Início » Celular » Moto G4 Play: competente sem custar muito

Moto G4 Play: competente sem custar muito

Custando a partir de 869 reais, modelo básico do Moto G4 tem desempenho consistente e tela de boa qualidade

Paulo Higa Por
Nota Final 8.1

A quarta geração do Moto G está completa com a chegada do Moto G4 Play, o modelo mais básico da família. Ele herda o design dos outros Moto G4, mas é bem diferente por dentro, trazendo processador mais simples, tela de 5 polegadas e câmera com resolução mais baixa. Mas o custo também baixou (e muito): ele tem preço sugerido a partir de 869 reais.

Será que é uma boa opção para quem não quer gastar muito? Eu testei o Moto G4 Play durante a última semana e conto minhas impressões neste breve review.

Review em vídeo

Design e tela

O design do Moto G4 Play é semelhante ao dos outros Moto G4, o que é bom e ruim. O corpo é totalmente de plástico e traz uma câmera centralizada na traseira, dentro de algo que lembra um “comprimido”, e apresenta uma leve protuberância, quase imperceptível. A traseira possui a mesma textura escorregadia dos outros membros da família, mas o tamanho menor deixa a pegada mais firme.

Um detalhe curioso é que ele não tem nenhum alto-falante na traseira ou na base, diferente do que estamos acostumados. A Lenovo aproveitou a mesma saída de áudio, na parte superior do Moto G4 Play, para todas as finalidades, seja para ouvir as chamadas telefônicas ou assistir a vídeos. O nível de volume é bem alto, mas a qualidade não vai nada além do esperado.

moto-g4-play-traseira

Já a tela LCD de 5 polegadas segue o padrão das gerações passadas do Moto G: é muito boa dentro da categoria. A resolução de 1280x720 pixels torna a definição impecável para um smartphone intermediário, o brilho é forte e o ângulo de visão é amplo. As cores são equilibradas, e a Lenovo permite ajustar os tons de acordo com os seus gostos pessoais — por padrão, ele vem no Intensidade, que exibe cores mais vivas.

Software

moto-g4-play-software

O Android mais ou menos puro da linha Moto também está presente no Moto G4 Play. Não há nenhuma modificação profunda na interface, nem aplicativos inúteis pré-instalados: basicamente, além do pacote padrão do Google, ele traz o App Box (loja com aplicativos nacionais criada para atender às exigências de benefícios fiscais), os diferenciais de software da Lenovo e os aplicativos de rádio FM e TV digital (no caso da versão DTV Colors, que custa 899 reais).

Os diferenciais de software da linha Moto estão presentes no Moto G4 Play, mas de maneira tímida. Não há suporte para o Moto Voz, que permite dar comandos de voz mesmo com o aparelho em standby, nem gestos que realmente melhorem a experiência de uso, como aquele “giro de maçaneta” que abre o aplicativo de câmera rapidamente — o único gesto disponível é um que diminui o tamanho da tela, que chega a ser desnecessário para um aparelho de 5 polegadas.

Ao menos a Lenovo manteve o Moto Tela, que mostra prévias de notificações com o smartphone em standby. É um recurso que concorrentes como Samsung e LG passaram a adotar e de fato ajudam bastante — em vez de ficar ligando a tela a todo momento (e gastar bateria) só para ver quem te mandou uma mensagem no WhatsApp, basta um toque rápido na tela.

Câmera

moto-g4-play-camera

A câmera de 8 megapixels do Moto G4 Play não é muito diferente do Moto G de 3ª geração, que tinha resolução até maior. É uma câmera de nível mediano para bom dentro da faixa de preço, que sofre dos problemas comuns das câmeras de aparelhos básicos, mas consegue se sair bem quando a iluminação colabora.

Por “problemas comuns”, entenda que o foco é meio lento e impreciso, especialmente em condições de baixa iluminação, o que pode fazer você tirar várias fotos até que o Moto G4 Play consiga acertar na imagem. Além disso, com uma abertura de lente nada especial, de f/2,2, a velocidade do obturador é constantemente mais baixa, o que por vezes resulta em cenas borradas.

IMG_20160811_222806632

IMG_20160813_170051157

IMG_20160811_223545986

IMG_20160813_175105093_HDR

IMG_20160813_211128893

IMG_20160813_222515605

IMG_20160813_175824332

São deficiências até esperadas, mas como o Moto G4 Plus trouxe uma câmera muito boa, ficou a impressão de que a Lenovo podia subir um pouco o nível do irmão caçula também. De qualquer forma, é uma câmera que quebra bem o galho e deve satisfazer a maioria dos compradores.

Hardware e bateria

Estamos em 2016, mas parece que ainda tem muito Snapdragon 410 (apresentado em 2013) no estoque das fabricantes. O Moto G4 Play é mais um smartphone com o chip popular da Qualcomm. Não que isso seja ruim: ele se dá muito bem no uso diário, e os 2 GB de RAM contribuem bastante com o desempenho. Não há engasgos ao alternar entre aplicativos rapidamente ou navegar em várias abas do Chrome, tarefas que são um sacrifício para aparelhos com menos memória, como o Vibe C2.

