Todo ano a Apple desenvolve um novo processador para os iPhones, e todo ano precisamos esperar alguns dias para descobrir do que eles realmente são capazes. Os primeiros benchmarks confiáveis do iPhone 7, equipado com o processador Apple A10 Fusion, saíram nesta terça-feira (13). E os números são bem impressionantes.

O A10 Fusion é o primeiro chip com CPU quad-core a equipar um iPhone; até então, todos eram dual-core. Ele segue o esquema big.LITTLE que estamos acostumados nos processadores da Qualcomm e Samsung: são dois grupos de núcleos, sendo dois núcleos de alto desempenho (que chegam a 2,34 GHz) e outros dois de economia de energia, que deverão ficar ativos na maior parte do tempo.

chip-a10-iphone-7

Os números divulgados pelo Ars Technica me chamaram a atenção: o iPhone 7 atingiu 3.506 pontos em single-core e 6.073 pontos em multi-core no Geekbench 3. É um grande avanço em relação ao processador dual-core Apple A9, do iPhone 6s. Na prática, o desempenho bruto melhorou em cerca de 40% em relação à geração anterior, que chegava a 2.537 e 4.410 pontos, respectivamente.

O legal é que o Geekbench 3 é multiplataforma e mede o desempenho bruto da CPU, independente do sistema operacional — não há “otimizações” de software influenciando os números, como acontece nos benchmarks dependentes de plataforma. E isso nos permite fazer umas comparações bem interessantes.

Por exemplo, ele é 15% mais rápido em multi-core que o Snapdragon 820, um dos mais potentes disponíveis no Android. E se a gente for comparar com o mundo x86, o Apple A10 Fusion tem mais poder que um Core i5 de 6ª geração de notebook (!). A lista do desempenho de CPU, portanto, fica assim (números do Ars Technica e do Geekbench, ordenados por pontuação multi-core):

  • Core i7–6500U: 3.174 single-core e 6.679 multi-core;
  • A10 Fusion: 3.506 single-core e 6.073 multi-core;
  • Core i5–6200U: 2.829 single-core e 5.905 multi-core;
  • A9X: 3.179 single-core e 5.367 multi-core;
  • Snapdragon 820: 2.312 single-core e 5.269 multi-core;
  • Core i5-5200U: 2.457 single-core e 4.795 multi-core;
  • Snapdragon 810: 1.347 single-core e 4.576 multi-core;
  • A9: 2.537 single-core e 4.410 multi-core.

Repare que a superioridade do x86 em desempenho bruto deixa de existir quando estamos falando de processadores voltados para máquinas portáteis — nos desktops e servidores, claro, as CPUs são bem mais poderosas (um deca-core Core i7-6950X, um dos mais potentes que temos hoje, alcança 4.500 em single-core e 30.000 em multi-core). A pontuação do Geekbench é diretamente proporcional; o dobro de pontos significa o dobro de desempenho.

A parte gráfica do A10 Fusion também não fez feio. No teste offscreen do GFXBench GL, que desconsidera a resolução da tela e leva em conta o desempenho bruto da GPU, o iPhone 7 Plus ficou um pouco acima dos Androids mais caros, como Galaxy Note 7 (versão norte-americana, com Snapdragon 820, não Exynos) e HTC 10, com o Nexus 6P bem atrás:

gfxbench-gl-offscreen

Já quando se considera a resolução, no teste Manhattan, o iPhone 7 (1334×750 pixels) leva vantagem significativa. Enquanto o iPhone 7 mantém uma taxa de 58,8 frames por segundo, o Galaxy Note 7 (2560×1440 pixels) atinge apenas 28 fps — menos da metade. O Nexus 6P, que traz um processador mais antigo, o Snapdragon 810, mas também possui uma tela de altíssima definição, sofre mais ainda, com 18 fps.

gxbench-gl-onscreen

Os processadores para iPads costumam ser mais rápidos que os dos iPhones, então é provável que vejamos uma CPU ainda mais potente da Apple nos próximos meses. Se a Apple não trocar os processadores da Intel nos Macs por chips próprios, certamente não será por falta de desempenho.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

hugo

Cuidado com as piadinhas, que se não o fogo te pega.🤭🤭🤭

hugo

De qualquer forma o teste prova que os iPhones são tão potentes quanto computadores portáteis(notebooks). Se tivessem um melhor sistema de resfriamento (o que não é possível devido ao tamanho diminuto), poderiam ter desempenho ainda melhores que os apresentados.

