Início » Brasil Negócios » 95,5% dos smartphones vendidos no Brasil são Androids

95,5% dos smartphones vendidos no Brasil são Androids

O resto é iPhone

Por
23 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O Android continua mais que consolidado nos smartphones vendidos no Brasil, de acordo com os números divulgados nesta sexta-feira (18) pela consultoria IDC. 95,5% dos aparelhos comercializados entre julho e setembro de 2016 rodavam o sistema operacional do Google. Os outros 4,5% eram iPhones.

Segundo a IDC, o mercado brasileiro de celulares voltou a crescer depois de cinco trimestres em queda. Foram 12,556 milhões de aparelhos vendidos no período, sendo 11,1 milhões de smartphones (88,6% do total) e 1,4 milhão de celulares básicos — aliás, esses dispositivos simples têm crescido mais que os smartphones. É um aumento de 7,2% nas vendas em comparação com o mesmo trimestre de 2015.

android-7-nougat

A participação do Android só cresceu no mercado brasileiro nos últimos anos, com o fracasso das terceiras opções. Em 2013, o Android estava em 88,7% dos smartphones vendidos no Brasil, seguido pelo Windows Phone (6%) e iOS (4,7%). No ano seguinte, subiu para 91%. No início de 2016, a fatia do Android já era de 93%. As vendas de iPhones se mantiveram estáveis ao longo dos anos, mesmo com o aumento dos preços.

Falando de dinheiro, a maioria das vendas de smartphones (76,1%) está concentrada na faixa de até R$ 999, mas a demanda por dispositivos mais caros, acima dos 3 mil reais, cresce de forma acelerada. O valor médio pago por um smartphone pelo brasileiro é de R$ 962,96. Entre julho e setembro, as fabricantes tiveram receita de R$ 10,7 bilhões (!) vendendo smartphones no país.

Os últimos meses de 2016, claro, devem ser bastante positivos, por causa da Black Friday e do Natal. Mas, segundo a IDC, o terceiro trimestre já foi surpreendente, porque “os varejistas anteciparam as compras e abasteceram os estoques para a Black Friday, enquanto os fabricantes enxugaram os portfólios de modo a atender a demanda com preços mais competitivos”.

Mais sobre: , , ,
  • ntbxp

    Com aquele preço, só android mesmo.

    • Michel Vieira Pinto

      É um jumento mesmo!

  • Bruno Martins Santana

    Mas aquele 6%…..

    • Luis Cesar

      “aquele 6%” era em 2013. Hoje não é nem zero.

      • ditom

        Pois é. Será que é mesmo 0% as vendas de Windows Phone? Não consigo crer!…

        • pois é, o único jeito de conseguir um é importando(ou pagando o triplo no ML) que no final vale a pena pelo preço(Lumia 950XL a 300 USD por exemplo)

          • Portuga Goleta

            Tem que gostar muito de Lumia pra isso.

  • Pelo menos esses 6% do WP não travam a cada 2 meses =P
    E a fragmentação segue firme e forte. Mas me surpreendo com a taxa que paga mais de 3 mil reais em um Android ter aumentado. No minimo é alguém que sabe o que está levando e não quer se ajoelhar perante as regras da maça.

    • Victor Hugo

      Pelo menos quem tem iPhone 5, lançado em 2012, usa ele até hoje e com suporte da empresa, já quem adquiriu o robozinho verde no mesmo ano também recebeu atualizações de no máximo até 2014.

      • Robson Gomes Bastos

        Tenho que concordar, muitos tem que recorrer a custom rom. Mas em fim, tomara que um dia isso mude.

      • Ronaldo

        Amigo, nem o Iphone 6 de 2014 funciona direito com o IOS10, então va cagar regras no MacMagazine.
        Ops, nem lá o pessoal aceita esse tipo de argumento, o que os caras mais reclamam é das atualizações do IOS.

        • Victor Hugo

          Hahahahahahahaha! Coitado! Ronaldo tenho um iPhone 5s rodando iOS 10 chapa, meu aparelho está mais rápido do que nas versões anteriores, uso há mais de 2 anos e meio e nunca deu problema. Então sei do que falo! iOS 10 tá rodando em mais da metade de toda fatia de iPhones no mundo (http://www.tudocelular.com/apple/noticias/n80263/iOS-10-ja-esta-em-mais-da-metade-de-iPhones.html). Quando você tiver uma fonte confiável e não “argumento” qualquer a gente troca ideia. Abraços hater!

