Início » Legislação » Com Uber, preço do alvará de táxi cai até 50%

Com Uber, preço do alvará de táxi cai até 50%

Licença, que custava cerca de R$ 170 mil, agora pode ser encontrada por apenas R$ 85 mil

Por
1 ano atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Com o Uberregulamentado e consolidado na cidade de São Paulo, os efeitos da concorrência começaram a ser vistos nos táxis. O preço dos alvarás, licenças emitidas pela prefeitura para os táxis exercerem sua função, caiu entre 30% e 50%, conforme apurado pela Folha.

File illustration picture showing the logo of car-sharing service app Uber on a smartphone next to the picture of an official German taxi sign

Um repórter da Folha procurou um alvará de táxi no mercado clandestino — que, apesar de ter a transferência legalizada, não pode ter a outorga cobrada por taxistas. Um funcionário de uma loja ofereceu ao repórter um veículo Ecosport com garantia de transferência do alvará por R$ 120 mil, 30% menos que o valor de R$ 170 mil que era cobrado no ano passado. Desconsiderando o valor do carro, a redução chega a 50%, ou R$ 85 mil. O vendedor reconhece que o preço caiu muito em pouco tempo.

No entanto, na visão da prefeitura, o mercado de transferência não é mais considerado clandestino. “Antes não podia transferir, e as transações envolviam contratos de gaveta, com a corrupção de agente público. Agora, desde que a transferência seja paga à prefeitura, é legal”, segundo Jilmar Tatto, secretário de transportes de São Paulo.

Como aponta o Gizmodo Brasil, essa redução também foi observada na cidade de Nova York, onde o número de motoristas do Uber ultrapassou o número de táxis. Em 2015, uma licença de táxi, o que eles chamam de medallion, custava cerca de US$ 1 milhão. Com a popularização do Uber, nenhum alvará foi vendido em janeiro e fevereiro deste ano, com o valor chegando a US$ 500 mil em apenas três vendas em maio.

Táxi - São Paulo

Desde novembro, a Prefeitura de São Paulo adotou uma posição mais restritiva com relação aos alvarás. Depois de abrir mais 5 mil vagas para a categoria de táxi preto, disse que não vai oferecer mais licenças por entender que a oferta e a demanda estão equilibradas. Hoje, existem 34 mil alvarás ativos na cidade, contra pelo menos 10 mil motoristas registrados no Uber.

Além do alvará, taxistas precisam obter o Condutax, um cadastro pessoal que habilita uma pessoa física a ser taxista. Para dar entrada no documento, é necessário apresentar a CNH com permissão para o exercício de atividade remunerada, além de uma certidão de antecedentes criminais e um certificado de conclusão de curso específico para condutores de táxi.

O processo é parecido com o Uber, eliminando a necessidade de alvarás e trocando o último por um treinamento pela própria empresa, o que faz parte do processo de seleção. Além disso, motoristas precisam ter um seguro para Acidentes Pessoais de Passageiros (APP) no carro que cobre pelo menos R$ 50 mil por passageiro.

Para compensar a falta de alvarás, o Uber também precisa comprar créditos de quilômetros para andar na cidade. No entanto, alguns taxistas ainda argumentam que o aplicativo faz uma concorrência desleal. “Na prática, foi liberado [o comércio], mas o alvará já não vale mais nada”, disse Natalício Bezerra, presidente do sindicato dos taxistas.

Mais sobre: ,
  • Diego F. Duarte

    Ahhhh, isso explica mta coisa!

  • Emanuel Schott

    Até hoje não entendo por que o Estado tem a obrigação de manter o cartel do taxi. Abre logo isso, transforme o alvará do taxi em apenas uma altorização e não uma concessão.

    • Verdade, seguro, treinamento, tudo deve continuar, daí paga apenas uma pequena taxa para a inscrição, e uma anual e fica tudo de boa…Fora que vai diminuir o preço das corridas e consequentemente mais gente vai pegar táxis, gerando mais renda…

      • Jorge Luis

        e complicando mais o trânsito…

        Na minha opnião o táxi é uma comodidade para nós, mas está longe de ser uma boa para a cidade. Claro que o ideal seria termos transporte público razoável.

        • Emanuel Schott

          Muitas pessoas estão largando o carro na garagem ou mesmo se desfazendo deles por conta da comodidade e preço do Uber. Desregulamentar o táxi e permitir que mais concorrentes entrem no mercado faria justamente o contrário, diminuiria a quantidade de carros circulando pela cidade.

