Início » Celular » Uma olhada no Opera Mini para iPhone

Uma olhada no Opera Mini para iPhone

Avatar Por

Opera Mini: uma alternativa ao Safari.

O simples fato de o navegador Opera Mini estar disponível na App Store já é digno de nota. A política extremamente restritiva e autoritária que a Apple tem adotado para aprovar ou recusar aplicativos para sua plataforma móvel fez muita gente duvidar que o Opera Mini, apesar de toda a “pressão da opinião pública”, fosse ser aprovado por Cupertino.

Passado o momento de surpresa inicial, é hora de analisar se o Opera Mini para iPhone de fato faz diferença na App Store e como ele se compara ao navegador padrão do sistema, o Safari.

Velocidade

Já vamos direto ao assunto principal. A Opera Software sempre fez sua propaganda baseada na velocidade do seu navegador, principalmente no caso do Opera Mini. Em plataformas móveis é mais comum nos encontrarmos em conexões de mais baixa velocidade, e, nessa situação, tudo que seu browser puder fazer para tornar sua navegação mais rápida é muito bem vindo.

E o que o Opera Mini faz? Ele não baixa os sites diretamente como os outros navegadores, o que ele baixa no seu aparelho é uma versão comprimida do site, cortesia dos servidores da Opera Software. Pra quem está sujeito à (nem sempre ideal) cobertura de uma operadora de telefonia celular, isso pode tornar as coisas bem mais rápidas (ou menos lentas). Além de que, dessa maneira, economiza-se preciosos megabytes de seu plano de dados.

O Opera Mini é bem rápido sim, ele cumpre a promessa. E dependendo de como ele for configurado — é possível reduzir a qualidade das imagens, ou simplesmente não baixá-las em absoluto — ele pode ficar mais rápido ainda. Eu testei o Opera Mini em um iPod Touch 2G conectado à uma rede Wi-Fi com velocidade nominal de 3 Mbps. Para começar, abri o site do Tecnoblog, que já havia sido aberto recentemente nos dois navegadores. No Safari o tempo para carregar integralmente o site oscilou entre 47 segundos e 57 segundos. No Opera, o tempo de carregamento se manteve consistente, na faixa de 27 segundos. A seguir, resolvi abrir o site preferido de Steve Jobs para demonstrar seus iDevices, o The New York Times. A página do jornal americano demorou 47 segundos para ser carregada na primeira vez, e cerca de 37 segundos nas demais. Voltando ao Opera Mini, notou-se uma grande diferença: o NYT levou apenas 11 segundos para ser carregado integralmente na primeira vez e cerca de 7 segundos nas demais. Todos esses testes foram realizados com as configurações padrão (imagens de alta qualidade).

É claro, os resultados podem variar de acordo com o site e com sua conexão, mas já se pode dizer que o Opera Mini conseguiu alcançar o objetivo de ser mais rápido que o Safari. Na rede Wi-Fi onde estou acostumado a usar o iPod não se sente uma diferença tão grande assim sem comparar lado-a-lado, mas os números mostram que ela existe. E provavelmente em uma conexão mais lenta (como EDGE, por exemplo) a diferença tende a se tornar ainda mais significativa.

Usabilidade

Aqui o Opera Mini tem uma diferença em relação ao Safari que muitos podem desaprovar. O novo navegador do iPhone não tem suporte à técnica de pinch to zoom à qual estamos acostumados. Você pode até fazer a pinça com dois dedos, mas o Opera não faz o zoom gradual como o Safari, ele só alterna entre dois níveis: com zoom e sem zoom. Dito isto, é importante frisar que esse zoom automático do Opera faz um excelente trabalho em 90% do casos. A impressão é a de que ele redimensiona o texto de alguma maneira, de forma que sempre que fazemos o zoom a coluna de texto cabe direitinho na tela. Pessoalmente ainda prefiro a forma como o Safari lida com o zoom, mas a solução do Opera também dá conta do recado.