          • Ronaldo

            Meus pesames pelo seu Iphone 5S.
            A versão atual é a 7.

          • Victor Hugo

            “Hardware antigo rodando software atual”, presta atenção no que eu disse. Quando você tiver uma fonte confiável e não “argumento” qualquer a gente troca ideia. Falou!

          • Ronaldo

            Valeu amigão super informado, grande abraço.

    • Rodrigo Fogagnolo

      O texto diz que aumentou a taxa das pessoas que pagam mais de 3 mil em um smartphone, não mais de 3 mil em um Android. Acima dos 3 mil provavelmente a maioria das vendas são de iPhone

      • Ronaldo

        O aparelho mais vendido esse ano, na faixa premium foi o S7 (Edge e Flat). E vendeu bem mais que todos os Iphones juntos.
        Só procurar as Estatisticas completas.

        • Rodrigo Fogagnolo

          😂😂😂 engraçado você sugerir pra eu procurar nas estatísticas mas falar uma coisa dessas, o que deixa claro que você deveria seguir seu próprio conselho. Nenhum Galaxy vendeu mais que iPhone. A Samsung vende mais aparelhos no total, mas não por modelos específicos. O celular mais vendido em 2016 até o lançamento do iPhone 7 foi precisamente o iPhone 6s. O Galaxy S7 ficou em terceiro.
          http://www.forbes.com/sites/jeanbaptiste/2016/09/07/apple-iphone-6s-was-worlds-top-selling-smartphone-last-quarter-report/

          • Ronaldo

            Burro, estamos falando do Brasil, como o post do blog.
            Orelhaaaa

          • Rodrigo Fogagnolo

            Onde também acima de 3 mil reais o iPhone é o mais vendido

          • Ronaldo

            O iphone mais vendido no Brasil ainda é o 5S, acredite se quiser. E ele custa bem menos de 3.000 reais amigo.

      • Mas ainda sim, um valor alto por um Android com todos os seus calos. Mas, o público casual não se importa.

    • Leandro Amaral

      Tem gente que não sai de 2012 mesmo

    • Pedro Henrique Saldanha

      Pra chegar a travar precisa ter aplicativos instalados.

    • Portuga Goleta

      O Lumia 950 que tenho trava.

  • Breno

    É assustador esse monopólio do Android no mundo. Espero que 2017 as coisas mudem um pouco.

    • com o iphone custando o que custa no brasil e mundo afora, vai mudar sim.

      • Breno

        Espero que chegue algo do W10 por aqui.

        • Diogo Nóbrega

          com o W10 do jeito que tá, vai mudar sim.

          • Breno

            E como está o W10?

          • Diogo Nóbrega

            A ver navios… (me refiro ao W10 mobile)

          • Breno

            Respeito sua opinião, mas não concordo com a mesma.

          • Adriano Mendes

            Também vejo a Microsoft ainda focando mais do Windows Desktop do que Mobile. Ultimamente tem aparecido pouquíssimas novidades nas versões insider, enquanto as de PC sempre aparecem coisas novas.

        • não fará sucesso.

          • Breno

            Sério? Tá certo. Depois me passa os números da mega sena.

          • se eu os tivesse, passaria mesmo.

          • Leonardo Souza

            Cara, windows mobile não tem nem 5% MUNDIAL…

          • Breno

            Não me diga.. .

          • Ronaldo

            5% aonde ?
            Hoje não deve passar de 1%, em breve fazendo disputa com a RIM e o Blackberry, para ver quem vende menos.

          • Souza

            Último Marketshare estava em others e esse others estava com absurdos 0,3℅.
            Se isso não é estar morto…
            Obs: ainda sou usuário Lumia.
            Mas já peguei um Android para não viver limitado.

          • Souza

            Na verdade o Marketshare do WP caiu para outros e esses outros tem só 0,3℅.

            Se vai voltar um dia eu não sei mas para agora morreu de vez.

        • Ronaldo

          Diga um pais no qual o Windows Mobile, 10, ou Phone, seja lá o nome da versão para celular, esteja subindo.

        • Don Ramón

          Se der tudo certo, em poucos dias espero colocar meu Lumia 1020 à venda. E já vai atualizado, com uma das primeiras versões do W10M e o aviso camarada da Microsoft que o aparelho ficará sem suporte. Mas, sempre há a opção de voltar para o WP8.1 (e ficar sem uma alternativa ao Internet Explorer…rsrsrs). Boa sorte!

