Início » Computador » Uma dica para tornar a formatação de artigos acadêmicos bem mais simples

Uma dica para tornar a formatação de artigos acadêmicos bem mais simples

Por
3 anos atrás

Já falei um pouco sobre como você pode organizar melhor seus pensamentos para estudar para uma prova. Mas essa dica também serve para outras atividades na faculdade. Como se não bastassem as provas para deixar o semestre bem mais conturbado, aqui as três matérias de ciência política que eu peguei pedem um artigo acadêmico para ser entregue no meio do semestre, com possíveis assuntos revelados um mês antes.

  • Guia ABNT 2018: formatar trabalho acadêmico dentro das normas

São vários artigos diferentes com algumas exigências de caracteres, páginas, número mínimo de fontes, etc. Para organizar tudo isso, é sempre bom ter uma stylus como a do Inspiron por perto para mapear os assuntos que vou escrever e como organizá-los de uma forma concisa e que fique de acordo com as instruções.

img_20161014_121934390

Mas também há outras exigências: a formatação. No Brasil a gente já acha um saco as normas ABNT, e há uma ferramenta específica para padronizar seus trabalhos na norma brasileira automaticamente. Só que aqui eles têm várias formatações diferentes e cada professor ou departamento escolhe uma. Não estou exagerando quando falo várias: nesta página, a UVic mostra as mais usadas: são seis!

Felizmente meus professores mencionaram apenas três, que são APA, MLA e Chicago. Mesmo assim, recorri ao Twitter pra saber se alguém já tinha se deparado com esses padrões para ver o quanto eu tinha que me desesperar. Felizmente, o @fibelatti me recomendou uma ferramenta que faz tudo isso automaticamente: ShareLaTeX, que usa a linguagem e vários padrões para encaixar seu artigo nesses estilos.

img_20161013_223607955

Funciona assim: você cria um novo documento, escolhe um estilo e começa a escrever. Depois é só juntar algumas sintaxes e fazer com que tudo se encaixe. Ele tem suporte ao português e vários templates para você escolher, incluindo ABNT, como mostrado acima. Aqui está a documentação caso você queira explorar mais.

Fora os modos versáteis que o notebook 2 em 1 Dell Inspiron 13 7000 tem para anotações, leitura, etc, ele também é bem confortável de usar no modo que você provavelmente vai passar mais tempo: o comum, com teclado e a tela, como na foto acima. Ele é bem fino e leve, então dá pra usar até no ônibus (sério, já usei) e o teclado tem ótima qualidade para você passar horas digitando.

Ah, e claro que com vários artigos também tem muita leitura pela frente. Já falei como deixar essa atividade menos chata.

Pronto, agora vou focar no semestre. E obrigado à Dell pela oportunidade. Espero que vocês tenham gostado das dicas durante a campanha. Para qualquer outra pergunta ou informação, você pode me seguir no Twitter ou Facebook pra gente conversar. Até a próxima! 🙂

Conteúdo oferecido pela Dell. Este post foi o último de uma série de artigos sobre como a tecnologia pode ser uma grande aliada nos estudos e nas viagens. Confira os outros!