Início » Web » Google Drive passa a vender upgrade de espaço em reais

Google Drive passa a vender upgrade de espaço em reais

Plano mais barato, de 100 GB, passou de US$ 1,99 para R$ 6,99 mensais

Por
2 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Sem alarde, o Google começou a vender planos de armazenamento do Google Drive em moeda local. O mais barato, que fornece 100 GB de espaço compartilhado entre os serviços da empresa, custava US$ 1,99; agora, a assinatura mensal está sendo oferecida aos brasileiros por R$ 6,99.

O Google confirmou a informação ao Tecnoblog nesta quinta-feira (18), acrescentando que a novidade está sendo aplicada a outras 60 moedas no mundo. Esta pode ser uma mudança interessante para fugir da variação do dólar e do imposto para compras internacionais no cartão de crédito.

google-drive-real

A conversão do Google ficou em aproximadamente R$ 3,50 para cada dólar. Considerando o IOF de 6,38% e o ágio dos cartões de crédito, normalmente em torno de 4%, os novos preços ficam apenas um pouquinho abaixo dos equivalentes em moeda estrangeira. Estes são os novos valores mensais (entre parênteses, os preços antigos):

  • 15 GB: gratuito
  • 100 GB: R$ 6,99 (US$ 1,99)
  • 1 TB: R$ 34,99 (US$ 9,99)
  • 10 TB: R$ 349,99 (US$ 99,99)
  • 20 TB: R$ 699,99 (US$ 199,99)
  • 30 TB: R$ 1.049,99 (US$ 299,99)

O espaço é compartilhado entre os arquivos no Google Drive, as mensagens no Gmail e os envios em resolução original no Google Fotos. Se os preços ainda forem salgados demais para o seu bolso, é possível ganhar até 100 GB de armazenamento por um ano ao contribuir com o Guias Locais.

Com os novos preços, o Google Drive fica ligeiramente mais caro em relação aos concorrentes que cobram em real: pelo Google Play, o Dropbox vende 1 TB de espaço por R$ 25,45, enquanto a Microsoft cobra a partir de R$ 24 mensais no Office 365 Personal, que inclui 1 TB no OneDrive, 60 minutos no Skype e acesso aos aplicativos completos do Office para computadores e dispositivos móveis.