Início » Carro » Alemanha quer banir carros a gasolina e diesel até 2030

Alemanha quer banir carros a gasolina e diesel até 2030

Motores de combustão interna podem ser proibidos em toda a União Europeia

Paulo Higa Por

O Bundesrat, conselho federal alemão, votou pela proibição dos motores de combustão interna até 2030. A partir desse ano, todos os carros vendidos na Alemanha deveriam ter motores alimentados a eletricidade, hidrogênio ou outras fontes de energia limpa. Mas a medida pode não ficar restrita ao país: os legisladores querem levar a resolução para toda a União Europeia.

De acordo com a revista alemã Der Spiegel, o incentivo aos veículos elétricos é uma das medidas tomadas para reduzir as emissões de dióxido de carbono na Alemanha em 95% até 2050. Uma possibilidades para acelerar o fim dos carros movidos a gasolina e diesel é aumentar os impostos para os motores de combustão interna (que, olha só, foram inventados por Nikolaus Otto, um alemão).

combustivel-gasolina-diesel-carro-automovel

A resolução do Bundesrat, que representa os 16 estados alemães, não tem efeito legislativo: a medida precisa ser aprovada pela União Europeia para valer. No entanto, como lembra a Forbes, “as regulações alemães tradicionalmente têm moldado as regulações da União Europeia e da UNECE [Comissão Econômica das Nações Unidas para a Europa]”.

