Início » Games » Tectoy relança Mega Drive no Brasil com entrada para cartuchos

Tectoy relança Mega Drive no Brasil com entrada para cartuchos

Por
2 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Enquanto a Nintendo relança o NES, a fabricante brasileira Tectoy quer reviver o Mega Drive, console de 16 bits da Sega lançado há 26 anos no Brasil. Custando R$ 449, ele terá o mesmo design do original, com controle de três botões e até entrada para cartuchos, mantendo a compatibilidade com quase todos os jogos de Mega Drive.

mega-drive

O novo Mega Drive mantém as características do original, tanto que a Tectoy decidiu colocar apenas a saída de vídeo composto no console. Ao UOL Jogos, a Tectoy diz que a inclusão do HDMI “deixaria o produto caro demais e não necessariamente resultaria em qualidade e som melhores”. Além disso, a maioria dos televisores brasileiros ainda possui a antiga conexão.

Com exceção de jogos como Virtua Racing (que utiliza o coprocessador SVP) e Sonic & Knuckles (que depende da tecnologia Lock-On), o novo velho console aceitará os cartuchos originais do Mega Drive. Ele também suportará cartões de memória e virá com 22 jogos embarcados:

mega-drive-controle
  1. Alex Kidd
  2. Alien Storm
  3. Altered Beast
  4. Arrow Flash
  5. Bonanza Brothers
  6. Columns
  7. Decap Attack
  8. E-Swat
  9. Fatal Labyrinth
  10. Flicky
  11. Gain Ground
  12. Golden Axe
  13. Golden Axe 3
  14. Jewel Master
  15. Kid Chameleon
  16. Last Battle
  17. Out Runners
  18. Sega Soccer
  19. Shadow Dancer
  20. Shinobi 3
  21. Sonic 3
  22. Turbo Outrun

O novo Mega Drive chega em junho de 2017, com preço sugerido de R$ 449. Na pré-venda, a Tectoy oferecerá desconto de 50 reais no console. A fabricante brasileira não confirmou se voltará a vender os cartuchos, já que isso dependeria de uma renovação das licenças, mas controles adicionais de três botões estarão disponíveis por R$ 59 — e você pode usar o controle original do Mega Drive, se tiver algum guardado por aí.

E aqui vai um vídeo para você trabalhar hoje ao som de Sonic the Hegdehog. De nada.

Mais sobre: , ,