Início » Negócios » Twitter tem crescimento fraco e demite 350 funcionários

Twitter tem crescimento fraco e demite 350 funcionários

Com 10 anos de vida, o Twitter ainda não gera lucro

Por
2 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

É… As coisas continuam não indo muito bem para o Twitter. Cerca de 350 funcionários serão demitidos após a publicação de um relatório que apresenta um crescimento modesto nos rendimentos da empresa. Isso significa que quase 10% da força de trabalho da rede social vai ficar na mão. E talvez reclamar muito no Tw… não.

tecnoblog_twitter_jobs_profit

Vamos voltar um pouco no tempo. Há meses o Twitter está no vermelho, quase estagnado financeiramente e com baixo crescimento de usuários. Traduzindo isso em números, nos últimos três meses os rendimentos cresceram só 8% (US$ 616 milhões), o que é até melhor que o previsto pelo mercado, mas bem abaixo dos 20% atingidos no trimestre anterior.

O número médio de crescimento de usuários ativos é de 3%, somando um total de 317 milhões de usuários. Para efeito de comparação, o Facebook tem hoje 1,71 bilhão de usuários ativos ao redor do planeta.

E a empresa continua se arrastando, com um prejuízo de US$ 102,8 milhões no último trimestre. O que não é de todo ruim, tendo em vista que o buraco no relatório anterior era de US$ 131,7 milhões.

A coisa ficou ainda mais complicada quando, no mês passado, a Salesforce se afastou das negociações de adquirir o Twitter. Para quem não conhece, Salesforce é uma das empresas que mais crescem no mundo com seu CRM e softwares de apoio a marketing B2B que rodam na nuvem. Não foram revelados os motivos pelos quais a Salesforce poderia se interessar em comprar o Twitter — nem os que levaram a empresa a desistir do negócio.

tecnoblog_twitter_falling

Segundo Anthony Noto, diretor financeiro do Twitter, a empresa tem como objetivo se tornar rentável em 2017. Sim, com 10 anos de vida, o Twitter ainda não gera lucro. E Jack Dorsey, o bilionário CEO da rede social, acredita que melhorias na plataforma, como um futuro recurso de vídeo ao vivo, poderiam ajudar a empresa a se reposicionar e atingir um crescimento mais interessante no longo prazo.

Sempre vi o Twitter como a rede que noticia o que está acontecendo agora no mundo; o Facebook o que aconteceu durante a semana na vida de seus amigos; e Instagram e Snapchat um coletivo de vídeos e imagens do que pessoas que te geram interesse querem que vocês vejam e saibam delas.

Vídeo ao vivo no Twitter seria muito interessante para cobrir eventos em tempo real, acontecimentos marcantes no mundo, direto na timeline mais imediata que temos hoje. Resta saber se isso seria capaz de fazer a plataforma gerar lucro. Eu tenho minhas dúvidas. Principalmente se o Twitter continuar tentando estragar o Twitter.

E que toda essa galera que foi demitida consiga arrumar um emprego legal o mais rápido possível. Boa sorte aos envolvidos.