Início » Antivírus e Segurança » Hackers vazam dados de quase 380 mil usuários do xHamster

Hackers vazam dados de quase 380 mil usuários do xHamster

Diego Melo Por
3 anos atrás

Parece que 2016 não está sendo um bom ano para sites de entretenimento adulto. Após mais de 400 milhões de contas do site de relacionamentos AdultFriendFinder terem caído na rede em outubro, agora foi a vez do xHamster, site de compartilhamento de vídeos pornô, ter milhares de dados dos seus usuários vazados na internet.

O ataque afetou quase 380.000 pessoas, que tiveram dados de login como nomes de usuário, endereços de email, além de senhas aparentemente mal criptografadas, expostas em uma lista divulgada pelo site LeakBase.

Segundo reportou o Motherboard, o banco de dados incluía alguns emails curiosos. Cerca de 40 endereços pertenciam às Forças Armadas dos Estados Unidos, além de 30 contas relacionadas a vários órgãos governamentais – incluindo os de governos como Estados Unidos e Reino Unido.

xhamster-site

De acordo com o LeakBase, os dados estavam sendo comercializados por hackers no começo deste ano, mais ou menos no mesmo período em que uma falha no site do xHamster foi descoberta. No entanto, não foi possível saber exatamente quando e como o banco de dados foi obtido.

Ao Motherboard, um porta-voz do xHamster informou, por email, que “as senhas de todos os usuários do XHamster são criptografadas, por isso é quase impossível decifrá-las. Assim, todas as senhas são seguras e os dados dos usuários estão protegidos”. No entanto, um representante do LeakBase afirmou ao The Next Web que o xHamster utilizava um algoritmo MD5 “trivial e fácil de ser decifrado” para proteger as senhas.

Apesar de ser gratuito, o xHamster permite que os usuários se inscrevam para criar suas coleções de favoritos, postar comentários, ou subir seus próprios vídeos. De acordo com o site, são mais de 12 milhões de pessoas inscritas.

Também neste ano, foi descoberta uma falha de segurança que permitiu que hackers entrassem no banco de dados do fórum de discussão do site adulto Brazzers, o que resultou no vazamento de dados de quase 800.000 usuários do serviço. O ataque ocorreu em 2012, mas só foi divulgado em setembro.

Mais sobre: , ,