Início » Computador » A marca de HDs Maxtor voltou

A marca de HDs Maxtor voltou

Seagate comprou Maxtor em 2006 e deixou a marca sumir do mercado aos poucos

Diego Melo Por

A Seagate decidiu trazer de volta ao mercado a tradicional marca de discos rígidos Maxtor. A confirmação foi feita nesta quinta-feira (1º) pelo AnandTech.

No início do ano, a Seagate começou a vender em vários países equipamentos de armazenamento externos com a marca da Maxtor. Até o momento, a companhia oferece os drives Maxtor D3 Station e Maxtor M3 Station – que, curiosamente, também são vendidos sob o nome da Samsung.

maxtor-hd

Os drives externos Maxtor M3 são vendidos nos modelos com capacidade de 500 GB, 1 TB, 2 TB e 4 TB, com interface USB 3.0. O modelo top de linha do Maxtor M3 é baseado no HD Spinpoint M10P, com cinco discos de 800 GB, 5.400 RPM e 16 MB de cache.

Já o Maxtor D3 Station usa dois HDs de 2.5 polegadas e oferece capacidades de 2 TB, 3 TB, 4 TB e 5 TB (enquanto o Samsung D3 também possui um de 6 TB). Tal qual o M3, ele também usa interface USB 3.0 tanto para energia quanto para transferência de dados. Para ambos os modelos, a Maxtor oferece os softwares AutoBackup e SafetyKey para proteção e backup automático.

maxtor_d3_575px

A Seagate utiliza três marcas para vender seus dispositivos de armazenamento: a LaCie para a linha premium de produtos DAS (Direct-attached storage); a própria marca Seagate para os dispositivos de armazenamento externo; e a Samsung para alguns produtos mais baratos. Segundo a companhia, o plano é transferir gradualmente a linha de HDs externos da Samsung para a marca Maxtor, e continuar evoluindo a linha de produtos “quando fizer sentido”.

Fundada em 1982 e adquirida pela Seagate em 2006, a Maxtor se tornou uma das maiores fabricantes de HD do início dos anos 2000 após a compra da divisão de HDs da Quantum. Mas problemas internos e financeiros, além da falta de uma linha significante de HDs de 2,5 polegadas, fizeram com que a marca perdesse mercado. Mesmo após a aquisição, em 2006, a Seagate continuou a lançar HDs internos e externos com a marca Maxtor por alguns anos, mas, eventualmente, ela foi descartada.

Lá fora, os produtos M3 e D3 são vendidos por vários sites e lojas online, como a Amazon. Apesar de já ter um site em português, ainda não foi possível confirmar se os dispositivos estão disponíveis no Brasil.

Atualização: em comunicado ao Tecnoblog, a Seagate afirmou que a “estratégia de trabalhar com a Maxtor será utilizada apenas na Europa e em alguns países da Ásia, por enquanto”. Por isso, não espere ver HDs da Maxtor nas lojas brasileiras tão cedo — mas ambos os modelos de HDs externos já estão sendo comercializados por aqui com a marca da Samsung.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caio Alexandre
A volta dos que não foram.
Marcus Araújo
Faz bem em manter o backup, cara, no seu lugar não faria diferente.
Marcus Araújo
Também já tive problemas com HDs Samsung por volta de 2-3 anos de uso. Realmente, não são confiáveis. Pena que nem todas as marcas de PCs divulguem a marca do HD (quase nenhuma divulga), dei sorte quando comprei um novo notebook e notei que o HD era da WD.
Humberto Machado
e na epoca nem tinha backup em nuvem
Humberto Machado

Ao ler a palavra "Maxtor" https://uploads.disquscdn.c...

Humberto Machado
Ao ler a palavra "Maxtor" https://uploads.disquscdn.com/images/d9b9a861a7592ab1772245dc7f0ce3b70af9d0fb899d91f3636d189d2524db57.jpg
Portuga Goleta
O HD do meu note samsung morreu com pouco mais de 2 anos de uso (logo após o fim da garantia estendida, oh sorte). Tirei o HD do meu velho CCE e está em perfeito estado até hoje.
SiouxBR
Pois é... aqui no DF aconteceu a mesma coisa. Todos os lojistas tiveram problemas com a marca, mas pelo que conversei com o pessoal ninguém teve o azar de pegar um lote tão grande com problemas... :(
doorspaulo
Rapaz, nesse caso foi um belo de um azar. Deve ter pego um lote zicado. Lembro que, na época, várias empresas aqui da região aboliram a marca, dando preferência para Hitachi e WD.
SiouxBR
Mais ou menos. Na época (estamos falando de 1996) os disco rígidos eram bem menos confiáveis que agora e os preços bem próximos (comprei Maxtor por que era o que meu distribuidor tinha no momento). Já havia tido problemas com outras marcas também e a taxa de problemas era de menos de 5% das unidades. Tempos depois fiquei sabendo que os problemas em larga escala da Maxtor começaram justamente na linha que eu havia adquirido e mesmo assim ninguém havia tido problemas em um percentual tão grande (em torno de 70%).
doorspaulo
Não foi bem por conta da Maxtor né. A fama dos HDs dela nunca foi boa, mas custava metade do preço de um WD por exemplo. Economizou no curto prazo, prejuízo no médio/longo.
SiouxBR
Nos idos de 1996 eu quase quebrei minha empresa por conta da Maxtor. Fiz uma venda grande de computadores para uma autarquia que tinha escritórios em todo país. Com cerca de 10 meses de uso começaram a chegar relatos os HDs (todos Maxtor) que estavam pifando ou dando sinais que iriam pifar. Tive que contratar empresas de assistência técnica em todos os estados para que fossem retirar os HDs estragados, fazer backup de todos os equipamentos e reinstalar os softwares nos novos HDs. O custo da operação foi enorme e não consegui me recuperar do prejuízo. Seis meses depois optei por fechar a empresa...
Sckillfer
Quer dizer que os HDs externos da Samsung não são da Samsung, é só marca licenciada?
Sckillfer
Alguém não leu o texto...
PALUDO
Esse Maxtor externo parece o D3 da Samsung. kkkkk
Exibir mais comentários