me formei em Design há 8 anos. Temos custos como energia elétrica, nada barata no Brasil; aluguel; despesas com transporte; internet cara e com ameaça de limitação; funcionários, etc. Na crise econômica fica complicado repassar todos esses custos para o cliente que se encontra na mesma situação. Enfim. Ainda que fosse “pra brincar”.
Trovalds
Se você usa a ferramenta pra ganhar dinheiro é uma coisa. Agora se é pra brincar, então...
DougEureka
Não se esqueça que há outras despesas para pagar.
caiqe
"ta barato", mas nao dá pra comparar com os Softwares da Autodesk, ele disponibilizam TODOS de GRAÇA para estudantes, e você nao precisa comprovar como por exemplo ter um email com o dominio da faculdade( a minha no caso nao tem esse email com dominio), pra quem trabalha eu concordo, mas para estudantes deveriam repensar nesse preço
Marcus Henry
Bem lembrado Weberson, esta suite promete viu!!!
Tiago Celestino
Independente se continua "barato", acho que o aumento foi bem acima do esperado.
Weberson Soprano
A affinity serif está prestes a lançar seus aplicativos para o Windows. Já tem para MAC substituto do Photoshop e Illustrator, haverá um substituto para o InDesign. Muito bons os programas!
Quebra-crânio Rugidor
Tá é barato. Softwares da Autodesk para engenharia (AutoCAD por exemplo) partem de R$ 485,00 por mês num CONTRATO DE 3 ANOS. Para engenheiros com trabalhos freela, é um chutão no meio das penas...
Diogo Silva
Ainda tá com desconto no thepiratebay.se
Lucas Fernandes
A-Dobre
MJuliani
Nem todo mundo faz "Orçamento", pois não vende, muita gente é amadora e faz fotografia, ou qualquer outra atividade que usa esse aplicativos, por que gosta. Mania das pessoas de basearem todos os usuários pelo seu uso. Existem diversos perfis e certamente quem ganha dinheiro com o software é muito barata a assinatura, mas que faz uso por hobby e muitas vezes apenas eventual (meu caso) esse novo valor começa a pesar, principalmente em tempos de crise.
Matheus
Tem a possibilidade de comprar em outra moeda com cartão internacional ? ai saíria barato, correto ?
Dante Marchi
O plano anual em dólar no momento sai mais barato. Cerca de R$ 191,48 com IOF, mas é um risco.
Pedra Pomes do Amor
Para usuários ocasionais, temos vários aplicativos gratuitos que podem atender às necessidades.
Evandro Arruda
Pô Jônatas, sério? Estamos discutindo o negócio da Adobe aqui. O grande barato de softwares como esses a um custo baixo é reduzir a pirataria. Um Photoshop por R$ 22/mês é show. Quem usa mesmo não precisa nem cogitar baixar um software crackeado, mas um braço de um pacote de software por R$ 85/mês, a balança começa a pesar para o outro lado.
Anakin
Não sei como está o mercado na cidade de vocês, mas aqui na minha digamos que caiu o ritmo em uns 30% (pelo menos é o que vejo nos freelas), ai pra "ajudar" a adobe dobra o valor, realmente uma despesa que eu não estava esperando...
Anakin
E quem está aprendendo / estudando? Achei que ficou salgado o pacote de estudante.
Jônatas Do Vale Martins
Inclua o preço do software no trabalho. É para isso que existe aquela fase "Orçamento".
Theus
Poxa, só porque eu assinei esse mês :(
Trovalds
Então parta pros alternativos, já que tu é user esporádico. Inkscape, por exemplo.
Evandro Arruda
Você não está levando em conta usuários domésticos, que fazem um trabalho aqui, outro ali. Para um ilustrador cuja ferramenta principal de trabalho é o Illustrator, obviamente o custo se paga com facilidade, mas no meu caso é apenas uma ferramenta secundária que utilizo. A questão não é conseguir ou não pagar, mas se vale ter esse custo mensal, que simplesmente dobrou.
Trovalds
Tu trabalha de graça ou só usa pra brincar mesmo? Porque por R$ 1.020/ano é merreca. Profissional sério tira essa grana em 1 trampo e ainda sobra troco.
Evandro Arruda
Aí fica difícil... R$ 44 só pelo Illustrator já estava no meu limite. Vão perder muitos usuários "domésticos" ou que trabalham por conta própria
Trovalds
E continua barato, diga-se de passagem. Com 1 trampo tu paga fácil 1 ano de assinatura de todos os aplicativos. Ou mais se duvidar. MAS brasileiro gosta mesmo é da "vantagem" de poder usar produto alternativo mesmo o original sendo barato. Afinal, o sobrinho do vizinho do seu tio "só cobra" 10 reais pra fazer uma arte ou dar um acerto naquela fotografia.
tuneman
vocês querem pirataria? pois é assim que vai aumentar a pirataria. brinks. quem é profissional já embute o custo do produto no valor de seus serviços.