Início » Carro » Estão querendo tirar os retrovisores dos carros

Estão querendo tirar os retrovisores dos carros

E não são os motoboys: os tradicionais espelhos devem ser substituídos por retrovisores digitais

Emerson Alecrim Por

O Japão liberou recentemente o uso de câmeras e telas no lugar dos tradicionais retrovisores. A ideia traz várias vantagens: correção de luminosidade, cobertura de pontos cegos, melhorias aerodinâmicas e por aí vai. Mas, pensando um pouco, percebemos que os espelhos ainda têm sua razão de existir nos carros. Eles podem ser substituídos rapidamente e dão boa noção de profundidade, por exemplo. Diante disso, será que a troca realmente vale a pena?

Retrovisores digitais

A ideia não é nova. Carros-conceito sem espelhos são apresentados em feiras automotivas desde a década de 1990, pelo menos. Hoje, os chamados retrovisores digitais já podem ser encontrados no interior de alguns automóveis de luxo. A Audi, por exemplo, equipou o modelo R8 e-tron com a tecnologia em 2012, trazendo a ideia dos carros de corrida da marca que participaram das 24 Horas de Le Mans nos anos anteriores.

Outro exemplo recente vem da Continental (sim, a fabricante de pneus), que apresentou há um ano uma tecnologia que substitui os retrovisores exteriores e o interno por um conjunto de três câmeras com ângulos abrangentes.

Na ocasião, Alfred Eckert, chefe de desenvolvimento futuro da Continental, pontuou as vantagens da tecnologia. Para começar, a retirada dos retrovisores exteriores convencionais pode reduzir o ruído em velocidades elevadas e, principalmente, a resistência aerodinâmica do veículo, ajudando na economia de combustível.

Retrovisores digitais: telas no painelRetrovisores digitais: telas no painel

Retrovisores digitais: telas no painel

Além disso, as câmeras conseguem compensar o excesso de luz, evitando que a visão do motorista seja ofuscada por um veículo que segue atrás com faróis altos ou por raios de luz solar. As câmeras podem ainda contar com funções como HDR e visão noturna para aumentar a visibilidade à noite ou quando chove.

Com aplicação das lentes corretas, é possível ainda reduzir ou mesmo eliminar o principal problema dos retrovisores convencionais: os pontos cegos. E como as telas referentes a cada retrovisor digital ficam no painel do carro, o condutor não precisa virar a cabeça em direção aos espelhos externos, o que contribui para que ele fique concentrado à movimentação à frente.

Olha, sem espelho!

Olha, sem espelho!

Dá para ir além. No futuro, um sistema como esse pode mostrar dados complementares, como a que distância o carro que aparece na tela está e em qual velocidade o veículo se aproxima.

Polêmica à vista

Retrovisores digitais já podem ser encontrados em alguns carros, como já dito, além de veículos grandes. Encarroçadoras de ônibus de várias partes do mundo oferecem entre os opcionais câmeras externas que cobrem os pontos cegos dos retrovisores convencionais, por exemplo. Mas note o diferencial aqui: a tecnologia complementa os espelhos. O que muitas montadoras estão defendendo é a substituição desse componente.

Ainda não vemos carros equipados exclusivamente com retrovisores digitais rodando por aí por conta da legislação. As leis de trânsito da maioria dos países exigem que os carros tenham espelhos retrovisores. É por isso que a decisão do Japão de liberar veículos dotados de câmeras e telas animou empresas do segmento: agora, há expectativa de que outros países sigam pelo mesmo caminho.

O inusitado Volkswagen XL1 é um dos que levam a ideia de retrovisores digitais bem a sério

O inusitado Volkswagen XL1 é um dos que levam a ideia de retrovisores digitais bem a sério

Mesmo com a promessa de tantas inovações, a resistência à ideia é grande, mas por razões compreensíveis. Você pode quebrar um espelho em um acidente, por exemplo, mas esse componente não está sujeito ao risco de parar de funcionar repentinamente, característica inerente de qualquer dispositivo eletrônico.

Mas a maior preocupação fica para o aspecto da confiabilidade visual. Se você é um motorista experiente e, portanto, acostumado ao uso dos espelhos, consegue ter noção de distância e velocidade dos veículos atrás com muita exatidão. Fica então a pergunta: a combinação de câmeras com telas pode proporcionar o mesmo nível de precisão?

Tecnicamente, sim. Os fabricantes estão apostando em lentes com ampla abertura, imagens de alta resolução e telas com resposta rápida justamente para fazer os retrovisores transmitirem mais confiabilidade que os tradicionais espelhos — provavelmente, nenhumas dessas empresas quer correr o risco de pagar indenizações gigantes por acidentes causados por falhas nessa tecnologia.

Nissan X-Trail: possivelmente o primeiro carro no Japão a ser totalmente "mirrorless"

Nissan X-Trail: possivelmente o primeiro carro no Japão a ser totalmente "mirrorless"

A despeito disso, os fabricantes precisam apresentar argumentos convincentes a órgãos legisladores e afins sobre os benefícios dos retrovisores digitais. Mas essa está longe de ser uma tarefa fácil: as leis de segurança no trânsito mudam de país para país; em alguns deles, pode simplesmente não ser possível substituir um tipo de equipamento por outro enquanto não houver regulamentação específica para a nova tecnologia.

