Início » Computador » Alienware 15: laptop gamer com preço de outro planeta

Alienware 15: laptop gamer com preço de outro planeta

Custando pelo menos R$ 8 mil, notebook é bom, mas ainda não roda tudo no máximo

Jean Prado Por
Nota Final 8.4

Há cerca de dois meses, a Dell relançou a marca Alienware no Brasil. A empresa é uma subsidiária da Dell nos Estados Unidos e não trazia nada ao Brasil há pelo menos quatro anos, desde que foi desaparecendo do mercado brasileiro, em 2012.

Agora, em 2016, o Brasil passa por uma grande crise econômica, mas isso não desmotivou a empresa: segundo a Dell, há 33 milhões de gamers no país, e a fabricante está de olho no pessoal que está disposto a desembolsar uma boa quantia para se divertir com seus jogos preferidos.

Essa ideia fica clara no preço dos notebooks. O Alienware 15, modelo que o Tecnoblog testou, começa em R$ 8 mil, mas o nosso sai por R$ 12 mil. Já o modelo de 17 polegadas custa a partir de R$ 13,3 mil e vai a quase R$ 20 mil. Vale a pena gastar tudo isso?

Design e acabamento

dell-alienware-15-11

Assim como a maioria dos produtos da Dell, o Alienware 15 te lembra diariamente que você pagou por um produto premium. O acabamento é de primeira e a ergonomia do produto ajuda a trazer essa ideia de "mercadoria alienígena", tradução literal do nome Alienware.

O notebook, em vez de recorrer ao simples acabamento retangular, traz várias pontas triangulares e chanfradas. A traseira tem três linhas iluminadas que se encontram e conduzem o olhar para a cabeça alienígena (também iluminada) que fica na parte de trás.

dell-alienware-15-4

Mais do que um detalhe, a iluminação é parte do acabamento do Alienware. O laptop vem com o software AlienFX, que permite ao usuário escolher entre 20 cores para decorar o notebook, dentre as dez zonas programáveis, sendo cinco só no teclado. Você pode definir cores fixas, pulso (a cor fica piscando) e transição (entre duas cores).

Dá para definir todas de uma vez:

Ou escolher uma por uma:

Pesando 3,2 kg e 15 polegadas de tela, parece que você não vai conseguir tirar o notebook da sua mesa — mas na prática é diferente. O peso do Alienware é muito bem distribuído, então até que eu consegui movê-lo por aí sem problemas. Ele até coube na minha mochila!

dell-alienware-15-19 dell-alienware-15-20

Se você leu o review do Inspiron 15 7000, outro notebook gamer da Dell, viu que reclamei do peso de 2,5 kg do produto. Mesmo testando o Alienware, continuo com essa afirmação. O Inspiron é bem mais denso, enquanto o Alienware parece mais leve quando você o pega na mão ou deixa no seu colo. Talvez seja pelo acabamento diferenciado, o que definitivamente é um ponto positivo para a Dell.

dell-alienware-15-17

dell-alienware-15-16

Se você preferir deixá-lo na mesa, poderá conectar um cabo Ethernet para ter conexão de maior velocidade, mas há apenas uma porta HDMI, a única de vídeo. Queria deixar o Alienware no meio dos meus outros dois monitores em 1080p para ter uma experiência melhor, mas... não dá. É um limite que com certeza te empurra um acessório chamado Amplificador Gráfico Alienware.

dell-alienware-15-14

dell-alienware-15-13

De qualquer forma, é meio frustrante pagar todo esse preço por um laptop já potente e precisar desembolsar mais R$ 1.299 em um amplificador, que traz mais quatro portas USB 3.0 (sem contar as três já inclusas no laptop) e um conector PCI-e para uma placa de vídeo de desktop. Ou seja: mais uma boa grana em hardware. Tudo bem que a mobilidade é ponto-chave num laptop gamer, mas esse limite diminui as fronteiras entre esse tipo de produto e um desktop comum.

Custava incluir só mais uma saída de vídeo?

