Início » Gadgets » Pebble revela smartwatches com tela maior e um gadget minúsculo bem interessante

Pebble revela smartwatches com tela maior e um gadget minúsculo bem interessante

Deixe o smartphone em casa: com conexão 3G, Core faz streaming de músicas no Spotify e rastreia suas corridas

Paulo Higa Por

pebble-time-2-core

A Pebble anunciou nesta terça-feira (24) uma nova geração de smartwatches, que possui telas maiores e sensor de batimentos cardíacos. Pebble 2 e Pebble Time 2 continuam com as características que tornaram os relógios da empresa atraentes, como a bateria de longa duração e as telas de e-paper, mas melhoram os aspectos de design e fitness.

O Pebble 2, como o nome sugere, é a segunda geração do primeiro Pebble, aquele apresentado há três anos no Kickstarter. O design todo de plástico continua lá, mas ficou bem mais atraente, porque a Pebble finalmente reduziu as bordas gigantes (e feias) em torno do display e-paper monocromático. Com isso, o tamanho do relógio e a bateria de 7 dias continuam os mesmos, mas a tela está maior.

pebble-2

Já o Pebble Time 2 junta os antigos Pebble Time (de plástico) e Pebble Time Steel (de metal). Diferente da geração anterior, agora há apenas única versão, de metal, com acabamento preto, prateado ou dourado. A tela colorida aumentou em 53%, mantendo o tamanho compacto e a autonomia de 10 dias longe da tomada.

pebble-time-2

Ambos os modelos têm resistência a água (30 metros), sensor de batimentos cardíacos sempre ativado, monitoramento de sono e microfone, uma função que não existia no Pebble original. Todos os recursos bacanas do software do Pebble, como a timeline de notificações e o Pebble Health, que monitora seus dados de saúde, estão ali, bem como a integração com Androids e iPhones.

O Pebble 2 chega em setembro por US$ 129, enquanto o Pebble Time 2 será vendido a partir de novembro por US$ 199. Você já pode adquirir o seu na pré-venda, com desconto de 30 dólares. Onde? No Kickstarter, obviamente. A campanha de crowdfunding já arrecadou mais de US$ 2,5 milhões de 14 mil compradores e o montante está aumentando rapidamente.

Pebble Core

Calma que não acabou: a Pebble também revelou seu primeiro dispositivo que não é smartwatch (e ele é bem interessante). O Pebble Core é um pequeno gadget que pode ser preso ao seu chaveiro ou levado no bolso da calça. Custando US$ 99 (ou US$ 69 na campanha do Kickstarter), ele é equipado com GPS e 4 GB de armazenamento interno, além de conectividade 3G, Wi-Fi e Bluetooth.

Mas para que serve isso? Uma das possibilidades é utilizá-lo como gadget de monitoramento fitness: em vez de levar o smartphone nas suas corridas, basta carregar o Pebble Core e seu trajeto será registrado no Runkeeper, Strava ou Under Armour Record, com a ajuda do GPS integrado. Além do Bluetooth, há uma entrada de 3,5 mm para fones de ouvido, e o Core pode reproduzir as músicas que estiverem salvas na memória — inclusive, dá para ouvir músicas por streaming no Spotify no Wi-Fi ou 3G.

pebble-core

Rodando Android 5.0, o Core é bastante hackeável, então você também pode transformá-lo numa espécie de botão mágico que chama um Uber, acende as luzes de casa ou grava mensagens de voz, por exemplo. Há uma porta de expansão no pequeno Core, e a empresa disponibilizará um kit de desenvolvimento nos próximos meses.