Fora isso, o Opera dá um show. A forma como lida com abas é muito mais prática e rápida que o que faz o Safari. A função Speed Dial (Discagem Rápida) — que consiste em uma grade de nove sites que aparece em toda nova aba — traz acesso fácil aos suas páginas mais freqüentadas. O recurso de buscar por uma palavra na página é muito bem-vindo e fazia uma falta imensa no Safari. Alternativas para as ferramentas de busca na barra superior estão presentes — é possível fazer uma busca direto no Mercado Livre, ou na Wikipédia em português, por exemplo. O Opera Link sincroniza favoritos, Discagem Rápida e mecanismos de busca entre a versão móvel e o desktop.

Outra coisa interessante é que o browser já vem todo em português, e as páginas iniciais na sua lista de discagem rápida incluem sites como o Terra, o Orkut e a Globo.com. Há diversos outros detalhes interessantes no navegador também, que vão desde a exibição de favicons até a possibilidade de salvar páginas para leitura offline. Existe também um modo de tela-cheia que pode ser muito útil para aproveitar ao máximo sua telinha — embora ele faça com que qualquer item de menu fique a um toque a mais de distância.

Outra impressão que tive é que o Opera é bem mais prático para navegar com apenas uma mão (nem sempre estamos com as duas livres, no caso de um dispositivo móvel). As abas do Opera me parecem bem mais “ergonômicas” que as do Safari (ficam a um melhor alcance do polegar), e o próprio método de zoom que me desagradou anteriormente se torna até bastante prático quando se está utilizando o iPhone ou iPod com uma mão apenas.

O software ainda tem alguns pequenos bugs aqui e ali, mas nada que chegue a atrapalhar de forma significativa a navegação, em minha opinião. Ainda é muito cedo para dizer se o Opera Mini vai virar meu navegador de preferência — ainda que qualquer link vindo de outro app vá continuar abrindo no Safari, o navegador padrão do sistema — mas pretendo arrumar um espacinho na Dock ao lado do Safari para ele, e assim verificar com qual deles minha navegação será mais produtiva e agradável.

Já é possível, porém, afirmar que o Opera chega à plataforma agradando bastante e merece pelo menos uma olhadinha dos proprietários de iPhone e iPod Touch, para verem se gostam. Ele está disponível gratuitamente na App Store, basta clicar aqui.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe
cara eu ganhei um iPhone esses dias só que não consigo colocar o Opera mini nele,eu ja baixei o aplicativo no itunes mas como eu add ele no meu iPhone se vc puder me ajudar ! agradeço desde já!
Rafael
Tem pessoas começando a usar o navegador Opera desktop pela primeira vez depois de instalar o Opera Mini no iPhone e descobrir um tal de "Opera Link". ahushaushu :)
Alisson melo
Pois é, Agora o skyfire também vai entrar na briga.
Hernani
Acho que o Opera além de estar dadno pé na bunda do Safari, vai ganahr mais uma grande parcela de market share mobile com isso
Julio Andrade
Realmente ele é rápido, Mas peca na exibição dos sites. Ñ possui imagens e interatividade, só texto. Dá a sensação de retrocesso. Não possui a opção do site em modo Mobile vs clássico. Usa-lo é subutilizar o iphone.
lesilva
É Absurdamente espetacular - pra você ter uma ideia eu tirei o Safari da barra do meu iPhone e coloquei o Opera no lugar - foi Tchau Safari, Olá Opera! :)
Bruno
Bom estou em fase de adaptação com ele, gostei alias e melhor que o safari e isso ja vale muito.
tplayer
Já é, utilizo no meu aparelho atual, sincroniza até as abas.
Juarez Lencioni Maccarini
Pra você (que já usa o Opera no desktop) o Opera Link sincronizando favoritos pode ser bem útil!
Juarez Lencioni Maccarini
Que bom que gostou, Tiago. Depois de testar volta aqui pra contar pra gente o que achou. :)
Arimathéia
Eu estranhei mas acho que vou dar mais atenção.
tplayer
Realmente o que eu esperava do navegador, muita gente tem ido para o lado da qualidade grafica e recursos de navegador desktop sendo que essa não é a proposta do Opera Mini e sim do Opera Mobile que dificilmente estará disponível no iPhone. No mais quero testar essa beleza assim que meu iPhone chegar essa semana.
Tiago César Oliveira
Excelente artigo, testarei o browser hoje à noite... Então não tenho ainda uma opinião formada. Mas pelo seu artigo, fico esperançoso de que encontrarei um bom trabalho.