Outro ponto positivo é que a capacidade de armazenamento do Moto G4 Play é a mínima para se obter uma experiência boa no Android, de 16 GB — certos fabricantes ainda insistem na metade disso, o que constantemente gera inconvenientes depois de instalar só alguns aplicativos básicos. Quem quiser pode expandir a memória com um microSD de até 128 GB.

moto-g4-play-bateria

Nos jogos, a Adreno 306 ainda dá conta do recado. A GPU do Snapdragon 410 lida bem com a tela de 1280x720 pixels e mantém gráficos bonitos, com taxa de quadros constante. É possível rodar títulos pesadinhos, como Asphalt 8: Airborne e Unkilled com os gráficos no médio, sem problemas notáveis de desempenho.

A bateria de 2.800 mAh do Moto G4 Play também é boa. Ela é um pouco menor que a dos outros Moto G4, mas como o hardware também é mais simples, o resultado é bom. Nos meus dias de teste, com cerca de 2h de streaming de música e 1h30min de navegação (entre redes sociais, e-mails e páginas da web), o nível constantemente chegava em 50% no final do dia, com brilho no automático.

Quem conseguir zerar a bateria antes do final do dia, pelo menos, ficará bem servido com o carregador rápido de 10 watts, que não leva mais que duas horas para encher o Moto G4 Play.

Conclusão

moto-g4-play-fecha

O Moto G não tem mais o custo-benefício impressionante de 2013 ou 2014, mas ainda é muito bom para a categoria. E é uma compra bastante segura: ele não possui grandes destaques, mas faz bem o que se propõe a fazer. O desempenho é bom, a bateria dura bastante, a capacidade de armazenamento é suficiente para a maioria das pessoas, a tela é de ótima qualidade e a câmera é satisfatória.

O hardware do Moto G4 Play é o que considero o mínimo para se obter uma experiência completa no Android. Ele é capaz de rodar praticamente qualquer aplicativo sem sofrimentos, sem irritar o usuário com um multitarefa lerdo e sem exibir mensagens chatas de armazenamento cheio, como acontece com os aparelhos só um pouquinho mais baratos, como o Vibe C2 e o Galaxy J3 (2016).

Para quem possui gerações anteriores do Moto G, não haverá diferenças relevantes ao atualizar para o Moto G4 Play. O processador é idêntico ao do Moto G de 3ª geração, a tela possui nível de qualidade semelhante e a câmera continua apenas dentro do que se espera do Moto G. Talvez os 2 GB de RAM deem um gás para quem ainda tem um Moto G com 1 GB — esse é certamente o maior gargalo dos Androids atuais. Ainda assim, o upgrade só vale mesmo a pena para um Moto G4 ou Moto G4 Plus.

Por 869 reais (versão básica) ou 899 reais (com TV digital), ou um pouquinho menos nas promoções do varejo, a Lenovo entrega um bom produto. Se o nível dos Moto G subiu na quarta geração, com preços de lançamento de até 1.499 reais, pelo menos a boa qualidade no modelo mais simples se manteve.

Moto G4 Play

PRÓS

  • Bateria de longa duração
  • Desempenho consistente no uso diário
  • Tela de boa qualidade, com alta definição e brilho forte

CONTRAS

  • Câmera é apenas "ok" dentro da categoria
  • Diferenciais de software da linha Moto ausentes
Nota Final 8.1

Especificações técnicas

  • Bateria: 2.800 mAh;
  • Câmera: 8 megapixels (traseira) e 5 megapixels (frontal);
  • Conectividade: 3G, 4G, Wi-Fi 802.11n, GPS, Bluetooth 4.1, USB 2.0, rádio FM, TV digital (na versão DTV Colors);
  • Dimensões: 144,4 x 72 x 9,9 mm;
  • GPU: Adreno 306;
  • Memória externa: suporte a cartão microSD de até 128 GB;
  • Memória interna: 16 GB;
  • Memória RAM: 2 GB;
  • Peso: 137 gramas;
  • Plataforma: Android 6.0.1 (Marshmallow);
  • Processador: quad-core Snapdragon 410 de 1,2 GHz;
  • Sensores: acelerômetro, proximidade;
  • Tela: LCD de 5 polegadas com resolução de 1280×720 pixels.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