    • Marcos Guilherme

      Percebi várias ironias aqui. kk

    • Mas qual o impacto desse monopólio? Queria que mudasse pra que?? Kkkk

      1- por causa do monopólio só existe acessório para telefone Android? Não, existem capas, lentes especiais de câmera, capa a prova d’água, docks, aparelhos de som, som pra carro, tripés, baterias externas, fones de ouvido, até a mais, coisas a mais pra concorrência 😀

      2- por causa do monopólio, só existe aplicativos para telefone Android? Não, pelo contrário, muitos aplicativos só existem na concorrência e nem são desenvolvidos para Android. O Instagram, Microsoft OFFICE e o jogo Horizon Chase brasileiro e tantos outros chegaram primeiro na concorrência. A Nintendo com o Mario nem existe no Android. Até a própria dona do Android desenvolve para concorrência

      3- por causa do monopólio, tem serviços e protocolos só para Android. Não, serviços de texto, streaming na TV, pagamentos, troca de arquivos e etc funcionam na concorrência. Até ao contrário, o Android de adaptou a concorrência suportando AirPlay e levando seu serviço de música e filmes para concorrência.

      4- por causa do monopólio, só encontro relógios inteligentes para Android. Não, o segundo colocado em vendas (Pebble) funciona na concorrência e o primeiro colocado (Apple Watch) nem funciona com Android.

      Enfim. O Android tem o monopólio de que? No que isso atrapalha a livre concorrência e os usuários??

      Em nada!! 😀

      Se o Windows Phone está morrendo, não associaria ao “monopólio” do Android, que só tem número, mas não tem força. Pelo contrário, o WP ameça muito mais o fragmentado e desorganizado Android do que o coeso iOS.

      • Keaton

        Só uma coisa… qual sistema operacional mobile que faz os apps pararem de funcionar a cada nova versão? lol

        • Android não é, pois cada nova versão demora 3 anos pra ser distribuída Kkkkkk, o iOS não é pois é o menos ruim em atualizar sistema. Deve ser o tizen, WP ou BlackBerry?? 😀

          • Keaton

            Tizen e BlackBerry meio que morreram já. xD

        • Ronaldo

          Amigo, 99.8% das pessoas tão cagando para isso. Rodando WhatsApp e Facebook, o resto pode parar de funcionar que eles nem vão perceber. E na boa, voce exagerou feio, mostrou o quanto é noob, um ou outro aplicativo mal e porcamente escrito que da pau na alteração de versão, sem contar que versão de Android muda uma vez por ano, se o seu fabricante for bonzinho.

          E diferente do IOS que praticamente obriga o usuario a migrar, o Android permite que voce continue indefinidamente com a versão antiga do SO.

          • Don Ramón

            Ele tá se referindo ao Windows Phone…

          • Keaton

            Faz um favorzinho? Leia a resposta que eu dei à resposta que o Zanac_Compile deu ao comentário que você acabou de responder e tenta identificar de qual OS estou falando.

            Spoiler: Don Ramón te deu a resposta.

          • Ronaldo

            Valeu Brother, muito gentil de sua parte. Grande abraço.

      • Don Ramón

        O fragmentado e desorganizado Android roda praticamente todos os aplicativos da Play Store, seja um novíssimo Google Pixel com o Android 7.1, seja um Galaxy Ultra Mini Prime Compact Edge Flat com Android 4.4. Agora, vai procurar o Edge na loja do Windows Phone 8.1! “Uniformizar” o sistema, deixando aparelhos “antigos” de fora da brincadeira (mesmo depois de ter prometido atualizá-los…), é fácil. Quero ver manter um “sistema fragmentado” rodando praticamente tudo…

        • Por essas e outras que a ameaça do WP ao Android não vingou… Mas quando falo em fragmentação e desorganização, só penso em versões do sistema atualizadas, seja por novas funcionalidades ou por SEGURANÇA… é só nesse aspecto que a fragmentação do Android me dá calafrios… Sobre rodar apps, também nunca vi como um problema tão grave, apesar de existir também.

    • Gabriel B.R.

      Tem algumas coisas que tiram meu sono. O monopólio do Android não é uma delas… Nem todo monopólio é ruim.

  • Le Zuero

    Preço…

  • Andre Kittler

    Impressionante. 4.5% de VENDAS ser iphone… isso não é aparelho usado! 1 em 20 vendido aqui, novinho… são iPhone!!!
    Serio mesmo, não pensava que era tão alto.

    • Keaton

      Window…. perae… Eu vi o que você fez ai!