Hardware e tela

dell-alienware-15-21

Pelo menos, arranjei um jeito de aproveitar bem a única porta. A Dell enviou junto com o Alienware seu monitor sugerido na compra, o S2716DG, que tem 27 polegadas e resolução de 2560x1440 pixels (2K). Com taxa de atualização de 144 Hz e latência de 1 ms, os jogos ficaram bem mais imersivos. Pelo preço, de R$ 3,6 mil, talvez valha considerar pegar esse UltraSharp que também é UltraWide, com mais espaço de tela (mas você perde na taxa de atualização e latência).

Com um monitor premium ao lado do Alienware, pude comparar a qualidade do display do notebook. De fato, a Dell compartilhou boa parte da tecnologia, porque a tela do Alienware não deixa a desejar. Ele tem resolução de 1920x1080 pixels (ou 4K e touch por mais R$ 829). A saturação é excelente e o brilho alcança ótimos níveis, tanto altos quanto baixos. Mesmo sem monitor adicional, você estará bem servido com a tela do Alienware.

dell-alienware-15-6 dell-alienware-15-7

Ainda na parte de fora: o hardware é de ponta, fazendo jus ao preço. O teclado é extremamente confortável, pois as teclas, em vez de planas, são mais fundas no centro. Esse design, combinado com o acabamento, faz parecer que estou digitando em pequenas almofadas pressionáveis. Sério, é muito bom.

dell-alienware-15-2

O touchpad (que também acende!) tem os botões de clique fora da área de deslize para o dedo, o que pode dividir muita gente. Parece estranho, mas a navegação é tão suave que dá para se acostumar.

Por fim, os alto-falantes, que ficam na "frente" do notebook (logo abaixo da base com o touchpad), não parecem acompanhar a qualidade que a Dell tentou manter no resto do notebook. Comparei-os com o Inspiron, cujo som foi destaque no hardware, e os do notebook mais simples são bem mais potentes, além de terem uma qualidade melhor. Os do Alienware ainda são meio abafados (e podiam ter mais destaque no chassi).

dell-alienware-15-3

Desempenho

É complicado avaliar o desempenho da linha como um todo, pois não existem só os dois modelos Alienware 15 e Alienware 17. Dentro do próprio Alienware 15, há variações significativas de GPU, que definitivamente farão diferença no seu jogo.

A que oferece o maior desempenho só vem no modelo superior, custando R$ 13,5 mil, que é a GTX 980M de 8 GB GDDR5. Ela tem 75% do poder de processamento da versão de desktop, e é cerca de 33% mais rápida que a placa do Alienware intermediário-superior, a GTX 970M de 3 GB GDDR5, também padrão nos modelos americanos.

Nós testamos o Alienware 15 com a 970M, que não está disponível logo de cara no site: é preciso pagar R$ 1,5 mil a mais no modelo intermediário, totalizando quase R$ 11 mil no notebook. Ainda que seja bastante, recomendo-a fortemente sobre o modelo mais básico, que tem uma GTX 965M de 2 GB GDDR5. Não se engane com a numeração de modelo: o 970M tem desempenho 41% melhor (!) que a 965M.

dell-alienware-15-22

Mais upgrades precisam ser feitos para alcançar o modelo que a Dell vem distribuindo à imprensa. Nosso modelo tem SSD da Samsung (!) de 128 GB (+ R$ 609) para o sistema junto com um HD de 1 TB de 7200 RPM para você guardar os jogos. Esse conjunto fez com que o sistema e o boot ficassem muito mais rápidos (em um notebook desse porte, considero imprescindível um SSD), mas não fez com que Battlefield 4 (característico por ocupar um enorme espaço em disco) iniciasse mais rápido.

Os modelos mais básicos vêm com 8 GB de RAM por padrão, mas testamos um com 16 GB DDR4 (+ R$ 614) de 2.133 MHz, excelente para multitarefa. Todos esses upgrades fizeram o preço do modelo intermediário subir 30%, custando apenas R$ 1,5 mil a menos que a versão com a GTX 980M (lembrando: desempenho 33% melhor).

Mas será que a melhoria é necessária? Testamos quatro jogos diferentes com as configurações recomendadas, alguns na resolução 2K e outros em Full HD, e registramos os frames por segundo. Confira:

BioShock Infinite foi lançado em março de 2013, então conseguimos jogá-lo nas configurações máximas (qualidade ultra e resolução 2K) sem nenhum engasgo. Ele teve o melhor desempenho. Star Wars: Battlefront (novembro de 2015), apesar de ter a menor média de fps, também não deu dor de cabeça para o Alienware. Rodado nas mesmas configurações, o desempenho foi parecido (parece que o jogo trava a taxa de atualização de quadros).

