Início » Comportamento » Tecnocast 047 – Hurr Durr

Tecnocast 047 – Hurr Durr

Thiago Mobilon Por

Há algum tempo utilizamos a tecnologia como um HD externo: armazenamos no smartphone (ou no Google) tudo o que não utilizamos diariamente e deixamos para consultar aquela informação novamente só quando precisamos dela. Fazemos isso com tudo, desde compromissos e números de telefone, até com o Teorema de Pitágoras (mentira, esse a gente nunca usou pra nada).

047-tecnocast

Fato é que o nosso cérebro precisa ser exercitado constantemente, só assim conseguimos aprender. Então será que essas facilidades estão nos deixando mais burros? Dá o play e vem com a gente.

Participantes

Link citado

Caixa Postal

Mande a sua mensagem: tecnocast@tecnoblog.net

Tecnogrupo

Participe da discussão! Acesse o grupo do TB no Facebook para debater sobre o tema desse episódio.

Edição e Sonorização

O Tecnocast é editado por Rádiofobia Podcast e Multimídia.

Arte da Capa

Arte da capa por Ilustrata.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thiago Mobilon

Esse sou eu lendo livros ou artigos na internet! hahaha

csjnavarro

Esse recurso do cérebro é conhecido como garbage collector

Ricardo Sousa

Muito bom o podcast! E isso que vocês comentaram em relação a se aprofundar ainda mais no conteúdo que estiver consumindo. Eu mesmo, depois de ouvir o Toad falando: Dicotomia, pausei o podcast na hora e no meio da rua mesmo, fui pesquisar o significado com o: "Ok Google! Dicotomia". rs E com isso, enriqueci um pouco mais o meu vocabulário! Abraços!

Carlos Carvalho
Muito show esse assunto! É um conceito antigo mesmo, que as nossas ferramentas um dia nos dominariam... no filme 2001 uma odisséia, por exemplo, já tinha essa temática. A tempos estamos ficando complemente dependentes. Hoje minha esposa não consegue digitar o nome de site nenhum, se não buscar no google, se o google não funcionar, ela não consegue lembrar do endereço. Tecnologia com suas consequências.
Emerson Alecrim

Hahahahaha...

emersonalecrim
Hahahahaha...
Andre Badiani
fiquei ate com vergonha de nao saber o numero da minha mae e saber o teorema de pitagoras de cor
João
Também tenho disso, número é fácil, já o resto... hehehe
Souza
Acho que é o male dos amantes da tecnologia. Eu sou ótimo pra números. Tenho neura por não conseguir esquecer de um número que apenas pensei: tenho que guardar esse número. Usei uma vez e... Dois meses depois mexendo com números que tem a ver com o mesmo assunto, lá está o número bem na minha testa. kkkk Já nomes... OMG! Até tio e primos que demoro ver eu esqueço os nomes. É aquela coisa da economia do cérebro. Ele reserva energia, local, essas coisas para o que mais uso e dá um lite na lembrança de nomes. E isso não é só com a chegada do Google. Sempre foi assim.