  • Aluizio

    Essa é a principal dúvida do brasileiro.Comprar um iPhone superfaturado ou comprar um Android travoso.Vale lembrar que existem bons smartphones Android abaixo dos mil reais que dificilmente travam.A questão de receber atualizações depende mais da marca,exstem fabricantes Android que dão um ótimo suporte.

    • Jefferson Rodrigues

      Mais de 90% dos travamentos são causados pelos próprios usuários, que não sabem usar um smartphone de forma correta.

      • Se o sistema não está preparado para seus usuários, algo está errado. E lembrando que a maior parte dos usuários, usa no máximo uns 5 apps no celular. Whatsapp, Facebook, Ligação, Câmera e Messenger.

        • Jefferson Rodrigues

          Não é verdade! Muitas pessoas enchem o smartphone de apps, e eles ficam rodando em 2o plano. Esses 5 apps são os que estão sempre em uso. E os outros?

          • Outra vez culpa do sistema, deveria por padrão, fechar apps que estão inativos a mais de 30 minutos por exemplo e ter um gerenciamento de memória melhor. O grande público nem sabe como ver os apps abertos em segundo plano, imagina ter consciência que precisa fecha-los para aumentar a performance.

          • Jefferson Rodrigues

            Isso dai um dia vai acontecer. O problema é que a Google fatia as funções para sempre ter alguma novidade no Android.

          • Diogo Mendes

            KKKKK. Agora vi que nunca estudou Android. Android sim fecha app. Eles tem sua regra para fechar app inativos que estão usando muito memoria.

          • Diogo Mendes

            E se vc quer ser radical tem o modo desenvolvedor, que vc escolhe quando app em 2 plano. Podendo escolher a opção de fechar o app sem deixar ele em 2 plano.

      • Ronaldo

        Desculpe amigo, colocar a culpa no usuário…
        Jeito certo de usar ?

        Acorda brow, estamos em 2016.

        • Jefferson Rodrigues

          Ta bom então!

    • Nathan
      • Aluizio

        Sim Nathan,Android travoso.Concordo em partes com o jefferson.Android com 1GB de ram não faz milagre e com certeza dará travadas.Já existem bons smartphones abaixo de mil reais com 2GB de ram que são ótimos.Vou deixar uma dica: Antivírus deixa o smartphone lento,vale a pena não instalar e ter alguns cuidados com sites visitados e o que vai baixar.

      • Souza

        u o o . f .

  • Higa esse estudo da IDC é fechado? Onde consigo encontrar?

    • Sim. Eles abrem alguns números (que estão no post) para a imprensa, mas tem que ser cliente para receber o relatório completo.

  • Não tem mais modelos novos de Windows Phone a venda esse ano? É isso mesmo? O.o

    • Dessa vez o Windows Phone/Mobile morreu pelas mãos da propria desenvolvedora e maior produtora de aparelhos

      • Fábio Moser

        Ele não morreu. A Microsoft parou de comercializar os aparelhos aqui no Brasil. Mas em quase todo o resto mundo (com exceção da América Latina mesmo) existem os Lumias da geração x50, mas principalmente, existem dezenas de pequenas fabricantes no mercado asiático que comercializam o sistema. Na Europa e América do Norte, o sistema é muito bem representado por aparelhos como HP Elite x3, Acer Jade Primo e Alcatel Idol 4s.

        • Krosna Terrestre

          ou seja, morreu por aqui..

        • A MS não fabrica mais Lumias, e as pequenas fabricantes tambem são marcas duvidosas tais como a CCE no Brasil. Não vem conversar besteira peloamordedeus

          • Fábio Moser

            A Microsoft não só fabrica como ainda vende seus Lumias em diversos locais do mundo. Além disso, o foco agora é nos seus parceiros. O aparelho carro chefe com o Windows Phone atualmente é o HP Elite x3. HP é como a CCE?

        • Bruno Vieira

          Bem representado através de bons aparelhos o Windows Mobile é. Mas infelizmente, ele não tem mercado decente em lugar nenhum. Só é usado em ambiente corporativo e olhe lá. Acho que 70% dos usuários de WM no mundo são governamentais/empresariais.

          • Leandro Endrigo Leonardo

            50% sao usuarios Br. Maior mercado deles é aqui!

        • Igor

          Muito bem representado” só se for pela qualidade do aparelho, porque em vendas… 😭😭😭😭😭😭

          • Fábio Moser

            E daí!? O smartphones com Windows não deixam de funcionar com mais ou menos vendas.