Outros dois mais pesados, o Battlefield 4 (outubro de 2013) e o Far Cry 4 (novembro de 2014), não ficaram em seu máximo. Apesar de ambos já terem um bom tempo no mercado, são reconhecidamente pesados. Até consegui aumentar a qualidade do Battlefield 4 além da configuração recomendada (médio e resolução 2K) para alta. O ultra, que tinha uma média de 37 fps, travava muito e não seria recomendado para tal jogo (até pelas explosões constantes, que fazem a taxa descer frequentemente).

dell-alienware-15-5

Far Cry 4 foi o jogo que deu mais trabalho para o Alienware. O jogo não ficou bem na resolução 2K, por isso preferi deixar em Full HD e na qualidade recomendada, alta. Na muito alta, a média ficou em 52 fps, o que eu consideraria jogável, mas perigoso para cair bem mais em cenas com mais detalhes e explosões. A ultra ficou por volta dos 42 fps, mas com travamentos constantes.

Particularmente, acho que o desempenho foi um pouco decepcionante para um jogo de 2014, ainda que ele seja bem pesado. Médias de 60 fps são alcançadas no desktop (na resolução 2K e qualidade ultra) com a GTX 780, comparável com a GTX 980M. Esta parece ser a única placa confiável para o gamer que quer um laptop que com certeza aguenta jogos que ainda nem foram lançados. Veja a comparação das placas dentro do Battlefield 4 feito pelo DigitalFoundry:

Por fim, o resultado do notebook no 3DMark foi bem satisfatório. Eis os gráficos:

3dmark-alienware 3dmark-alienware-comparar

Bateria

Junto com configurações impressionantes, há de se colocar uma bateria impressionante. A Dell diz que o Alienware 15 consegue ficar até 7 horas fora da tomada graças à bateria de 8 células (!) de 92 WHr. Promissora no papel, ela também se mostra boa na prática: consegui não plugar o notebook por cerca de 5 horas em uso moderado.

dell-alienware-15-15

Isso inclui a própria escrita deste review, com mais de 20 abas abertas no Chrome, além de Telegram, Twitter, Spotify e Slack abertos. O playback de vídeo em 1080p também teve duração parecida — tudo na configuração de Alto desempenho do Windows e com o AlienFX ligado. Dá para conseguir uma autonomia maior se você souber como economizar.

Mas em jogo, é claro, a situação é bem diferente. Com esse mesmo número de abas e aplicativos abertos, resolvi carregar a bateria até 100% e ver quanto durava uma gameplay do Far Cry 4. Em pouco mais de 1 hora, o notebook já pedia para eu plugá-lo na tomada. Certamente, se você quiser jogar, precisará fazer isso perto de uma fonte de energia.

Conclusão

dell-alienware-15-8

Em meio a números exorbitantes, tanto no hardware quanto no preço, é preciso escolher com cautela o melhor Alienware para comprar. O que considero essencial para um notebook gamer (16 GB de RAM e SSD) aumenta significativamente o preço do notebook, sem contar que não vejo motivos para ter esse hardware todo com as placas 965M e 970M. A GTX 980M é a única que faz jus ao slogan "tão poderoso, quase injusto" da marca no Brasil.

O problema é que toda essa combinação sai por volta de R$ 14 mil (com o SSD adicionado), preço que é quase o dobro do modelo de entrada no Brasil. Mas eu não me sentiria confortável em recomendar uma GTX 965M por R$ 8 mil só pelo acabamento de ponta. A Powernote, por exemplo, que compra um chassi pronto e coloca um hardware parrudo, vende o 965X por R$ 5 mil. Esse preço junto a um i7 e 4 GB de memória na placa de vídeo (o Alienware de entrada tem um i5 e 2 GB, respectivamente).