AMD Ryzen Threadripper™
Compensa sair de um Galaxy S4 i-9505 pra ele?
Ludmila Santos
Gente tem MotoG 4 com e s bateria removível, ambos são originais? Meu noivo ficou assustado pois comprou um hoje e a bateria é removível e de um amigo que é do mesmo so que comprado a 5 meses, nao é removível. Tire minha dúvida por favor.. Obrigada
Ruiz Andre
k5 no presta e engodo tem problemas na memoria flash tive um despachei
Lucas Ismael
tava pensando em pegar esse moto g4 play, meu atual é um z3 compact, mas quebrou a tela, o conserto dele da pra pegar o play, que vcs acham? tem muita diferença em desempenho?
Birovisky
Redmi 2 Pro é top, meu irmao mais nvoo compro com indicação minha, ele falto chora de alegria!
F. S.
O QUÊ? A BATERIA FINALMENTE É REMOVÍVEL? Único positivo em toda a linha Moto 2016. Poderiam muito bem ter relançado o Moto G 2015 com o design da nova linha, já que os componentes estão mais baratos (estratégia Xiaomi) ao invés desse downgrade aí.
F. S.
O QUÊ? A BATERIA FINALMENTE É REMOVÍVEL?
Salazar
Não sei, mas o K5 é um aparelho meio polêmico. Diversos problemas foram relatados desde o seu lançamento, como a baixa velocidade de escrita da memória interna (que parece que foi resolvido), e o péssimo desempenho da câmera (ainda não resolvido). Acho que o moto g deve ser melhor...
EMANUELLE
Continua sem giroscópio para jogos atuais de realidade aumentada.
Rafael Andrade
Também estava com essa dúvida. Gosto muito da motorola por causa da pouca customização da interface e rápidas atualizações, mas o hardware do K5 me chamou muito a atenção devido ao processador melhor e tela com maior resolução. Quero saber tbm se fiz uma boa escolha, sendo q paguei menos do que o valor do G4 Play
_KJ
Ahhhh, agora entendi. kkkkk Como o Fernando já respondeu abaixo, sim. Sensores: Acelerômetro Giroscópio Sensor de luz ambiente
Fernando Alencar
Sim http://www.motorola.com.br/products/moto-g
Tobias
E aquele G4 chamado simplesmente "Moto G4", tem giroscópio? (Hopefully I'm getting it across this time, WTH!)
_KJ
WTF? Você editou o comentário para outra coisa completamente diferente e ainda assim não entendi o que você está falando. Enfim... Boa noite!
Tobias
E o G4 do meio, nem play nem plus?
Tobias
'Guenta, Higa...
Di Almeida
Para jogar em modo AR (ver os pokemons pela imagem da câmera) precisa sim.
Leon Cavalcanti Rocha
Higa, você filmou o review com um celular da Samsung? Qual? E na tampa da bateria tem um sensor. É de NFC, de recarga sem fios, ou não é nada?
Gertrudes, a Lhama
Não sei se fico triste ou feliz por ter pago esse valor em um Redmi Note 3 Pro, que nem se compara com esse aparelho de 2016 com snapdragon 410.
João Henrique
E em comparação com o Vibe K5, quem leva a melhor na sua opinião, que utilizou os dois? Somente lendo as matérias não consegui me decidir.
Keaton
Pra mim seria mais interessante se rodasse Puzzle and Dragons. haha
Flávio de Oliveira
Parabéns Paulo, mais um excelente review. Só gostaria de deixar uma dica para futuros reviews, dar um destaque a mais para os sensores dos aparelhos, pois embora pouco conhecidos eles fazem uma diferença enorme ao utilizar diversos apps e tarefas rotineiras (jogos, aplicativos de medição etc...) e em pleno 2016 muitas pessoas sem pesquisar a respeito acabam se decepcionando com a compra de um novo aparelho ao perceber que o mesmo não desempenha aquela tarefa desejada ao efetuar a compra. Parabéns mais uma vez, vlw!
_KJ
Sim. Sensores Sensor de impressão digital Acelerômetro Giroscópio Sensor de luz ambiente https://www.motorola.com.br/products/moto-g-plus
_KJ
É um recurso que concorrentes como Samsung e LG passaram a adotar
Oi???
CaioAC
Exatamente essas coisas que eu penso agora antes de comprar, porque meu G 2014 sofre pra fazer tudo isso.
CaioAC
O G Plus tem?
Portuga Goleta
Mas não precisa.
Gaba
Vim aqui só pra perguntar isso usahusahusausahusausah
Lucas Santos
Ainda tem gente que compra só pela marca, mas a Lenovo tá fazendo um pouco de esforço pra eliminar a marca Motorola.
Cloud
O André Souza já havia respondido.
Walter Caxito Lopes
Amigo... A Lenovo comprou a Motorola da Google já faz um tempo... Então quem fabrica os smats MOTOs agora é a Lenovo :)
Cloud
Verdade, nem lembrava disso. Não sei pq não unificam logo as marcas. Enfim, my bad.
André Souza
https://tecnoblog.net/168504/lenovo-motorola-compra-concluida/
Cloud
Moto G é da Lenovo agora? "Por 869 reais (versão básica) ou 899 reais (com TV digital), ou um pouquinho menos nas promoções do varejo, a Lenovo entrega um bom produto. "
Julian Leno
roda sim, mas não tem o giroscópio
Lucas Santos
Linha do tempo: É dual chip? Roda WhatsApp? Roda Snapchat? Roda Pokémon GO?
Luiz Vitor Monteiro
heuheuheuheuheuheuheu
Sem Limites
roda pokemon GO?