          • Igor

            Não deixam de funcionar, mas deixam de ter atratividade e até serem úteis com um share ridículo…

          • Fábio Moser

            “Atratividade” isso é subjetivo.
            Quem usa o Windows em um smartphone usa por que quer, pouco se importando com o “share ridículo”.

          • Igor

            Share ridículo = menor interesse de desenvolvedores (que precisam de share para ter retorno) = menos aplicativos que atraem e são úteis aos consumidores.

            Qual a subjetividade disto? A lógica é tão trivial que qualquer pessoa sabe (ou deveria saber) disto!

            O usuário pode até não se importar com o share ridículo, mas este acaba sendo fator primordial na escolha daquele. No momento que o camarada fala “ah, quase não tem aplicativo para ele“, isto se da atualmente graças ao share ridículo. Com exceção de meia dúzia de pessoas, que fecha os olhos para a realidade…

          • Fábio Moser

            Cara, quem usa o Windows Phone, usa sabendo do que ele oferece. Não é todo mundo que precisa de uma infinidade de aplicativos. Além do mais, os apps triviais estão presentes e sempre estarão. Então, mesmo que a grande maioria dos desenvolvedores não façam apps, mesmo que o share seja ridículo ou mesmo que você não concorde e fique se roendo com isso, tem gente que vai continuar o Windows Phone por gosta dele e tá se lixando para o resto.

          • Igor

            Eu me roendo? Porque eu estaria me roendo por algo que não dá certo (graças a própria Microsoft)?

            Sério, essa desculpa que apps não importam é desculpa clássica de usuários da plataforma. Não se importavam com Instagram, mas correram para baixar quando saiu. Ou eram usuários do 6tag. Não se importa com Pokemon Go (eu sou um que não estou nem aí para esta porcaria), mas baixou em massa quando saiu. E por aí vai…

            Tem apps triviais? Sim, alguns tem… um Bradesco abandonado faz dois anos, um Uber bugado e duas gerações atrasado, um Banco do Brasil de uns dois anos atrás. Sem aplicativo oficial da GOL, TAM, AZUL, American Airlines, Nasdaq, Snapchat… isto somente para me referir a alguns aplicativos triviais de quem tem vida a ser vivida!

            Fora a interação com aplicativos… no Google Now e na Siri você tem como fazer coisas nos aplicativos (como WhatsApp e Uber, por exemplo) só por comandos de voz. Já a Cortana… bem… hum… ela agora sabe cantar um samba (se você der o comando certo, no gerúndio, claro)….

            O grande culpado disto tudo é o share ridículo da Microsoft. Porque uma empresa vai perder tempo e dinheiro em uma plataforma que sequer consegue estar em 1% do share global? É mais fácil aguardar que os remanescente saiam da plataforma…

            Ah, é claro que sempre existirá o que não se importa com isto. Tal como ainda existe quem prefira dumbphone… gostam do rústico, do nostálgico… enfim, do atraso!

          • Fábio Moser

            Se você não estivesse se roendo nem se daria ao trabalho de falar tanto… ou seja, você está se roendo.

          • Igor

            Hahahaha… obrigado por comprovar que tenho razão… uma linha sequer rebatida… e o único que está afetado aqui com os fatos é você!!! Kkkkkkk

          • Fábio Moser

            Gente, você acha que eu vou perder o meu tempo com você? Quanta inocência… podes ficar aí se roendo e achando que tens razão… não vai mudar nada de nada.

          • Igor

            Não seja infantil, rapaz. Se você não fosse perder tempo, já não teria perdido me respondendo. Você tá todo afetadinho porque não conseguiu mais se ater aos fatos, dai partiu para atacar a minha pessoa. Sei que não vai mudar nada, até porque o que falei acima são fatos, e não tergiversações como usuário não se importa com aplicativos…

          • Fábio Moser

            Sério… você acha mesmo que eu perdi meu tempo lendo sua ladainha?

          • Igor

            Leu sim, só não vai admitir por infantilidade. E como não tem capacidade de contra-argumentar, resolve fugir igual diabo foge da cruz, falando que tô me “roendo” (quem está é você somente) e que é “ladainha” todas as verdades que falei (se fosse ladainha mesmo você teria refutado, ao invés ficar de birrinha). Mas fique tranquilo: quem não vai mais perder tempo com você sou eu! Você não tem nada para acrescentar… simplesmente nada!

          • Fábio Moser

            KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK…. criança.

          • Poxa, Fábio Moser… pensei que vc teria mais argumentos… meio vazio (foi minha impressão).