Esse dilema também assombra os modelos mais caros: o Powernote 6980, com i7-6700K e GTX 980M, sai por cerca de R$ 11 mil com upgrade para 32 GB de RAM e SSD de 240 GB. A diferença é que o Alienware é visivelmente premium por fora, não só por dentro. A questão é: será que toda essa experiência adicional (um corpo menos grosso e mais bem acabado) vale o dinheiro a mais e o hardware a menos?

Fica ao seu critério. Mas não há dúvidas de que o preço a ser pago vai ser visível todos os dias — para o bem ou para o mal.

Alienware 15

PRÓS

  • Apesar do tamanho, não é difícil de carregar
  • Acabamento e detalhes aos jogos são diferenciais
  • Bateria de longa duração, ainda que em uso intenso
  • Finalmente: opções com SSD!

CONTRAS

  • Preço exorbitante não corresponde ao hardware
  • Modelos básicos não são muito atraentes
  • Só uma porta HDMI?
Nota Final 8.4
Design
8
Tela
9
Teclado
10
Touchpad
8
Desempenho
8
Bateria
7
Software
9

Especificações técnicas

  • Armazenamento: 1 TB (7200 RPM) + SSD SATA M.2 Samsung 128 GB (opcional);
  • Bateria: 8 células (92 WHr) com duração de 7 horas, segundo a Dell;
  • Conectividade: Killer Wireless 1535 WiFi 802.11ac + Bluetooth 4.1 (2x2);
  • Dimensões: 270,2 x 385,8 x 23,9 mm;
  • Memória RAM: 16 GB dual channel, DDR4 a 2133 MHz (2 pentes de 8 GB);
  • Peso: 3,207 kg;
  • Placa de vídeo:
    • Nvidia GeForce GTX 965M 2 GB DDR5 — modelo base (R$ 8 mil);
    • Nvidia GeForce GTX 970M 3 GB DDR5 — vendido sob upgrade (R$ 10 mil);
    • Nvidia GeForce GTX 980M 8 GB DDR5 — modelo superior (R$ 13,5 mil);
  • Processador: Intel Core quad-core i7-6700HQ de 6ª gen a 2,5 GHz (a 3,5 GHz);
  • Teclado: ABNT, com 4 zonas de retroiluminação RGB (20 cores) mais 5 teclas de atalho (macro) programáveis pelo usuário com 3 conjuntos diferentes;
  • Tela: IPS retroiluminada de 15,6 polegadas com antirreflexo;
  • Resolução: 1920x1080 pixels;
  • Sistema: Windows 10 Home Single Language (64-bits);
  • Webcam: widescreen com resolução de 2 MP (Full HD) e dois microfones digitais;
  • (» Mais informações)

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Carlos Oliveira
dell tem um pessimo RMA tanto aqui quanto no estrageiro cara eu acho bonito mais eu fui de asus rog que é bem top configuração bem melhor que esse paguei 1200 libras cerca de 5.200 reais ja com 1060 i7 7700hq e 16 gb de ram ssd de 256+1tera tela 17 full hd em londres achei desse alienware mais o asus rog é considerado melhor que alienware la fora perguntei muitos vendedores sem fala que era mais barato ja com 7 geração e bem mais bonito compre o rog g552vy to super feliz com ele muito top roda tudo foda é so teclado que nao é abnt nao tem ç
Rafael Ferretto Londero
Eu não sou contra e nem a favor, o preço é muito alto sim, é bonito é, tem qualidade e quem pode comprar compra, eu mesmo quero comprar um modelo Alienware 15 no valor de cinco mil na Amazon, quero ver esse modelo na loja da Dell ou em outro site alguém tem o link ou sabe o modelo do mesmo da Review.
Lucas Ribeiro
Eu confio no cara.
Carolina Nascimento
Gamer que é gamer monta seu próprio PC ou pede ajuda UAUSHUAHUASHUASHUU ou se contenta com console. Ou no maximo pega um notebook da Avell que me pareceu bem mais C&B.