O maior entrave provavelmente está na falta de percepção de utilidade, porém. Os espelhos são utilizados há décadas nos carros e, apesar de estarem suscetíveis a limitações como pontos cegos e reflexo de luz, funcionam bem, atendendo a critérios de segurança. Se é assim, para que mudar?

Solução mista

Não é porque uma tecnologia existe que ela deve ser adotada. Em relação aos retrovisores digitais, é necessário que haja aumento real da segurança, mas esse aspecto só pode ser bem avaliado se a tecnologia chegar ao mercado. Nesse sentido, é mais provável que os retrovisores digitais sejam usados em conjunto com os tradicionais espelhos, ao menos por algum tempo.

Essa abordagem é mais segura, tanto que vem sendo experimentada pela Audi, como já mencionado, e outros fabricantes. No Cadillac CT6, por exemplo, o retrovisor interno pode ser "transformado" em digital com um simples toque — os externos continuam sendo espelhos.

Carros com retrovisores digitais internos e externos estarão liberados para as ruas do Japão a partir de agosto. Possivelmente, o primeiro modelo será uma versão do Nissan X-Trail, que já tem uma variação com retrovisor digital interno. Não deve demorar muito para opções de outras companhias surgirem: para a Ichikoh, uma das empresas que estão desenvolvendo tecnologias para retrovisores digitais, 29% dos carros fabricados no Japão em 2023 não terão nenhum tipo de espelho.

Mas o Japão não estará sozinho nessa por muito tempo. A expectativa é a de que a União Europeia e a China liberem o uso da tecnologia já neste ano. Os Estados Unidos, por sua vez, devem dar sinal verde à ideia até 2018.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Bruno B Bruno
camera boa, o certo era adaptar o visor do retrovisor do lado da porta, pois as pessoas ja estao acostumadas a olhar pra fora, e outra , do passageiro coloca no console central painel central.
Édipo
Na verdade a tecnologia ja está disponível a um bom tempo, e vem sendo usada em alguns modelos da bmw (não na função de retrovisor). E um dos principais diferenciais é ajudar justamente no que você diz ser um problema da tecnologia, a variação de luz que cega o condutor.

Da uma conferida no video abaixo e veja como o farol do carro na night vision é quase que anulado.

https://www.youtube.com/watch?v=31KQWMU_8sE
Renato Oliveira
Pois me estimulou.
LessTech
Faltou não. O Emerson só quis estimular a criatividade do leitor e instigá-lo a procurar a palavra que falta em outro lugar no texto. =P
LessTech
Câmeras noturnas são sensíveis à luz muito forte ou variações bruscas. Essas fontes de luz e variações geram uma cegueira momentânea que pode ser fatal nas estradas. A única câmera que conheço que contornaria esse problema seria uma mista, que comporta sensores térmicos (muito cara).