      • João Silverado

        Microsoft não falou em lugar nenhum que o SO tá morto. Acompanhe as novidades oficialmente aqui https://blogs.windows.com/windowsexperience/#s8l51Sh3rW2RVRo9.97

    • Leandro Endrigo Leonardo

      Hp,Alcatel e mais uma empresa lançaram modelos…

  • FABIO NEVES

    O mais incrível é ter gente discutindo com otimismo sobre WP….

    • João Silverado

      É pq essa gente acompanha o mundo Microsoft e sabe que Windows não está morto.

      • Ronaldo

        Claro que não, ele continua firme e forte, vendendo muito bem no mundo todo, no Brasil vai de vento em popa, a propria MS lançando milhares de aparelhos, o Google ja disse que vai lançar um Pixel com Windows Mobile, a Apple cogita em segredo trocar o IOS 11 por Windows 10…

        • João Silverado

          Blz, agora desliga o modo irônico e vai ver o que a Microsoft está fazendo com o W10 Mobile. Lança atualizações direto, builds para quem participa do programa Insider, tem parceria com algumas OEMs (bem poucas sim se comparado com o Android), e com as boas vendas do HP Elite X3 pra empresas, e pedidos de usuários por uma versão destinada ao consumidor, já se tem notícias de um novo aparelho da HP pra fevereiro.
          Se vc viu a apresentação do Windows Creators (antes da parte que anunciam o Surface Studio), viu que utilizaram esse HP Elite 3 pra escanear um castelo de areia e transform-lo em 3D, não fui usado um Iphone nem Android.
          Enfim, a Microsoft não fabrica mais hardware, por isso não vai mais ter Lumias, e a plataforma não vende mto pq agora só depende das OEMs. Mas longe de ter morrido pois o desenvolvimento do sistema continua sim de vento em popa. Só cego e hater não vê isso.

          • Ronaldo

            “Ta serto”.
            Tem gente que acredita até em Saci Perere e Mula sem Cabeça, por que não acreditar em Windows Phone…

          • João Silverado

            Já vi que vc é retardado. Se quer continuar, sugiro avisar esse blog da Microsoft aqui https://blogs.windows.com/windowsexperience/#h8AzYd8KJzBlQEyX.9 que o Windows morreu e eles devem parar de continuar desenvolvendo o sistema. Eu não tenho nada a ver com a teimosia da Microsoft. Valeu, falou!

          • Ronaldo

            Valeu amigão, grande abraço.

          • Portuga Goleta

            Tem em casa um Lumia 950 que meu tio comprou nos Estados Unidos e não conseguiu se adaptar, voltou para o iPhone e ele me deu o celular. Usei por uma semana. O celular é lindo, ele no geral é rápido, câmera sensacional.

            Mas o W10M é um gargalo impressionante, não segura um app em segundo plano, sistema confuso, sem opções. Se a Microsoft quiser mesmo algo, vai ter que rebolar muito pra melhorar o sistema.

          • João Silverado

            Do mesmo jeito que tem App mal feito pro Android, que consome um monte de memória e processador (e praticamente não fazem assim no Iphone, talvez pelo controle rigoroso da Apple), tbm tem no WM10, tinha no WP e sempre vai ter. Mas tbm tem Apps extremamente bem feito como o Groupme por exemplo. Basta o Dev fazer certinho, não ficar programando na base da gambiarra.
            As configurações são basicamente as mesmas do PC com Windows 10, nos mesmos lugares. Diferenciando claro as coisas de mobile. Mas enfim.

          • Portuga Goleta

            Uso do dia a dia é bem superior com o pobre Galaxy E7 que tenho.
            Esse Lumia 950 eu vou dar um fim nele assim que o meu Xiaomi chegar.

          • Igor

            Embora use iPhone 6s atualmente como aparelho principal, ainda continuo sendo usuário do W10M. Tanto estável quanto insider fast. Sinceramente, a Microsoft não está fazendo nada demais. Cada atualização serve praticamente para corrigir bugs da atualização anterior (e trazer novos bugs para serem corrigidos nas próximas builds). As poucas novidades, na maioria dos casos, é para tentar se aproximar ao que o Android e iOS já oferecem. Novas OEMs não tem servido de nada: desde que a HP lançou seu dispositivo, o share da Microsoft caiu de 0,6% para menos de 0,3%, o que demonstra que essa mesma velha nova política da Microsoft está fadada ao fracasso. Neste cenário, a previsão de 0,1% de participação no mercado em 2020 feita pela IDC é extremamente otimista.