Metade dos carros que circulam na Europa são movidos a diesel, já que o combustível é mais barato e rende mais por quilômetro rodado (o Brasil é o único país do mundo onde o diesel é proibido para veículos de passeio). Desde o escândalo da Volkswagen, que implementou um software para distorcer resultados de testes de emissão de poluentes, as vendas de diesel caíram 5% na Alemanha e 12,9% nos Países Baixos.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lauro A Castro Jr
no brejil temos o pré-sal, que vai nos garantir a nossa riquesa, desenvolvimento e todo o blá blá blá que os políticos adoram.
Luiz Paulo Kenny
o BMW i3 possui um gerador de energia elétrica FLEX {GAsolina e Etanol}... vc pode colocar 90% de Etanol e 10% de gasolina .... e este gerador gera enegia de 380 volts.... o suficiente pra tocar o motor elétrico de 170 CV do BMW i3 .... de modo que o BMW i3 faz 48km por litro.... só isto já resolve o problema..... mas eles {por burruce} incluiram tambem baterias no carro pra ele ser um elétrico como os elétricos tradicionais... porem, só as baterias custam 180 mil reais dos 235 mil reais que o carro Custa.... ou seja.... sem as baterias o carro custaria 55 mil Reais... ou seja... custaria menos que um Gol 1.6 completinho de 86 CV ... e um GOL faz apenas 8 KM por litro da cidade e 11 KM/L na estrada.... contra 48 KM/L do BMW i3 .. fora o ASR, ESC, EBD, controle de tração e estabilidade, suspenção independente nas 4, freio a Disco nas 4 rodas... etc coisas boas que BMW tem... seria pedir muito que pessoas inteligente de outras Marcas {e inclusive a BMW tambem} façam logo o carro elétrico poder ser vendido barato só com gerador À combustivel e não mas com baterias? além disso baterias são mesmo demoradas de recarregar, elas não duram mais que 3 anos, e descarregam rapido, fazendo o carro eletrico ficar fraco... já o gerador não estraga facil, dura mais anos que um motor a combustão normal, e gera 100% do tempo energia maxima, dando assim ao motor do carro eletrico torque e força maxima o tempo todo, numa viagem longa isso é fundamental, fora que o uso do ETANOL continuaria.... ou seja... a industria do ETANOL se fortaleceria em vez de acabar... e a da gasolina e diesel diminuiria mas não de acabar.... ia diminuir em 90% em vendas.... dando assim a chance aos governos de estocar para a posteridade... para durante séculos ainda ter a certeza de que não vai acabar rapido.... isto sim seria uma boa...
Tiago Celestino
Em um país aonde o preço da gasolina é usado para controlar o consumo, aonde as industrias tem o poder, com certeza não daria certo, mas na Alemanha, acredito que mesmo com o prazo "apertado", farão avanços significativos.
Tiago Celestino
O governo está pensando em economizar tirando da educação e saúde, você acha que vai se importar com ciência e tecnologia? Infelizmente, vivemos em um país que é rico em cultura e de pessoas inteligentes, mas governado por pessoas mediócres.
Airton Tobaru
Muito boa a ideia da União Europeia, deixar a casa limpa e sujar os outros quintais, ou seja; continuar faturando produzindo automóveis poluentes nos países de terceiro mundo. Muito bem!
Fabio Montarroios
Fico surpreso com esse tipo de comentário... Me parece mais q ele parte te uma opinião pessoal ou uma opinião compartilhada por um grupo (algo totalmente legítimo nesse tipo de espaço de comentário) e q, de algum modo, passa a ser válido pra todas ocasiões. Não é assim, felizmente ou infelizmente...
Fabio Montarroios
Q interessante isso. Onde vc leu ou viu sobre isso?
Fabio Montarroios
Li em algum lugar q qdo o petróleo acabar, por ter sido todo queimado em veículos, teremos dificuldades em, por exemplo, produzir material utilizado em salas de cirurgia de modo corrente...
joserocha
Bons exemplos podem e devem ser copiados / adaptados. Aliás, não vejo o menor problema de fazer uma comparação entre algum país da Europa com o Brasil. Há países que possuem o mesmo clima tropical que o nosso e há países que possuem clima sub-polar e em todas, há ciclovias e bastante utilizadas. Ciclovias compartilhadas são utilizadas em diversos lugares do mundo, aliás o uso compartilhado entre ciclista e pedestre é algo incentivado. Mais, a "contrapartida" para o transporte público deve ser feita e isso independe de ciclovia. Se ambas, melhor.
Johnny Walker Junior
Sinceramente acho um prazo muito apertado, o investimento terá de ser gigantesco em vários campos da ciência, principalmente em P&D nas diversas áreas relacionadas para o desenvolvimentos destes carros e não será pouco o que terá de ser investido. Bem, se for levar em conta que o Brasil nem se quer tem uma ciência adequada e falta investimentos em P&D, isto demorará um século para chegar ao Brasil. Nem investimentos em ciência, como na energia nuclear em colaboração com os europeus no projeto ITER o Brasil foi capaz, mas gastar bilhões em uma copa e olimpíadas que somente levaram o país ao buraco ninguém fala nada. Uma tristeza ver que o país não investe em ciência e intercâmbio como os chineses, olhem eles agora como aparecem em quase toda pesquisa de ponta hoje em dia. O Brasil tem seus méritos em ciência também, mas é pouco perto da quantidade da população.
Johnny Walker Junior
Eu adoraria o silêncio, apesar que no Japão discutiram a respeito dos carros elétricos não terem ruídos e tem proposta de colocar tipo alto-falantes para imitar os sons dos carros, isto para evitar acidentes.
Minatonami
obviamente que o objetivo é arrochar ao máximo empresas menores de carros e manter o oligopólio apenas com as amigas do governo, que desfrutando da zero concorrência conseguem cumprir esse prazo, ao custo de anos de carros caros pra toda a população. Enquanto isso, você regula fortemente a prestação de transporte coletivo de forma que isso também tem reserva de mercado, o serviço fica um lixo, e se torna melhor cada um comprar um carro de preço inchado do que usar o coletivo. Governos protegendo seus amigos em troca de apoio. Nada de novo. Quem é brasileiro sabe muito bem o que é isso
Trovalds
Ser simplista e chamar os outros de preguiçoso. Pode sim!
Bruno
Isso é muleta pra quem tá com preguiça de pedalar. Aqui em natal é cheio de subida e descida e conheço mt gente q se locomove de bike durante a semana e usa o carro apenas no fds ou pra viajar.