Ou isso, ou terão de aprimorar muito a tecnologia (e isso tem um custo).
Souza
No futuro os carros estarão fazendo até o café da manhã.
Não terão mais espelhos e sim olhos por todos os lados com visão raio x e tudo mais.
Jefferson Rodrigues
Não mesmo!
Leandro
mas para dar problema na câmera, ou alguém tem que bater o carro, ou cair dentro de um rio
Oliver Schultes
compre uma barata e não enxergue nada
Oliver Schultes
Pra valer a pena essa tecnologia tem que ser extremamente confiável. O risco de uma pane é considerável já que trata de eletrônico. Eu acho que a solução mista é a mais indicada para a próxima década e depois disso possivelmente teremos um aumento considerável da confiabilidade e dos recursos dessa tecnologia.
Isaias Freitas
Sei la, tipo lama, chuva, tem q ver como funciona na pratica.
Weverton Júnior
Legal mas quanto tempo demoraria para roubarem as câmeras de um carro no Brasil?
Joseph Arimateias Diniz
O meu medo é justamente os bugs e panes elétricas.Tenho certeza que não vai ser uma hardware específico para as câmeras, mas integrado a todo o resto, então o que passa pela cabeça é a situação:O cara esta em uma BR, a 110 Km/h e vai fazer uma mudança de faixa, olha rapidamente pelo retrovisor-camera e não percebe que o sistema da câmera travou e a imagem está congelada (quem nunca teve uma tela congelada que jogue o primeiro mouse) por tanto não vê o caminhão que vem em alta velocidade se aproximando....Precisa terminar a estória? Nem toda novidade dá certo, infelizmente.
Andre
Péssima ideia.A noite a câmera não presta.Na chuva não presta (já tentou tirar foto na chuva?)Imaginem o tanto de motoboy que vai cair por conta do ponto cego.Custo ridiculamente maior.
Édipo
Daria pra usar visão noturna, não fica com super definição mas da pra distinguir bem os carros com os faróis da pista.
Caleb Enyawbruce
Mesma resposta pra: "e se vier um pedaço de pano voando e parar no retrovisor, atrapalhando a visão do espelho?". Isto é, parar o carro e resolver. Acredito que com a lente da camera sendo uma minúscula porcentagem do tamanho do carro, se isso acontecer o cara é um sortudo mesmo
Dan_Marx
tipo a Gloria Maria na montanha russa da Jamaica kkkkkk
Marcos Leandro
Se quiserem tirar os retrovisores por aqui podem tirar, o motorista de São Paulo não usa mesmo...
Fabiano
Franquia do seguro do meu retrovisor (Gol 1.6) é de R$120,00. Imagina o desse ai!
Ricardo - Vaz Lobo
Tem delay?
Portuga Goleta
Pensei nisso também, a noite essas câmeras tem que ser muito boas, tanto para poder dar uma visão tanto para quando bater um farol dando uma diferença absurda de luminosidade, imagina o custo de um equipamento desses?
SiouxBR
Interessante que eles não mostraram como fica a imagem dessas câmeras à noite, com um farol de um carro atrás de você.Pode contar com no mínimo uma década para as câmeras ficarem com resolução realmente segura à noite...
Cleverson Biora
Na época que estourou a moda do tuning, lembro de ter vistos alguns carros sem retrovisor, mas era impossível dirigir num dia de sol, pois era pré telas TFT, num dia claro as imagens sumiam.
Eddy
O Japão sempre deu uma importância maior aos retrovisores neh? Até hoje táxis possuem retrovisores ao lado do capô, que ajudam a manter o foco à frente; e muitos usam um p*ta retrovisor gigante central interno sobreposto ao original de fábrica.
Eddy
Errado. A VW conseguiu fazer um carro que não parece um Gol!
Eddy
Acho que estas telas centrais da Continental vão dar uma bela de uma vertigem. Imagem praticamente idêntica a da frente porém correndo em outro sentido, seilah, vai dar ruim isso aí.
Eddy
kkkk, Eu ainda não vi. Mas já passei por vários cagaços justamente por isto. Por pouco já não bati pela maledita mania que tenho de olhar rapidamente para o lado com a visão periférica na hora de trocar de faixa justamente pelo ponto cego do retrovisor. MAS... Já me salvou inúmeras vezes de não bater lateralmente. Acho que aqueles mini espelhos convexos que ficam sobrepostos ao retrovisor devem ser bem bons para evitar isto, nunca dirigi um carro que tivesse.(os meus retrovisores estão ajustados adequadamente)
Keaton
2060 após o terceiro apocalipse, né? =x
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Outra e a melhora da visão noturna e em dias de chuva que o espelho e os vidros molhados ou embalados atrapalham a visão.
Isaias Freitas
Se uma mosca pousar na lente hein...?
Caleb Enyawbruce
"E como as telas referentes a cada retrovisor digital ficam no painel do carro, o condutor não precisa virar a cabeça em direção aos espelhos externos, o que contribui para que ele fique concentrado à movimentação à frente."Essa é a maior vantagem das câmeras/telas na minha opinião, e justamente por causa dessa necessidade de desviar a visão quase totalmente da dianteira que eu não acho os espelhos eficientes. Já vi muita batida por causa disso.
Caleb Enyawbruce
Meu Deus, esse Volks XL1 é um monstro em forma de carro!! Que coisa horrorosa!!
Renato Oliveira
Noção,visão,sensação...acho que uma dessas faltou ali.
Kawe Antônio
Tem um erro no primeiro parágrafo: "Eles podem ser substituídos rapidamente e dão boa (?) de profundidade, por exemplo."
Jairo ☠️
Espero que seja implementado coming soon© , aumenta e muito a segurança pela ausência de pontos cegos .
Jefferson Rodrigues
Me pergunto o custo que vai ser para consertar essa câmera. Será que vai ser mais barato trocar de carro do que consertar esse dispositivo?
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Esquisito eram os carros que tinham só o espelho esquerdo, comum até os anos 90. Quem tem TOC pesado devia pirar com aquilo.
Rodrigo Braga
Com a chegada dos carros autônomos, os retrovisores serão irrelevantes de qualquer forma :)
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Qual a diferença? sem as telas quem que olhar para os espelhos de qualquer forma.
Gertrudes, a Lhama Morta
O carro sem retrovisor fica muito esquisito hauehaueh
Gertrudes, a Lhama Morta
Com as telas no painel, que nem em uma imagem dos posts, se tira muito menos o foco do motorista do que olhando para os lados que nem é feito com os retrovisores tradicionais. Como isso prejudicaria o foco dos motoristas comparado aos espelhos?
X-Tudãoᴳᴼᵀ
No Brasil tínhamos o famoso Fusca "pé de boi" sem espelhos e ate os anos 90 haviam carros sem espelho direito.
ochateador
Mais uma coisa para tirar nossa atenção do trânsito e aumentar as batidas...Puta merda, esse povo não pensa que no trânsito só conseguimos ter 1 foco de cada vez ?
Fabrício Roque
E o Brasil espera liberar o uso de câmeras até 2060.
tiagoluz8
A Volks conseguiu fazer um "R8" feio!