            E muito legal o Elite X3 escanear um castelo de areia e transformá-lo em 3D. Só que isto não dita nada no futuro, pois as concorrentes podem se adaptar a isto. Além do mais, isto é útil para determinados segmentos do mercado, e não para todo o mercado.

            Fora que a Microsoft não fabrica mais hardware, mas deixa no ar o Surface Phone. Ou seja: é ambígua em sua estratégia.

            Fato: a Microsoft não morreu, mas está em coma na UTI.

          • João Silverado

            Microsoft não está em coma nem na UTI, o setor mobile dela sim não vai bem. Mas ela tem dinheiro pra manter. Ela não desiste pq o Windows existir em todas as telas e dispositivos tem que incluir o mobile.
            A estratégia que ela está fazendo agora é a mesma usada ns PCs a anos e que (no PC) dá certo.
            O que discuto com esse bando de haters manés não é o fato da participação do sistema mobile ser ínfima. Isso todo mundo sabe, mas sim falar que ela desistiu do Mobile sendo que não é verdade.
            Bom, deixar no ar o Surface Phone é caso as OEMs não consigam criar aparelhos decentes. Smartphone já existem e ela não precisa mostrar como ela gostaria que fossem os hardwares. Já no caso do tablet 2 em 1, ela teve que criar o hardware pra mostrar e gerou tendência.
            Agora com relação á smartphone, o CEO falou isso recentemente http://www.afr.com/technology/technology-companies/microsoft/how-satya-nadella-is-making-microsoft-cool-again-and-taking-on-apple-and-amazon-20161118-gssfb1
            Enfim, desistir eles não vão, e vão atacar em características ainda não existentes nos aparelhos atuais. Se vai dar certo, só o tempo mesmo pra dizer.

          • Igor

            Quando eu falo da Microsoft em coma na UTI, me refiro ao setor mobile, pois, como se extrai de meu comentário anterior, tudo o que falei é em relação aos celulares. Nas demais áreas, nunca que vou falar que está na UTI, ainda mais com Azure e Office 360 nas alturas, Surface Book melhorando suas vendas, Surface Studio e Hololens prometendo muito e Windows 10 que, embora tenha ficado longe do objetivo de1 bilhão de usuários, conseguiu números bem significativos.

            Mas se for falar na Microsoft em geral, tem que se discutir algumas peculiaridades: plano de recompra de ações na ordem de US$ 40 bilhões e aumento de percentual de dividendos. É com essa engenharia financeira que a Microsoft mantém o interesse, e, consequentemente, o dinheiro dos investidores na empresa (inclusive foi o principal fator para as ações terem sido negociadas acima de US$ 60 na NASDAQ) e pode custear a divisão mobile em decadência. Agora, quando a Microsoft depender de resultados para manter interesse e investimentos na empresa, duvido que esse papo dela de ter Windows em todas as telas vai continuar: se o setor mobile não tiver dado uma reviravolta, vai ser cortado no primeiro instante que investidores estiverem caindo fora.

            Quanto ao Surface Phone, já andei lendo e ouvindo por ai que ele já é falado abertamente nas reuniões da Microsoft. Não posso confirmar isto, mas o que parece é que o seu lançamento é certo, o que indica mais uma vez uma mudança na estratégia da empresa. E acho que ele vai ser o última tentativa da Microsoft no setor mobile que, se não der certo, vai passar a investir nos seus serviços no Android e iOS (além do Windows desktop, hololens e consoles).

            Por fim, é sempre bom lembrar que a concorrência não está parada. Outros fabricantes já estão de olho na questão das docks no estilo continuum. Se alguma grande que adota Android consegue emplacar sua dock… a Microsoft vai ser reconhecida somente como quem levantou a bola para alguma outra fazer o gol. E a Moto já está de olho no mercado para tentar isto…

  • Souza

    E pensar que Android arrasava nas vendas pelo preço baixo. Mas não é isso que está acontecendo. E estamos falando de Brasil.

    Infelizmente WP morreu de vez no Brasil.
    E no resto do mundo ainda respira em algum beco sem saída.

  • Lucas Boleiro

    Kkkk o iPhones são para os ricos porque são caros demais eu não tenho dinheiro pra comprar um iphone.

    • André G

      Conheço muito pobre com iPhone 6 16gb que só usa pra ostentar.
      Também tem aqueles pobres com iPhone 4 de 8gb com tela trincada que se acham ricos pq usam iPhone.

