O Google ainda não tem muitos aplicativos de mensagens, então resolveu criar mais um: nesta terça-feira (16), a empresa começou a liberar o Google Duo, que permite fazer chamadas em vídeo para usuários de Android e iOS. Ele foi anunciado oficialmente durante o Google I/O e promete funcionar até mesmo em conexões lentas.

O Duo é um complemento ao Allo, um aplicativo do Google de mensagens em texto que ainda não está disponível para todos os usuários. O novo aplicativo de videochamadas traz alguns recursos, ahn… bacaninhas, como o Knock Knock, que começa a transmitir o vídeo de quem está te ligando antes mesmo de você atender a chamada (é possível desativá-lo nas configurações).

google-duo

O foco parece estar na simplicidade: enquanto o Hangouts tentava fazer tudo no mesmo aplicativo, o Duo funciona apenas para conversar em vídeo — e somente com uma pessoa, não em grupo. Além disso, ele se baseia no número de telefone, como o WhatsApp, portanto, não é necessário pedir o nome de usuário da pessoa com quem você quer conversar, nem mesmo ter uma conta no Google.

As videochamadas do Duo são transmitidas pelo QUIC, um protocolo do Google que diminui a latência das chamadas. A tecnologia corrige perdas de pacotes, permitindo que você converse em vídeo mesmo quando estiver numa rede 3G instável. Aliás, em comunicado, o Google afirma que o Duo “foi projetado para funcionar bem em redes mais lentas, como as que existem em mercados emergentes, inclusive 2G”. Se a coisa estiver ruim mesmo, ainda será possível conversar em áudio.

O Google Duo já começou a ser liberado na Play Store e chegará a todos os usuários nos próximos dias. A versão para iPhone também foi lançada nesta terça-feira (16), mas ainda não estava disponível na App Store brasileira até o momento da publicação.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mara Reis
É verdade...nos dias de hj não dá para ficar sem essas tecnologias que nos ajudam tanto!
Paulo Do Prado Borba
A Maioria ?????!!!!!!! Primeira vez que vejo "A GOOGLE"
Anakin
verdade, estava na hora já da apple expandir o facetime
FeJauM
Quero saber onde você comprou esse belíssimo chapéu...
Gertrudes, a Lhama
Ser infantilidade também não torna menos cafona!
PinPortal ??
Então todos nós somos cafonas, porquê o tuneman utilizou essa palavra. Como eu o estava respondendo, também a utilizei. Por sua vez você também a utilizou para me responder. São três cafonas. Eba!!! :P
Jefferson Rodrigues
Bem isso!
Jefferson Rodrigues
Quanta infantilidade!
Keaton
Sabe o que é cafona mesmo? É usar "cafona" em pleno 2016... isso sim. xD
José Amorim
Concordo que é algo de cada um, mas também é um pouco de costumo. Eu moro longe dos meus pais, não usava antes nada de msg de video, mas hoje uso muito pra falar com eles via skype tanto em casa como as vezes na rua pra mostrar algo a eles. Acho legal, acho que faz eles ficarem mais próximo (e me poupa de descrever tudo pra minha mãe kkkk). Mas por exemplo, não consigo usar recursos de voz pra falar com google now na rua, mas em casa ja tenho usado a cortana. Com o tempo a gente se adapta, ou não, é uma escolha
José Amorim
Tá, mas qual é a parte ruim de ter "tudo" em um mesmo app? o iMessage é basicamente isso, tudo em um, e tem funcionado bem. Não vejo vantagem em ter varios apps fazendo cada um uma coisa. Não seria melhor investir em renovar o hangouts, ou até mesmo integrar tudo dentro do app Mensagens do google?
Eliézer José Lonczynski
[OFF] Atualização de aniversário liberada para Windows 10 Mobile, principais novidades: https://www.youtube.com/watch?v=I8GVZtuAybw
Thiago Bomfim
Concordância: o Google (mecanismo de busca- masculino); a Google (corporação/empresa/ marca - feminino). Tanto faz. Mesma coisa pra "O Netflix" - o site/serviço de VOD; "A Netflix" - corporação, marca, empresa, corporação. O que justifica o uso é a concordância que está na cabeça de quem escreve. Cabe ao leitor inferir o termo implícito. Não há razões pra se incomodar com isso, a não ser que você não "concorde".
Zanac_Compile
?? "A Google" é de doer... nunca percebi, pois doeria as vistas... Não concordo que seja a maioria! Leio MeioBIT e sempre foi "o Google", o MacMagazine também, acho difícil alguma fonte usar "A". Será minoria.
Zanac_Compile
Isso é muito de cada um, não generaliza. Eu uso muito, tenho muitas amizades distantes em outras cidades e paises, coloco o Facetime na TV e fico horas com ele aberto com pessoas distantes, jantamos junto até... minha mãe com o neto dela usa muito.... quando estou numa loja e quero escolher um presente pra minha patroa, ligo pra irmã dela e no vídeo já mostro o que escolhi e ela já dá a dica de comprar ou não, sem cerimônia, sem constrangimento com a vendedora do lado, grande coisa é algo comum, não é uma tecnologia esquisita e desconhecida. Depende de cada um, de pessoa pra pessoa.
Exibir mais comentários