          • Jorge Luis

            A impressão que tenho é que o usuário típico de Uber é aquele que não quer ter carro (ou não pode, ou não acha vantagem) e andava de busão e táxi. Talvez eu esteja errado, mas no meu círculo eu estou ajudando a todos que não tem carro a instalarem o uber em seus smarts para eventuais necessidades. Alguns estão usando e mais do que aprovaram. Nesses casos eles aumentaram a quantidade de carros nas ruas, não diminuíram.

        • Guilherme7TW

          Sim o ideal seria melhor transporte público, mas se o táxi tivesse preços melhores e fosse mais utilizado isso implicaria em menos carros nas ruas. Usamos nossos veículos para fazer nosso deslocamento e deixamos ele parado. Um táxi leva um passageiro e sai em busca de outro.

        • Na verdade se mais gente pegar taxi menos gente sai de carro de casa tbem. E isso resulta em menos transito no geral

    • tuneman

      lobby. enquanto nao formos dominados por máquinas esteremos sujeitos a um ser humano molhando a mão do outro.

    • jairo

      Viva a livre concorrência, viva o capitalismo

      • Paulo Silva

        O feiticeiro concorre com médico?

        O rábula concorre com advogado?

        O gatonet concorre com a NET?

        O ilegal concorde com quem está dentro da lei?

        Serviço de transporte individual com veículos até 7 lugares é da profissão de taxista lei federal 12.468/11.

        Projeto da Ordem dos Taxistas do Brasil publicado no YouTube resolve os problemas.

        • jairo

          Nada como a livre concorrência para acabar com os feudos , sindicatos que só mamam , viva a evolução.

    • Filipe Alberto

      Como é que iriam receber propina, alugar placa de taxi.
      Esse home acha que vive aonde. Tu tá no Brasil meu irmão, serviços de qualidade são para parcelas restritas da população.

    • Tertius Septimus

      @emanuelschott:disqus Amigo, isso já existe e se chama CNH. Ao estar habilitado para dirigir, você pode transportar o que couber no seu carro, e quantos couberem. Os taxistas simplesmente não possuem argumentos, justamente porque “dirigir” não requer nenhuma especialização extra, basta estar habilitado com CNH (alguns taxistas patetas querem se comparar com médicos e advogados, o que, convenhamos, é ridículo). Não existe como impedir o Uber.

  • Comediante

    Viva o Uber por acabar com uma máfia ao prestar o mesmo serviço de forma eficiente e focada no usuário, e não no prestador.

    • FABIO NEVES

      Não se iluda. Esses mesmos taxistas que antes pagavam diárias aos mafiosos estão migrando para o UBER. O serviço já teve uma bela queda de qualidade no último ano.
      E já está rolando máfia de UBER.
      A única diferença é que nossa avaliação é ouvida.

      • Emmanuel Carvalho

        Já peguei Uber com serviço péssimo (duas vezes apenas, e uso pelo menos 2 vezes por semana desde que começaram aqui no Rio), a diferença é que depois da reclamação com justificativas (dirigindo falando ao celular e direção perigosa, no meu caso) a Uber respondeu meu e-mail dizendo que o motorista tinha sido descadastrado. Problema resolvido.

        • FABIO NEVES

          Esse é o grande diferencial do Uber. O Usuário é que fiscaliza o serviço.
          Eles descredenciam mesmo.
          Porém, fique atento ao chamar o Uber para confirmar se o motorista é o mesmo que aparece na foto do aplicativo…
          Aqui no Rio já está virando máfia.
          vamos usar a avaliação de uma estrela sem pena!

  • FABIO NEVES

    Os donos de frotas de táxis estão indo a loucura.
    Porém, como nada pode ser perfeito, já está rolando aqui no Rio de Janeiro uma máfia de UBER
    Agora cabe aos usuários começarem a fiscalizar e a usar a avaliação de forma mais rígida.

    • Rafael Gil

      Fiquei curioso, como funciona essa máfia?

      • FABIO NEVES

        Imagine chamar um uber e o carro que chega para lhe pegar é outro, assim como o motorista.

        • Rafael Gil

          Entendi. Mas é só ficar acompanhando lá pelo App qual é o seu motorista, e depois conferir a placa.
          Isso que acho legal do modelo do Uber. Tipo, espertões sempre vão existir, mas é bem mais fácil não cair nesse tipo de golpe.

          • > Tipo, espertões sempre vão existir, mas é bem mais fácil não cair nesse tipo de golpe.

            Principalmente quando se vive num País onde a esperteza contra o outro é considerada uma virtude, e o princípio da confiança mútua inexiste praticamente.

          • Rafael Gil

            Sad, but true…

        • Ricardo – Vaz Lobo

          Eu não pego. Simples.