  • Bruna C. C. de S. Wojtenko

    A sensação que eu tenho, pelo menos em São Paulo, é que grande parte das pessoas que utilizava Windows Phone preferiu trocar por um iOS usado. Tenho visto massificação dos modelos 4S, 5S e até mesmo o 5c (eu escolhi o 5c). Quase a mesma quantidade de pessoas que via com WP antigamente, é a que eu vejo com iOS hoje.

    • André G

      Eu conheci poucas pessoas que usavam WP, elas se dividiam em dois grupos: As que queriam um iPhone mas não tinham dinheiro e as que queriam algo diferente e fluido.
      As que queriam iPhone de fato compraram um.

  • João Silverado

    Bom, vi que tem muito “entendido” aqui que não sabe a diferença entre “perdeu o boom” do smartphone com “perdemos pra concorrência, vamos desistir!”.
    Sério gente, entrem aqui https://blogs.windows.com/windowsexperience/#h8AzYd8KJzBlQEyX.97 e avisem a Microsoft pra parar de desenvolver o sistema pq ele já faliu. Ela é muito teimosa e não para de soltar novidades.
    As desenvolvedoras de aplicativos, como o Instagram, não param de atualizar os Apps tbm.
    Aproveitem e avisem tbm essas Devs aqui:
    Gameloft: https://www.microsoft.com/en-us/store/p/app/9nblggh4x5fl?tduid=(d86537083c767bd98c63a7a11f0d5040)(213688)(2795219)()()
    Viber: https://www.microsoft.com/en-us/store/p/app/9wzdncrfj46z?tduid=(d86537083c767bd98c63a7a11f0d5040)(213688)(2795219)()()
    Netflix: https://www.microsoft.com/en-us/store/p/app/9wzdncrfj3tj?tduid=(d86537083c767bd98c63a7a11f0d5040)(213688)(2795219)()()
    Shazam: https://www.microsoft.com/en-us/store/p/app/9wzdncrfj0qq?tduid=(d86537083c767bd98c63a7a11f0d5040)(213688)(2795219)()()
    Nubank: https://www.microsoft.com/en-us/store/p/app/9nblggh1qxgg?tduid=(d86537083c767bd98c63a7a11f0d5040)(213688)(2795219)()()
    Telegram: https://www.microsoft.com/en-us/store/p/app/9wzdncrdzhs0?tduid=(d86537083c767bd98c63a7a11f0d5040)(213688)(2795219)()()
    E várias outras. Toda semana tem alguém atualizando e não sei pq se o sistema tá morto.

    • André G

      O Windows 10 Mobile é tipo aquelas pessoas em coma que só respiram com ajuda de aparelhos. Estão vivas, mas não tem volta, não tem mais relevância e está certo que nunca voltarão a viver como as outras pessoas/sistemas.
      Ainda veremos smartphones Windows sendo lançados, mas o número de vendas será insignificante.

      • João Silverado

        Pode ser que sim, pode ser que não. Me diga, Surface é um bom produto ou não? E antes dele existir, alguém queria um 2 em 1? E quantos chamavam o surface de pato, pq queria nadar, voar e andar mas não fazia nada direito. Agora tem vários produtos semelhantes.
        Olha o que o CEO da Microsoft disse sobre a estratégia mobile deles https://www.onmsft.com/news/satya-nadella-says-microsoft-is-planning-the-ultimate-mobile-device (nada de matar a plataforma como os ignorantes falam).
        Agora se vai dar certo ou não, só o tempo dirá.

  • Na rua o cenário que EU vejo é outro, a alguns anos atrás era quase impossível ver um iPhone. Todo mundo tinha Android e um ou outro tinha um WP. Porém recentemente tenho visto muitos iPhones por ai.

    A mudança que vi no cenário do Android foi as pessoas investindo em aparelhos melhores, antigamente via mais aparelhos básicos, hoje em dia já encontra facilmente intermediários e top de linha.

    • André G

      Eu não percebi muito aumento no número do iPhones, o número geral aumentou mas foi pq juntou iphone 4, 5 e 6.
      No passado só se via iPhone 4 e alguns 5. Hoje continuamos vendo muitos iPhones 4 e 5 por aí, mas também se somou aos iPhones 6 e agora 7 (que já vi alguns na rua). Talvez por isso o número de aparelhos na rua tenha aumentado, mas o número de vendas não aumentou necessariamente, já que muita gente compra iPhone usado.

      • Pode ser que em outras regiões seja diferente, porém aqui, até 2013 dava para contar na mão o número de iPhones que você via por ano. Hoje em dia, fazendo o mesmo trajeto vejo mais de 10 iPhones por dia.