Início » Telecomunicações » As operadoras indianas estão fazendo traffic shaping de torrent… só que ao contrário

As operadoras indianas estão fazendo traffic shaping de torrent… só que ao contrário

Clientes de provedores de internet na Índia baixam mais rápido por torrent que por HTTP

Paulo Higa Por

Normalmente as operadoras não gostam quando seus clientes fazem downloads por torrent, já que isso gera uma quantidade muito grande de tráfego — e algumas, embora não admitam publicamente, até fazem traffic shaping para prejudicar a velocidade dos downloads. Na Índia, os provedores também decidiram aplicar traffic shaping nos torrents. Só que ao contrário.

A ideia é tão simples que fica difícil entender como alguém não pensou nisso antes. Para as operadoras, é mais barato lidar com tráfego local, dentro da própria operadora, do que tráfego externo, tanto que várias possuem acordos com a Netflix, por exemplo, para fazer cache dos filmes em servidores no Brasil. Então os provedores indianos fecharam parceria com serviços como o Torbox, que priorizam o download de torrent por meio de clientes que utilizem a mesma operadora.

p2p-peering

É como se um cliente da Vivo baixasse um arquivo apenas de peers da Vivo, evitando usuários da NET ou TIM. Segundo o TorrentFreak, provedores como Alliance Broadband, Excitel, Syscon Infoway e True Broadband já estão adotando a prática, que tem um efeito colateral interessante: isso aumenta a velocidade dos torrents. Um usuário indiano com conexão de 4 Mb/s relata ao site que chega a 10 Mb/s por meio de peers locais.

A Alliance Broadband deixa bem claro as velocidades na listagem de planos: se você assinar uma conexão por 850 rúpias indianas, o equivalente a 41 reais, vai baixar arquivos a 2 Mb/s (ou até 6 Mb/s de madrugada), mas para os downloads com acordo de peering a velocidade chega a 32 Mb/s (uia!). E não, não tem franquia de dados.

alliance-broadband

Uma das fornecedoras da tecnologia para as operadoras indianas é a Extreme Peering. No exemplo, um provedor com 1 Gb/s de banda de upload e 70% de tráfego gerado por clientes residenciais, seria possível economizar 175 Mb/s de dados externos com o acordo de peering e gerar 605 Mb/s dentro da operadora — o que resultaria no equivalente a 23 mil reais por mês em economias ao provedor. Todos ganham.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

NoobIsrael
https://media.giphy.com/media/yoJC2zYWctKx65jUAM/giphy.gif
NoobIsrael
Tchau!
William Lima Crisostomo
Tem como priorizar TCP e não UTP no torrent ? Afinal, não custa nada eu tentar ajudar indiretamente.
leojuoli
Não é presidente e sim ex-presidente porque a a marca GVT não existe mais oficialmente (só em caso que contratos não finalizados) e sim, o Amos Genish é o atual diretor executivo da Vivo, só que em uma uma estrutura completamente diferente da GVT, visto que a Vivo não tem as mesmas politicas e valores da mesma. Mesmo com essas diferenças, ele vem fazendo um bom trabalho na Vivo.
Felipe Wagner

Pra fazer download do PTT é só entrar no baixaki.

Vitor Mikaelson

O presidente da GVT é quem comanda a vivo 🤔

Firmino Gomes

tio, como que usa isso aí? tem o link?

Jambeiro

Então as operadoras indianas fazem ciffart gnipahs?

*Insira imagem da Praça é Nossa*

Ed. Blake

Filho, apaga o comentário antes que alguém leia. o Marcos está certo e quem não sabe o que diz é você.

Ed. Blake

Porque dois clientes conectados na mesma operadora envolve dois links: O link do cliente A até a operadora, e o link da operadora até o cliente B. No servidor de cache da operadora é somente um link. Sem considerar que o servidor da operadora tem muito mais capacidade de lhe fornecer uma conexão estável e de bom desempenho.

Por isso o ganho de performance.

beagle

Eh cada uma viu, esse ze povo que faz cursinho tecnico em informatica e acha que ta abafando na internet. kkkkkk rindo muito.

Adriano Garcez

Sim, isso ainda acontece. Sempre confiro quando vejo que o torrent está muito rápido e sempre acho um xxxx.gvt com uma taxa de upload bem alta. É o cache dos arquivos que mais transitam na rede deles.

Adriano Garcez

A ideia do UDP é chegar o mais rápido possível, mas o que acaba acontecendo muitas vezes é ter de baixar o mesmo pacote várias vezes já que muitas vezes vêm corrompidos, principalmente em conexões ruins. Acho que é questão de colocar tudo numa balança. Para streaming faz sentido a conexão ser UDP, mas para torrent, onde os arquivos não podem ter partes faltando, é um pouco sem noção mesmo.

Marcos Vinicius Fraga

Mano, tu é burro assim mesmo ou fez curso? Vá estudar antes de vir falar asneira ao quadrado na internet, nem sabe do que tá falando, depois quando souber alguma coisa sobre redes vem falar comigo, vlw flw

beagle

Eh serio? Pensei que cache fosse um tipo de queijo. Mas enfim, VOCE que nao entendeu a noticia. A noticia nao tem nada a ver com cache do servidor da operadora pra disponibilizar os pacotes. MAS SIM o TRAFEGO ENTRE OS CLIENTES da mesma operadora, por ser mais barato pra propria, eles liberam maior BANDA. E OBVIAMENTE, pode ter cache da propria operadora junto, entao sao duas coisas. Se informe mais antes de falar asneira na internet.

Exibir mais comentários