    • Desculpa, mas no RJ? Já era esperado. Cidade que é o epítome da Síndrome de Gérson, onde TODOS querem se dar bem em cima do outro. Toda vez que vou lá, sinto que desde a saída do aeroporto já querem me engambelar.

      • FABIO NEVES

        Kkkkkkk tenho que concordar!

        • Eu imagino que vc more no RJ, e peço desculpas pela franqueza, mas é complicado, cara. A cidade não ajuda.

          • FABIO NEVES

            Sim, moro no Rio de Janeiro, mas, infelizmente, tenho que concordar com você.

  • Ramon Gonzalez

    É um absurdo a prefeitura ou qualquer orgao publico em qualquer esfera controlar um serviço desse (que nao é transporte publico!)

    • Arlindo Pereira

      É transporte público (qualquer pessoa pode usar), só não é coletivo (se utiliza sozinho). Assim como um ônibus fretado por uma empresa de turismo é coletivo, mas não público.

      • Ramon Gonzalez

        Nao concordo com esses conceitos, mas entendi oq vc quis dizer. De qualquer forma nao acho que o poder publico deva ter qualquer controle sobre serviços de taxis ou motoristas de qualquer tipo (nao falo de ônibus).

      • Paulo Silva

        O acórdão RE 359.444/04 do Supremo Tribunal Federal sentenciou por 10 votos que taxista presta serviço privado de transporte.

        Assiste no YouTube projeto de lei da Ordem dos Taxistas do Brasil.

    • Marcelo Julião

      Como assim não é transporte público? Claro que é! A diferença é que o taxi é um transporte público individual, e não coletivo, como ônibus e metrô, por exemplo. É absolutamente normal e desejado que tenha algum tipo de controle e/ou fiscalização por parte da prefeitura. O que não pode é ser esta máfia bizarra e cheia de propinas e irregularidades como é atualmente.

    • G. Croft

      @ArlindoPereira:disqus e @marcelojulio:disqus, não é transporte público. É transporte privado. Deem uma olhada aqui pra entender a diferença na legislação: http://sinapseslivres.blogspot.com.br/2015/08/uber-legal-ou-ilegal.html

      • Paulo Silva

        Assista no YouTube projeto de lei da Ordem dos Taxistas do Brasil.

    • Paulo Silva

      Você não sabe o que é transporte público. Estude e saberá.

      • Ramon Gonzalez

        voce nao me conhece

        • Paulo Silva

          Suas palavras produzem minha opinião.

          • Ramon Gonzalez

            ah sim, claro, eu sou responsável pela sua opinião hahaha!

    • Emanuel Schott

      É “transporte publico” porque um burocrata querendo ganhar dinheiro com isso decidiu que seria, mas não deveria ser.

  • Jefferson Rodrigues

    O ruim do táxi são os taxistas que enrolam para roubar os clientes nas corridas.

  • Marcelo Julião

    Viva o Uber!

  • Paulo Silva

    Assista no YouTube projeto de lei da Ordem dos. Taxistas do Brasil que resolverá os problemas.

  • Fabian Svestter

    vai ter que ter uma reforma no sistema do taxi brasileiro, talvez mudando para preço fixo, como existe em outros paises, acaba isso de taxista ficar dando volta pra ganhar mais

  • Eduardo Spaki

    já eram corruptos antes mesmo do uber… que coisa, não!?

  • Eita, esse capitalismo selvagem do mal, frio e cruel, hein? Sempre melhorando a oferta de serviços por meio da concorrência…

  • Higo

    Isso é o que acontece quando um monopólio é quebrado. Daqui a pouco vai ter taxista pintando o carro e virando Uber…

    • Emanuel Schott

      Já há vários assim. O que pagavam de aluguel na licença do táxi pagam o financiamento do carro e ainda sobra dinheiro.

  • _KJ

    US$ 1 milhão!
    UM MILHÃO???
    Holy Shit!!! Um milhão!

    • Lucas

      Viva ao Uber!

  • Ricardo – Vaz Lobo

    Repetindo duas histórias que contei..
    1 – Existia um cara aqui no Rio que era dono de MILHARES de linhas de telefone e as alugava. Até que veio uma tal de privatização da telefonia…
    2 – Tem cooperativa que passou a cobrar pela semana e não mais a diária.
    Só estou achando que tem gente demais dirigindo pro Uber. Break even se avizinha.

  • Ricardo – Vaz Lobo

    Não aparece pra mim a opção de Uberpool e no sáite diz que já tá disponível no RJ. Culpa do meu winphone?

    • Eu uso WP e teve um dia que sem querer meu celular detectou que eu estava nos EUA, daí apareceu Uber Pool, Uber Pet, apareceu os Uber tudo kkk. Já aqui em BH só aparece o Uber X e o Uber Black.