Ele chega aos primeiros compradores em janeiro de 2017. E eu quero um.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tiago Celestino
Os Pebble's sempre vão deixar o Apple Watch e o smartwatches Android no chinelo.
Centoundici Pensieri
Eu também era, há bem pouco tempo atrás. Ano passado, nem sabia o que era um smartwatch. Ainda uso relógio comum no braço, gosto muito, mas como um adereço.
Trovalds
Sou dinossauro, do tempo que relógio era pra colocar no braço e esquecer... ou trocar a bateria a cada 3-5 anos. :|
Centoundici Pensieri
Trovalds, tenho um smartwatch simplesinho, que carrego uma vez por semana. E quando uso demais ele, duas vezes na semana. O grande segredo é apagar a tela com intervalo mínimo, como nos celulares. Detalhe: o meu custou 150 dólares, e é totalmente independente do celular.
Centoundici Pensieri
Paulo, achei o preço um pouco salgado, levando-se em conta os smartwatch que vejo a venda na Europa (acabei de chegar da Italia, vou duas vezes por ano pra lá). 200 dólares o Pebble time...sei que é lindo, potente, fluido, atraente mesmo. Mas com 200 dólares, você compra um "cella di braccio" como meus primos chamam, totalmente independente, e também potente. Isto assusta os brasileiros, que estão acostumados a buscar sempre uma opção mais barata com os mesmos recursos, mesmo que de qualidade inferior. Tenho um smartwatch simplesinho, paguei 150 dólares. Caso me adapte bem, vou comprar um de 200 que vi na MediaWorld. Mas com configurações semelhantes ao Pebble, e algumas bobagens adicionais. Você poderia fazer mais matérias sobre gadgets assim :-)
Centoundici Pensieri
Li a materia a título de conhecimento, mesmo... Pebble é bonito, potente, fluido... mas continua sendo grife apenas. Acabei de comprar um pequeno smartwatch independente "frankestein do capiroto" rsrsrs tela de 1,4 tft, dual core, gps, 3g, wifi, slot sim,.cartão msd de brinde de 32gb, rodando android 4.4 com 512 de ram. Pulseiras destacáveis (pra quê destacar??? rrsrsrs). Não comprei no Brasil, mas paguei... 150 dólares! Como disse, comprar as coisas só pelo nome... uma bobagem.
Centoundici Pensieri
Joseph, o grande diferencial, é um smartwatch não ser um substituto de relógio, apenas aparentar ser. Tenho um relógio convencional que amo, mas uso mais como acessório de roupa propriamente dito. Enquanto o smartwatch, pode ser adaptado às suas necessidades, como uma extensão do seu celular que está no seu braço. No meu caso, comprei um smartwatch independente este mês, queria saber se aprenderia a torná lo útil, e principalmente, se me acostumaria a usar em público. O meu, tem slot sim, cartão msd, alto falantes potentes, microfone de longo alcance, camera podrinha e divertida, wifi, bluetooth, gps. Além das apps fitness. Ah, é android. Resumindo: Um smartwatch independente é simplesmente um mini celular de pulso rsrsrs Não comprei no Brasil, mas paguei... 150 dólares (!!!)
Centoundici Pensieri
Eu acho bem praticos e interessantes. Também tinha um pé meio atrás rsrsrs mas... pelo preço inicial do pebble, tem tantos smartwatch com os mesmos recursos mais baratos... fica a dúvida.
ERIC DRUMOND
A ideia de uma smartband me chama bem mais a atenção. Mas ainda são muito grandes... No dia que tiver uma q não se pareçam com as atuais talves eu compre uma.
Igor
Quais são os aplicativos de corrida que o Pebble é compatível? Não consigo encontrar no site deles
Igor
925 pactos rssss
Muriel
Bom, sim, mas fazer o que, estamos presos a baterias.
Trovalds
"O dia que durar pelo menos 1 mês começo a pensar em adotar." 1 dia, 7 dias... ainda assim vai ter que ir pra tomada com frequência.
Joseph Arimateias Diniz
Sim, o meu é um desses modelos de bateria de 10 anos. Como eu faço natação já troquei a pulseira duas vezes, mas ele ainda está firme e forte com a bateria original. E nem foi "caro". 300,00 (na época) Lulas para mim é um preço razoável. E pelo tempo que vem durando, já se pagou.
Guilherme7TW
Alguns modelos da linha G-Shock possuem baterias de duração de 10 anos (e parece que realmente duram). Como ele disse que o relógio dele é um Cassio imagino que seja um G-Shock.
Muriel
Poxa, impressionante, meu pai tem uma relojoaria, a media de duração das baterias é de 2 anos, se o teu está a 7 funcionando então provavelmente vai algum tipo diferente de bateria com carga maior(e preço muito maior)
Alexandre Castro
Você quis dizer 925 golpes? Ahuahsus
Carlos Felipe de Matos
fico com o pé meio atras com estes tipo de relógios prefiro os convencionais.
Joseph Arimateias Diniz
No meu caso, 7 anos...
Muriel
Vale mais a pena comprar um relógio "normal" por 500/600, com um design muito mais bonito e bateria que dura 2 anos.
Muriel
a autonomia do Pebble é de 7 dias e do Pebble Time 10 dias, leia a matéria.
Joseph Arimateias Diniz
O Pebble 2 (na conversão direta, sem impostos) fica o preço do meu Cássio que já me acompanha a quase 7 anos (me toquei agora que falta três anos para vencer a garantia da bateria. O tempo voa), mas não sei se vale a pena investir no Pebble 2. Ouvi dizer que a maioria dos aplicativos hoje é desenvolvida pensando no Pebble Time e tem pouca coisa para o Pebble propriamente dita. E não vou pagar mais de 700,00 Temers num relógio, por mais smart que seja.
Trovalds
Não, ainda não me convenceu. Mais um gadget pra colocar na tomada todo dia não rola. O dia que durar pelo menos 1 mês começo a pensar em adotar.
Bruno Santos
É estranho ver Temer sendo usado como moeda. Gostava mais quando se dizia "Custou 925 Dilmas". O mundo ta ficando estranho...
Panino, o Manino
Eric Migicovsky percebeu que o Pebble Time e Round foram duas cagadas e agiu rápido. Nesse momento deve estar agradecendo a todos os beta testers que tornaram a versão 2 possível. Esses novos relógios são o que os anteriores deveriam ter sido, o clássico renovado e barato, e o novo sem regressões. Já o Round deveria ser apagado dos registros da história.
Darko Himself
COMBO PACK: ONE Pebble Core and ONE Pebble Time 2 + shipping: $ 259,00 Que viram R$ 925,00 Temers SEM imposto. Talvez em outra vida, obrigado
Douglas Neves
Legal!! :)
Hugo Bessa
Quase nenhum trackers de bolso/chip tem GPS, quem dirá 3G com Spotify e o ecossistema de desenvolvedores do Pebble. Muito bom!
Paulo Higa
São 5,5h com música e GPS (ou seja, mais que suficiente para aquela corrida). É provável que em standby (para usar só como um botão, por exemplo) dure bem mais.
Marcos Oliveira
Pouco, heim! Eu sei que não é pra ficar com ele o dia todo, mas pra um dispositivo que nem tela tem...
Luis Henrique
Pelo que li, dura 5,5h.
Marcos Oliveira
Como funciona a bateria do Peeble Core, Higa? E quanto ela aguenta? Porque na duração da bateria pode estar parte da utilidade dele! Senão é mais fácil levar o smartphone!
Luis Henrique
Ah, sim! Desatenção minha. De qualquer maneira, estou tentando a "investir" num Pebble core
Paulo Higa
Não, é o mesmo dispositivo: "One device, two stories". Você decide o que vai fazer com ele.
Luis Henrique
Lembrando que são dois modelos de Pebble Core, um normal e o outro para desenvolvedores. Acredito que o que venha com a porta seja a versão desenvolvedor.