Mas a Dell acertou em trazer os Alien pra cá. Aqui é um país onde as pessoas compram só para dizer que tem,mesmo...
Carolina Nascimento
Eu trabalhei no suporte dell por uma terceirizada. E pode acreditar nele, porque os casos são horríveis.
Antes que diga que eu pude mudar alguma coisa. Não. Os "Analistas de Suporte" não tem a mínima autonomia de aplicar seus conhecimentos, sendo apenas operadores de telemarketing. E ver as besteiras e destruições doia muito em mim :/
Carlos Felipe de Matos
Roda Crisis kkkkkkk por esse preço so se for de outro planeta mesmo kkkkkkk
Lucas Ribeiro
Cadê o vídeo?
alessandro binhara
O problema que a DELL não tem competência técnica para dar manutenção nos alienware aqui no brasil. Estou a 2 meses pois enviem meu equipamento para reparo e eles devolveram o equipamento destruído. Eles primeiro disseram que iriam reparar os dados. Depois falaram que iam trocar as peças. Agora só dizem que não tem peça e querem devolve o dinheiro do reparo. Ridicou-lo. Não comprem essa porcaria.
http://www.reclameaqui.com.br/NCGJtz9v1iwUf0Vb/dell-computadores-do-brasil/alienware/
SiouxBR
Na realidade tem muita gente com grana sobrando por aí. Vide a quantidade de macbooks vendidos aqui no Brasil com preço acima de 10 mil.
Bruno
Tem que ser muito retardado pra pagar tudo isso nesse Notebook, meu deus.Chega a ser absurda a falta de respeito, você compra o modelo de 17" com 1TB + 256GB, 16GB Ram, GTX980m por $2,030.99 na amazon.com. Com o valor do br, da pra ir e voltar pra Miami umas 3 vezes...kkkkAlém disso, eu acho um puta de um trambolho pra carregar por aí(se não for pra carregar, compra logo um desktop), e se não for pelo menos a GTX 970m, não vale de muita coisa pra jogar, o essencial seria a GTX 980m.
Bruno Caldeira
Tem que ser muito retardado pra pagar tudo isso nesse Notebook, meu deus.

Chega a ser absurda a falta de respeito, você compra o modelo de 17" com 1TB + 256GB, 16GB Ram, GTX980m por $2,030.99 na amazon.com. Com o valor do br, da pra ir e voltar pra Miami umas 3 vezes...kkkk

Além disso, eu acho um puta de um trambolho pra carregar por aí(se não for pra carregar, compra logo um desktop), e se não for pelo menos a GTX 970m, não vale de muita coisa pra jogar, o essencial seria a GTX 980m.
Alexandre Fabian
RRRazer :D
Jean Prado
Qual? Inspiron? Não, é praticamente igual.
Frederico
Tem muita diferença de qualidade do display desse Alienware pro Dell Gaming?
Eddy
“tão caroso, quase injusto”
_KJ
“tão caroso, quase injusto”
Jefferson Watumwa
kkkkkkkkk.
Jefferson Watumwa
Verdade.
S.T.A.L.K.E.R
Verdade.
S.T.A.L.K.E.R
kkkkkkkkk.
PAtrick
Ué o som não eh mais 2.1 ???? Quando vi o lançamento que os alto-falantes foram movidos do topo do teclado para a frente não achei q foi uma boa, ainda mais que ele perdeu o subwofer.
O negócio eh continuar com essa versão mais antiga e esperar a próxima geração. Quem sabe eles mudam isso de novo.
Ricardo - Vaz Lobo
Na boa: tem gente SÃ (não é meu caso) que gasta uma fábula num ultra case mode refrigerado com freon 22, telona de 16K, 3 GTXForce9999³ e uma moça sueca pra fazer massagem.
paulogdm
Os mesmos que compram razer achando que é bom...
ThePunish_BR
Os mesmos que compram razer achando que é bom...
tuneman
certo que vai ter alguem com o pinto pequeno suficiente pra comprar uma coisa dessas.
Jean Prado
Não. Por mais irônico que pareça, os requisitos mínimos são bem leves. Olha só:
Jefferson Watumwa
Quem vai o maluco de pagar por esse notebook, nessa faixa de preço?
Marcelo Julião
Não rodaram Crysis 3...?
S.T.A.L.K.E.R
Quem vai o maluco de pagar por esse notebook, nessa faixa de preço?
Luiz Marin
Estou morando na Austrália e estou realmente na dúvida entre esse Alienware e um prazer Blade ( dos novos)... hj fui na loja e me incomodou muito o peso e o tamanho desse note mas ele sai mais barato q o fazer :/