Você provavelmente já deve ter ouvido alguém falar que “fulano tem cara de bandido”. É claro que julgar os outros pela aparência não é considerado correto, porém, neste caso, pesquisadores têm trabalhado para provar que sim, é possível identificar um criminoso pelos seus traços faciais.

Xialin Wu e Xi Zhang, da Universidade Shanghai Jiao Tong, na China, usaram vários algoritmos de visão de máquina para examinar uma série de fotos de criminosos e civís, com o objetivo de descobrir se uma rede neural seria capaz de diferenciá-los.

screen-shot-2016-11-25-at-11-14-53

Os pesquisadores coletaram 1.856 retratos de homens chineses sem barba ou bigode, com idades entre 18 e 56 anos, sendo que apenas metade deles tinha histórico criminal. Os cientistas, então, utilizaram 90% destas fotos para treinar a rede neural a reconhecer as características e diferenças da amostra, e os 10% restantes foram utilizados nos testes.

A eficácia do teste, segundo publicação do MIT, surpreendeu. Xiaolin e Xi descobriram que a rede neural foi capaz de distinguir os criminosos das pessoas comuns com uma precisão de 89,5%. De acordo com a pesquisa, os rostos das pessoas comuns analisadas possuíram muito mais semelhanças entre si comparados com os dos criminosos.

A rede neural foi capaz de identificar três características faciais principais para fazer a distinção: a curvatura do lábio superior que, de acordo com a pesquisa, é, em média, 23% maior nos criminosos; a distância entre os cantos internos dos olhos, que é 6% menor; e o ângulo entre duas linhas desenhadas da ponta do nariz até os cantos da boca (conforme a imagem da direita), que é 20% menor.

artificial-intelligence-criminals-faces

Os resultados são controversos, e levantam várias questões. O próprio escopo da pesquisa de Xiaolin e Xin é um tanto limitado, tanto em quantidade de dados quanto na qualidade das imagens utilizadas. De qualquer forma, esta não foi a primeira vez que pesquisadores tentaram provar que é possível fazer esta distinção. Em 2011, psicólogos concluíram que os seres humanos também são capazes de identificar um criminoso pelo rosto. E se isto é realmente possível de ser feito para qualquer pessoa, imagine o que um supercomputador e uma inteligência artificial avançada podem fazer?

Ainda estamos um pouco longe de chegar a um cenário parecido com o de Minority Report, onde os criminosos são identificados antes mesmo de terem cometido um crime. Mas os avanços em inteligência artificial e redes neurais estão cada vez maiores, e tecnologias como esta, antes restritas à ficção, estão cada vez mais próximas de se tornarem realidade. Mas, até lá, é melhor continuar pensando duas vezes antes de afirmar que alguém tem “cara de bandido”.

Mais detalhes sobre a pesquisa chinesa podem ser conferidos neste link.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Guilherme Brcontainer

Engraçado é você comentar um erro das pessoas no entendimento da tecnologia citada ou matéria e o pessoal marca teu comentário como SPAM. Isso mostra que quando sinaliza algo que não é como SPAM significa que você não entende nada de tecnologia.

Guilherme Brcontainer
Engraçado é você comentar um erro das pessoas no entendimento da tecnologia citada ou matéria e o pessoal marca teu comentário como SPAM. Isso mostra que quando sinaliza algo que não é como SPAM significa que você não entende nada de tecnologia.
Fabio Montarroios
Estamos longe de Minority Report, mas estamos bem pertinho de Cesare Lombroso. Assustador ninguém cogitar as implicâncias de se fazer isso com o histórico que temos...
Marcos Guilherme

Segura meu like aí!

Marcos Guilherme
Segura meu like aí!
Tales Cembraneli Dantas

Caramba, e eu não consigo nem identificar diferenças nas 6 fotos acima kkkk

Tales Cembraneli Dantas
Caramba, e eu não consigo nem identificar diferenças nas 6 fotos acima kkkk
CoisaDeLoco2

Programando máquinas para "não irem com a tua cara" , avá véio !!!

CoisaDeLoco2
Programando máquinas para "não irem com a tua cara" , avá véio !!!
LessTech
Estão ensinando a máquina a ser racista e preconceituosa. Só isso. Trabalho muito mal feito com a AI.
LessTech
Já vi isso antes. Na Alemanha durante a segunda guerra. E não terminou bem...
LessTech
"O único problema é que ninguém em nenhuma constituição (em países democráticos de sociedades minimamente evoluíveis) pode ser acusado ou condenado "por ter cara de bandido". Isso não serve sequer para apoiar um julgamento, quiça condenar alguém." Ainda. Bom senso é uma qualidade rara, mesmo em democracias.
Felipe Goldenberg

NOSSA ISSO É MUITO BLACK MIRROR

Felipe Goldenberg
NOSSA ISSO É MUITO BLACK MIRROR
natzow
Psycho Pass.
Exibir mais comentários