Início » Gadgets » Roteador D-Link DIR–895L tem design tão intimidador quanto o preço

Roteador D-Link DIR–895L tem design tão intimidador quanto o preço

Velocidade que ultrapassa 5 gigabits por segundo, oito antenas externas e um preço nada camarada

Paulo Higa Por

A D-Link apresentou nesta quinta-feira (4) no Brasil o DIR–895L, um monstrinho que parece que vai levantar voo ou disparar lasers a qualquer momento, mas é apenas um roteador. Com oito antenas externas destacáveis amplificadas e Wi-Fi 802.11ac, ele consegue atingir taxas de transferência de até 5.332 Mb/s. E obviamente não será barato.

São três bandas: duas de 5 GHz (2.166 Mb/s cada) e uma de 2,4 GHz (1.000 Mb/s). As principais técnicas para melhorar o Wi-Fi estão no roteador, como o beamforming, que direciona a força do sinal para os dispositivos, aumentando a estabilidade da conexão, e o MU-MIMO, que mantém fluxos de dados simultâneos com até quatro aparelhos — é o primeiro roteador a ser vendido no Brasil com essa tecnologia.

DIR-895L

O MU-MIMO vem sendo incluído pelas fabricantes nos roteadores mais caros. A maioria tem SU-MIMO: apenas um fluxo de dados fica aberto constantemente. Ou seja, se você tiver um computador e uma TV ligados na Netflix, por exemplo, apenas um deles estará recebendo dados em determinado instante — o roteador faz uma gambiarra alternando o sinal rapidamente entre todos os aparelhos conectados. Com o MU-MIMO, essa perda de eficiência não existe mais.

O roteador traz ainda quatro portas Gigabit Ethernet, uma porta USB 2.0 (para compartilhar uma impressora na rede) e uma USB 3.0 (para dispositivos que exijam maior velocidade de dados, como HDs externos). Segundo a D-Link, o processador dual-core de 1,4 GHz permite manter 50 aparelhos pendurados no Wi-Fi sem engasgar. Isso tornaria o produto interessante também para estabelecimentos comerciais de grande movimento.

O DIR–895L já começou a ser vendido no Brasil, com preço sugerido de R$ 2.999. Nos Estados Unidos, ele custa US$ 369.

Repetidores DAP-1620 e DAP-1330

A empresa também trouxe dois repetidores de sinal para o mercado brasileiro.

dap-1620

Por R$ 349, o mais caro é o DAP-1620, que suporta Wi-Fi 802.11ac, tem duas antenas externas e alcança velocidades bem altas para um produto dessa categoria: até 1.200 Mb/s. Ele traz alguns mimos bacanas, como um indicador de intensidade de sinal no corpo do aparelho, que ajuda a encontrar o melhor posicionamento do repetidor. Também há uma porta Gigabit Ethernet, que pode ser útil para conectar por cabo uma Smart TV ao repetidor, por exemplo.

dap-1330

O modelo mais básico, que atende pelo modelo DAP-1330, é uma solução mais acessível para estender o sinal wireless, fornecendo Wi-Fi 802.11n de até 300 Mb/s. Assim como o irmão mais caro, há uma porta Ethernet, mas com velocidade máxima de 100 Mb/s. Ele tem preço sugerido de R$ 149.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Keaton
Vontade comprar uns 30-45 dessas aranhas (vira o primeiro de ponta cabeça) e setar cada grupo de 3 em uma frequencia... só para derrubar a internet do vizinho de cima (e do resto do quarteirão... haha). =P
Luiz Claudio Eudes Corrêa
A minha LG toda hora da problema é desconecta do WiFi, penso em botar um roteador barato de R$ 60 da TP-LINK como repetidor / WDS só pra ligar esse TV via cabo a parar de ter preocupação com isso, pois a TV desconecta do Wi-Fi e tenho que digitar a senha novamente o que é muito irritante.
Marcelo
Eu só queria um Synology RT1900ac ou um Asus ac68u...
David Diniz
Kra um roteador desse é a solução aqui para casa..
Emmanuel Carvalho
Minha primeira SmartTV não tinha WiFi embutido, tinha que comprar um adaptador separado ou usar Ethernet.
Jedielson Almeida
opção de escolhas. Ele deu exemplo de uma tv, mas pode ser um desktop num escritório do lado de fora da casa ou num cômodo afastado, por exemplo.
Ricardo - Vaz Lobo
Me lembrou o Kaatu de guerra dos mundos.
"Também há uma porta Gigabit Ethernet, que pode ser útil para conectar por cabo uma Smart TV ao repetidor, por exemplo." Mas se a SmartTV tem ethernet, então ele deve ter WiFi tbm. E se for pra repetir um WiFi pra chegar pelo cabo, pq não ligar a TV direto via WiFi? Contudo, sou louco por um roteador desse de R$3000 reais =D