Marcus Mendes
Concordo em tudo. O mais impressionante é o preço. Tenho um Galaxy j7 plus, e a minha filha tem um Iphone 7. O meu Galaxy faz exatamente o básico que qualquer Iphone faz, só que o meu Galaxy custou 1000 reais. Acessar Internet, tirar fotos com alguma qualidade, pois para tirar fotos com muita qualidade só uma maquina fotográfica. Tenho uma Nikon DSLR D3200 semi profissional. Quando quero tirar fotos com muita qualidade, uso a maquina. Quando quero fotos sem compromisso com a qualidade, uso o Galaxy. O que a Apple faz bem, é dourar a pilula chamada Iphone.
Marcus Mendes
A unica coisa que eu espero é que a AMD evolua bastante a linha Ryzen, para fazer sombra na Intel. Na minha opinião a AMD só lançou a linha basica do Ryzen.
Marcus Mendes
Deveriam fazer um teste colocando o IOS para rodar em um Samsung ou Asus octacore. Será que roda bem? O processador A10 é CISC ou RISC? Suspeito que seja RISC, pois a memória utilizada no Iphone 7 é somente 2GB. Memória de 2GB é aplicada em smartphones mais baratos. Então só vai sobrar o processador RISC e um sistema operacional de excelente qualidade.
Kaleb

Sim não estrague seu destruidor de sonhos. kkk

Kaleb Palácio
Sim não estrague seu destruidor de sonhos. kkk
Total Games
eles são jogos bem simples e as texturas também, então mesmo estando em quad hd a textura continua não sendo lá essas coisas pois foram feitos para dispositivos mais simples. Mas ainda sim há uma boa diferença: https://goo.gl/R40Bek . No caso aí é a diferença entre o hd e o quad hd
Light
GTA SA tem, e não, MC 5 e DT 2 não rodam em Quad HD, pois não tem GPU no mercado que aguente eles nessa resolução.
Total Games
Se o celular tem uma tela full hd, o jogo vai ser rodado em full hd. Se tem uma tela hd, o jogo vai ser rodado em hd. Até agora nunca vi um jogo mobile sequer que me permita mudar isso. E existe sim jogos em quad hd pra mobile, como no jogo modern combat 5 e dead trigger 2
Light
Da na mesma, o que importa é a resolução de saída, a que foi setada no game, então um jogo setado em 720p(HD) vai rodar exatamente da mesma forma em uma tela HD ou uma tela Full HD.
Total Games
vc n entendeu, to falando da diferença entre o desempenho em full hd e em hd
Light
Não tem diferença nenhuma, se o jogo suporta no máximo Full HD então seu desempenho vai ser exatamente o mesmo rodando em uma tela Full HD ou em um 2K ou em uma 4K.
Total Games
mesmo em full hd é bem perceptível a diferença na performance
Hugo Vinícius
Não imaginava que o A9X e o A10 Fusion fossem tão potentes frente aos Intel Core da série U. Por outro lado, deve-se considerar que processadores de celular (independente da arquitetura) são projetados para tarefas que duram pouco tempo, por não terem como dissipar o calor da mesma maneira que um notebook. Durante esse curto espaço de tempo, o A9X e o A10 Fusion realmente ultrapassam ou chegam perto dos Intel Core, mas rapidamente (em questão de alguns minutos) fazem throttling devido ao excesso de calor e capacidade de processamento.
Exibir mais comentários