YouTube triste

A luta contra os downloads ilegais parece interminável, mas a indústria fonográfica não desiste. O alvo da vez são os sites que extraem áudio do YouTube. Por ora, apenas o YouTube-mp3 — talvez o mais conhecido do segmento — está sendo processado. Mas tudo indica que essa é apenas a primeira de muitas batalhas.

O YouTube é um serviço de vídeos, mas muita gente o acessa apenas para escutar música (quem nunca?). Na verdade, o próprio YouTube dá um jeito de incentivar essa prática: procure por qualquer banda no serviço e muito provavelmente você encontrará uma playlist com os sucessos dela.

É tudo muito fácil. No YouTube você consegue achar até músicas raras ou versões que não estão disponíveis nos serviços de streaming de áudio. Essa praticidade se estende aos downloads. Usar um site como o YouTube-mp3 para baixar aquela música é muito mais fácil e rápido do que recorrer a torrents, por exemplo. Basta colocar o endereço do vídeo ali e pressionar Enter. Em minutos o áudio estará disponível para você em MP3.

Sites desse tipo existem aos montes. Alguns estão online há vários anos. Se é assim, por que só agora a indústria fonográfica está olhando para eles? Há várias hipóteses. Uma delas é a de que as gravadoras estavam mais preocupadas com sites de torrents, que permitem download de álbuns inteiros.

Playlist no YouTube

Playlist no YouTube

Outra causa provável: a postura “esse é um problema do YouTube”. De fato, vez ou outra o serviço é atualizado para coibir a extração de áudio, mas os sites de download logo dão um jeito de burlar a proteção implementada.

Talvez seja por isso que as gravadoras decidiram agir. A ação contra o YouTube-mp3, ajuizada em um tribunal da Califórnia, representa um grupo que inclui nomes como Sony Music, Warner Bros Records e Capitol Records.

Por que o YouTube-mp3 se há tantos sites do tipo? As gravadoras alegam que o serviço tem cerca de 60 milhões de usuários únicos por mês e que a PMD Technologies UG, empresa alemã apontada como responsável pelo site, gera muito dinheiro com publicidade online. Como nenhuma parte dessa receita é repassada a artistas e gravadoras, a acusação de atividade ilegal acaba sendo mais convincente.

Além de indenização, o processo pede o fechamento do YouTube-mp3 e que o domínio do site seja entregue às gravadoras. Mas, no fundo, o que a indústria fonográfica quer é chamar atenção para o problema: “esperamos que anunciantes, buscadores e serviços de hospedagem reflitam sobre a ética de apoiar sites que enriquecem defraudando criadores”, diz Geoff Taylor, chefe da BPI, entidade que representa gravadoras do Reino Unido.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Robert Wilson

Também gostaria de recomendar que você experimente o aplicativo do youtube mp3 downloader para essa finalidade. É uma solução muito legal que você pode usar para baixar qualquer vídeo ou música para o seu computador sem esforço. Eu acho que você vai gostar de usá-lo, pois é uma grande coisa, de fato.

Walter
Então esse site aqui não teria esse problema? http://play.mus.br/
Natthan Fruche Terzi
O audacity grava o som que esta sendo reproduzido no computador, ai é mais fácil.
_KJ
Mas ao menos quando você gravava a sua fita K7 nenhum terceiro lucrava com isso (a não ser o fabricante e revendedor da fita em si). Hoje não, os caras que hospedam este tipo de serviço ganham muita grana sem ter direito sobre. Mas, o mundo não vai mudar, nem se deve aguardar isso, porém acho válido as gravadoras correrem atrás destes "piratas".
Marcos Guilherme
Valeu!!!!!!
Paulo Freitas
Outra ótima opção. ;-)
Paulo Freitas
Um software de linha de comando de código aberto que extrai áudios de vídeos do YouTube sem depender de site algum. Com interface gráfica tem o JDownloader.
Paulo Freitas
Linux e Mac (no caso do brew). Pra Windows 10 talvez tu consiga com o Bash for Windows (digo talvez porque não uso Windows e não estou certo de que será possível). Mas como disseram antes de mim, o JDownloader é outra ótima opção com interface gráfica inclusive.
Buried
A íntegração do idm com o browser é ótima mesmo, mas mais me irritava do que ajudava, hoje uso o uGet
Cesar Ferreira
Eu uso o youtube-dl no linux, leve, rápido e simples, uma maravilha.
Cassio
Curto muito o IDM (internet download manager) está sendo possível baixar conteúdo até de sites chatinhos.
Krosna Terrestre
O problema não está na proibição e sim na motivação por trás dela. Antigamente as pessoas gravavam musicas da rádio na fitas k7 e programas de tv no VHS, e ninguém via problema nisso. Hoje em dia ficam nesse mimimi de copyright, portas hdmi e midias criptografradas, DVR da tv paga só grava o que a operadora permite, querem sugar dinheiro onde puder, a qualquer custo. e como disseram ae, por mais excelentes que os serviços como netflix e spotify sejam, eles não cobrem todo o acervo. http://www.cheatsheet.com/entertainment/7-artists-you-cant-find-on-spotify.html/?a=viewall
Krosna Terrestre
linux only :/
Neto
Eu só baixo música para ouvir no carro ou no trabalho. Em casa não tem necessidade mesmo de baixar música.
Guilherme Macêdo da Cruz
Eu acho que eles podem alegar que só apoiam o download de conteúdos livre de direitos autorais e que não tem controle sobre os usuários.. Sei lá..
Exibir mais comentários