Keaton
Agora, imagina isso acontecendo no Brasil...
Natthan Fruche Terzi
Sem contar que por exemplo são paulo, o terreno é péssimo, cheio de subidas e decidas, não é prático para bicicletas, em paris ou Nova Iorque que são terrenos mais planos é mais fácil de implementar.
abraaocaldas
E aqui em Manaus, com radiação UV sempre EXTREMA, nem protetor salva. Fora que você transpira, chega fedendo, pega poeira, pega aquela chuva que vem sem avisar (Acontece muito aqui), pega um calor DO DIABO, pessoal pega soluções lá da Holanda e acha que em todo canto vai funcionar.
tuneman
exatamente. imagina os filhos deles no futuro: "porra pai, carro a gasolina é tão anos 2000"
Trovalds
Viúvas chorosas pelos maridos que nem se foram ainda...
Trovalds
Quer comparar Europa com Brasil... mesmo? Bonito é criar ciclovia tirando a circulação de pedestres enquanto a contrapartida em transporte público não é feita. Você como urbanista sabe melhor que eu que por aqui existem vários problemas pra se implementar esse tipo de mudança e a pior delas é a cultural. E outra: fácil é criar ciclovia em um país que tem picos de temperatura de 30ºC (quando tem). Outra é criar aqui que 30ºC é corriqueiro e cotidiano. Não adianta tentar simplificar um problema complexo. O urbanismo tem soluções. Mas quais cidades estão dispostas a arcar com os custos disso? Ou melhor, qual vai ser o retorno eleitoral? Pouquíssimas cidades no BR tem preocupação em questão de planejamento de longo prazo, independente de gestão.
Joseph Arimateias Diniz
Certa vez li que um dos motivos do biodiesel não ter se desenvolvido no Brasil foi justamente essa restrição para veículos a diesel. Já que não gerava demanda que cobrisse os gastos com a implantação das refinarias e lavrouras ( que não fosse soja).
Panino, o Manino
Nos últimos anos a Petrobrás estava investindo no aumento da produção e refino de derivados de petróleo (e o Serra como sempre falando contra). Petróleo sempre terá mercado. Acho que é natural que os carros deixem de usar motor a combustão, me parece uma evolução natural. Combustíveis alternativos irão se tornar viáveis, é questão de tempo, e é preferível usar motores não poluentes dentro das cidades.
Jambeiro
Bom, uma proposta que vai de cara com a paixão de muita gente é claro que vai gerar comentários acalorados. Seria mais ou menos como surgir uma matéria aqui no TB (ou no MeioBit) sobre uma eventual proibição de computadores ou de smartphones.
Ramon Gonzalez
É bom lembrar que o petroleo é materia-prima para uma serie de produtos de vários tipos, não apenas para combustivel de automóveis. Tudo é questao de acompanhar (ou não) os avanços.
Ricardo Borges
@trovalds:disqus, nosso amiguinho não complementou o teu argumento, pois ele tocou no conceito certo: "intermodal". As ciclovias facilitam o acesso ao metrô/trem, amplificando a área de captação de cada estação. Portanto, se o "resto evolui" as ciclovias deveriam evoluir também para aumentar a abrangência do sistema metrô/trem. Essa é tendência no urbanismo da Europa já faz tempo. Não sou nenhum partidário de política, apenas um urbanista e falo com critério.
Junior Santos ?
Vamos ver :P
tuneman
é um excelente site/blog sobre automobilismo. olha o nível das viuvas nos comentários.... http://www.flatout.com.br/mercedes-amg-confirma-futuro-carro-100-eletrico/
Junior Santos ?
Flatout? O que é isso! rs
Arley Martins
Pior que não vem, pois os donos de postos iriam falir e haveria muita gente sem emprego. Os veículos a combustão no Brasil só vai acabar o dia que não houver mais petróleo.
LessTech
Não. Não é a substituição do combustível fóssil que vai quebrar a empresa. Vai ser a corrupção mesmo.
ochateador
Com o proprinoduto que tem nela ? Vai sonhando que essa empresa some cedo...
Trovalds
Você mesmo acabou por complementar meu argumento. Do que adianta a ciclovia se todo o resto não evolui?
joserocha
Trovalds, não sei se costuma andar de bicicleta, mas 5km na magrela, é coisa de 10 minutos. Além disso, o uso de ciclovias não tem como objetivo - a não ser que queira - te levar de casa até o trabalho. Ela deve ser utilizada como modal complementar, ou seja, você vai de casa até o terminal ( ônibus / metrô ), deixa ela no bicicletário e depois usa outro modal.
tuneman
o pessoal lá no Flatout já está indo a loucura. acho que machuca o ego de muitos.
Trovalds
Ciclovia em grande cidade não é pratico. As distâncias a serem percorridas são grandes. O que tem que se investir é em transporte público de qualidade. Ou você vai andar, na melhor das hipóteses, 5km de bicicleta de casa ao trabalho? Isso contando que a cidade seja bastante plana. Belo Horizonte: impossível de implementar ciclovia devido aos tantos aclives e declives da cidade. O que de fato seria produtivo é ter transporte público em quantidade e qualidade. E não só isso: precisaria CONVENCER a população de que o veículo próprio não é status e sim meio de transporte.
Trovalds
Na Alemanha (acredito que no resto da UE também) veículos híbrdos (motor a combustão e elétrico) tem valor subsidiado. Você paga o mesmo valor comparado a um veículo só com motor de combustão. Pra efeito de exemplo, no BR temos o Ford Fusion, que tem versão "normal" (ou com propulsão 100% no motor de combustão) por R$ 125.000 e o modelo híbrido (combustão + elétrico) por R$ 150.000. Na UE o valor seria de R$ 125.000 independente do tipo de propulsão. Pra veículos 100% movidos a energia não poluente (hidrogênio, eletricidade) não sei a quantas andam os subsídios ou incentivos.
Bruno
aqui no brasil é um mimimi do caralho quando querem implementar ciclovias nas grandes avenidas das capitais, pra diminuir a quantidade de carros nas ruas; quanto mais isso ai. num vinga nunca aqui. brasil é um país atrasado/antiquado pra essas "modernidades".
Weliton Junior
Petróleo não serve apenas pra produzir combustível... é um leque ENORME de aplicações... Certeza que a Petrobrás precisará se moldar aos novos mercados...
Weller Santibanez
Na alemanha existe alguma empresa grande de petróleo? Os impostos em relação aos produtos verdes, tem desconto, ou só vão encarecer os que poluem mais?
Junior Santos ?
Se isso vier para o Brasil, podemos decretar o fim (de vez) da Petrobras? :-P