Início » Celular » Windows Phone é responsável por apenas 0,7% das vendas de smartphones

Windows Phone é responsável por apenas 0,7% das vendas de smartphones

Auge do Windows nos smartphones aconteceu entre 2013 e 2014; desde então, vendas só caem

Paulo Higa Por

A participação de mercado do Windows nos smartphones, que já era pequena, ficou ainda menor. Nesta quinta-feira (19), o Gartner publicou um relatório mostrando que, no primeiro trimestre de 2016, o sistema operacional da Microsoft estava presente em apenas 0,7% dos dispositivos móveis vendidos em todo o mundo.

Nos primeiros três meses de 2015, a Microsoft e suas parceiras haviam comercializado 8,3 milhões de smartphones com Windows Phone, o equivalente a 2,5% do mercado. Agora, as unidades caíram para apenas 2,4 milhões de aparelhos, bem pouco perto dos 294 milhões de Androids e 52 milhões de iPhones vendidos no período.

lumia-950

Com menos de 1%, o Windows está cada vez mais longe de se tornar uma “terceira via” no mercado de smartphones. O auge da plataforma, se é que podemos chamar assim, aconteceu entre 2013 e 2014, quando a Microsoft vendia perto de 10 milhões de smartphones por trimestre. Desde o ano passado, as vendas só caem. Os números são ainda mais alarmantes se considerarmos que foram vendidos 110 milhões de Windows Phones na história; a Apple consegue vender mais iPhones que isso em seis meses.

Mesmo no Brasil, onde a Microsoft ainda tinha força por vender smartphones decentes de baixo custo, os Windows Phones estão próximos da irrelevância. Em dezembro de 2015, a empresa tinha apenas 2,4% da fatia de vendas, ocupando apenas a sexta posição, logo atrás da Alcatel, que vendeu o dobro de aparelhos.

Os concorrentes

Quem conquistou espaço no primeiro trimestre de 2016 foi o Android, passando de 78,8% para 84,1% das vendas globais para usuários finais, segundo o Gartner. A Apple, por outro lado, viu as vendas trimestrais de iPhones caírem pela primeira vez desde que a primeira geração foi lançada, em 2007. A fatia de mercado da empresa de Tim Cook caiu de 17,9% para 14,8%.

Entre as fabricantes, Samsung (23,2%) e Apple (14,8%) continuaram dominando o mercado, mas as chinesas Huawei (8,3%) e Oppo (4,6%) se fortaleceram bastante. A Xiaomi (4,3%), que estava acostumada a crescer rapidamente, ficou estagnada devido à forte concorrência das outras fabricantes da China. E a Lenovo sumiu da lista após suas vendas despencarem 33% no mundo inteiro (e inacreditáveis 75% na China).

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

João Silverado
É q vi q vc respondeu um monte de gente há 1 ano. Perguntei pq vai q só agora veio notificação aqui, haha
Thiago +

Pq seu comentário não some após um ano ué, e por algum motivo cai aqui. KKK...

Tiago H+
Pq seu comentário não some após um ano ué, e por algum motivo cai aqui. KKK...
João Silverado
Sim, vc tá certo. Mas o que eu disse tem tudo a ver sim. Se não tem pra vender, óbvio que o share diminui. Mas sei que não adianta ter pra vender e o produto não evoluir em nada. Curiosidade: Pq respondeu isso depois de 1 ano?
Thiago +

Nada a ver. O que faltou é engajamento de fazer pessoas querem o produto, criar necessidades, criar filas por um lançamento.
A disponibilidade de um produto que ninguém quer, sempre será baixa.
Que comercio quer N aparelhos diferentes pra ficarem todos parados na prateleira?

Tiago H+
Nada a ver. O que faltou é engajamento de fazer pessoas querem o produto, criar necessidades, criar filas por um lançamento. A disponibilidade de um produto que ninguém quer, sempre será baixa. Que comercio quer N aparelhos diferentes pra ficarem todos parados na prateleira?
Thiago +

Nem da pra comparar, Linux tem utilidade especifica e seu publico, por isso, apesar de pequeno se mantém.
O WP só sobrevive a merce de pessoas insatisfeitas com os outros sistemas e que por algum motivo, acha que vale a chance. kkk

Tiago H+
Nem da pra comparar, Linux tem utilidade especifica e seu publico, por isso, apesar de pequeno se mantém. O WP só sobrevive a merce de pessoas insatisfeitas com os outros sistemas e que por algum motivo, acha que vale a chance. kkk
Keaton
2 coisas: 1. Esse comentário é de um ano atras ou mais. 2. Muito provavelmente por "ninguém" eu me referia ao usuário doméstico, que normalmente não rodam imensos servidores em casa.
Paulo
Só 99% dos servidores do mundo
Gabriel Darezzo
Sou dev. e atualmente to fazendo app de híbrido... Tava vendo se valia a pena comprar a licença da MicroSoft pra publicar na store... mas com esse números ai sahusahas acho vou tomar um sorvete com o preço da licença kkkkkk
Carlos Felipe de Matos
interessante ver as empresas chinesas crescerem antes vistas como fabricantes de produtos nada autênticos e ruins já estão pelo que parece mudando essa fama parabéns a eles por isso!!
Thiago Abrahão
Bom vamos lá, Google boicotou o Windows Phone desde o seu lançamento não disponibilizando seus serviços básicos para a plataforma. Com a Apple foi bem diferente, mesmo não sabendo se faria sucesso a Google disponibilizou tudo pra ela. Sem serviços Google, muito utilizado por pessoas no mundo todo, a plataforma já entrou com uma grande desvantagem no mercado, além de já estar entrando tarde. Se a Google, uma grande desenvolvedora, não disponibilizou seus serviços para a plataforma, eu que sou desenvolvedor pequeno também não vou arriscar. E esse comportamento vai passando de um para o outro A Google também comprou o Waze, um app bastante popular, e retirou o suporte para Windows Phone, fazendo o sistema perder o pouco de moral que tinha. Não bastasse isso, vendedores claramente desincentivam a compra de aparelhos com Windows Phone. São desinteressados em conhecer a plataforma de fato, e se levam por meras reclamações de quem não soube usar ou não se adaptou no início. Fora o falatório de quem nunca nem havia mexido num Windows Phone e saía por aí dizendo que não tinha bluetooth, ou que dava tela azul (ouvi isso pessoalmente de algumas pessoas). Plataforma em amadurecimento, mancadas da propria MS, boicote direto da Google e indireto dos vendedores, automaticamente desincentivam o consumidor. Sem consumidor, vendas caem, com vendas baixas, produção reduz, com produção reduzida, começa haver menos aparelhos disponíveis nas lojas. Com cada vez menos usuários mais ainda desenvolvedores perdem o interesse na plataforma e com menos apps, menos usuários. Sendo assim, não é justo culpar unica e exclusivamente a Microsoft. Ela deu sim suas mancadas (coisas que a Apple e a Google também cometem) Mas um ciclo de boicote e desinformação foi prejudicando bastante a plataforma ao longo dos anos desde o seu lançamento, pra que ela chegasse na situação que se encontra hoje.
Albanir Filho
É, eu vi! Fui equivocado no comentário por que vi so uma reportagem e hoje em dia tem que ler varios posts para se ter certeza do assunto!
Keaton
Sim, e ninguém usa. xD
Exibir mais comentários