Boa notícia para quem tem um monitor 4K: a Netflix liberou nesta segunda-feira (21) os primeiros conteúdos em altíssima resolução para computadores. Eles estarão disponíveis exclusivamente para máquinas com Windows 10 e apenas no Microsoft Edge. Mas é pouco provável que você consiga aproveitar a novidade.

netflix-desktop

Isso porque um dos requisitos mínimos é que o computador tenha um processador Core de sétima geração — os chips novos da Intel possuem otimizações de hardware para aguentar até 9,5 horas de streaming de vídeo em 4K e suporte a decodificação de vídeo HEVC de 10 bits (os Skylake suportavam apenas HEVC de 8 bits), segundo o Ars Technica. Você também precisa de uma conexão de 25 Mb/s e do plano mais caro da Netflix, de R$ 29,90, que dá acesso a conteúdo Ultra HD e quatro telas simultâneas.

O Edge é o único navegador a suportar o PlayReady, tecnologia da Microsoft para proteção contra cópia de conteúdo em 4K. A Microsoft aproveitou a exclusividade para destacar que, se você trocar o Chrome pelo Edge, poderá assistir no mínimo um episódio a mais de Gilmore Girls antes da bateria do notebook acabar. Além disso, como já dissemos, o browser do Google não suporta nem 1080p na Netflix.

Se você não quiser comprar um PC novo, os conteúdos em Ultra HD da Netflix continuam disponíveis nas TVs 4K e no Chromecast Ultra, bem como em alguns gadgets novos, como PlayStation 4 Pro e Xbox One S.

Atualizado às 13h36 com informações detalhadas sobre as restrições de hardware e navegador.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Maikon Jordan ✔️

O App da Netflix para windows 10 é apenas uma aba do Edge disfarçada;

Davi Fernandes de Freitas

Minha GTX TITAN decodifica H265 faz 3 anos... E não precisa de cpu de 7a geracao pn...

Tony Ferreira
Aqui no Brasil com uma internet podre o único 4k que a gente vai ter é kkkk!
Felippe Henrique
O encode é feito no GPU desse processador, HEVC não é instrução de CPU, nele é feito de forma emulada. é tudo feito na GPU, isso foi só mais um truste da Intel já que toda GPU moderna de 14 e 16nm suporta HEVC 10 bit.
johnnywell
Sim, antes mesmo das APUs já tinham chips onboard na placa mãe, mas esse não é o ponto, e sim que encode de vídeo é feito pelo processador mesmo.
Jhonatan Paiva
Tudo isso só por causa dessa porcaria de drm.
Rafael Gil
Sim, esqueci de mecionar isso no comentário. Eles poderiam ter colocado as GTX 960, 950 e as da série 1000 como compatíveis tb. Isso realmente foi sacanagem...
Paul
Msm se suportasse,ninguém iria conseguir tirar proveito numa tela minúscula dessas.
Rafael Olah
O problema todo é que não esta lista 1080,1070,1060 como compativel. Mas as GPU dessa geração 10xx são, testei aqui com video que você falou com a 1070 rodou de boa as aguas vivas. Problema mesmo é que não habilitaram esse treco pra rodar nas GPUS. http://arstechnica.com/gadgets/2016/11/netflix-4k-streaming-pc-kaby-lake-cpu-windows-10-edge-browser/
Paul
E desde quando macOS foi/é prioridade no mundo dos PCs? O povo tem é que torcer pra uma coisa chegar e se chegar.É o ônus de se usar uma plataforma minúscula(Engraçado,q no Mobile as coisas se invertem:tudo chega antes no iOS,msm esse tendo um share bem pequeno).
Rafael Olah
E como fica o APP do Windows 10 do Netflix nesse historia já que navegadores não suportam áudio 5.1, mas o APP do Netflix para Windows 10 Suporta altas resoluções e áudio Doubly 5.1?
ochateador
Se o DRM do netflix foi quebrado então os usuários conseguem forçar a exibição em uma resolução maior ?
Vitor Hugo
Todo PC tem GPU, mesmo que onboard (integrada à placa mãe), ou o processador seja uma APU (CPU + GPU em um único chip).
Krosna Terrestre
depende. Se os conteúdos pulam de 1080p para 4k, sim. mas se existe a opção de 1440p, não.
nicolas gleiser
acho que ficou faltando alguma parte do texto que diz que essa história da autonomia serve para processadores em notebooks .
Exibir mais comentários